Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Justin Lane / EPA

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro.

De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de 650 corpos de pessoas que morreram de covid-19 durante esta primavera em Nova Iorque, nos Estados Unidos, ainda não foram enterrados e continuam dentro de camiões frigoríficos na zona de Brooklyn.

O Gabinete do Médico Legista-Chefe de Nova Iorque explica que muitos dos cadáveres são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro.

Tal como recorda o canal estatal russo RT, estas morgues improvisadas foram instaladas, entre maio e abril deste ano, quando a cidade nova-iorquina começou a ser uma das mais afetadas no país pela pandemia.

A unidade encarregada de identificar os corpos consegue lidar com cerca de 20 mortes por dia, mas, durante o auge da pandemia na cidade, recebeu até 200 corpos por dia, explicou Aden Naka, sub-diretor de investigações forenses.

Em condições normais, as pessoas falecidas teriam sido enterradas, em poucas semanas, na Hart Island, mas o mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, prometeu que não seriam realizados enterros em massa em sepulturas temporárias.

À medida que os EUA começam a aproximar-se da segunda vaga da pandemia, os funcionários forenses destacaram que vão continuar a “apoiar as famílias e ajudar a facilitar os acordos finais respeitosos” para as vítimas deste novo coronavírus.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o estado de Nova Iorque registou, pelo menos, 34.187 mortes devido à covid-19. Os Estados Unidos continuam a ser o país com mais mortos (256.725) e também com mais casos de infeção confirmados (12.219.446).

ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …