Morreu o agente secreto que salvou Ronald Reagan

PD / Wikipedia

O presidente Ronald Reagan acena aos jornalistas à saída do Hotel Hilton. À esquerda, de gabardina branca, o agente Jerry Parr.

O presidente Ronald Reagan acena aos jornalistas à saída do Hotel Hilton. À esquerda, de gabardina branca, o agente Jerry Parr.

Jerry Parr, o agente dos Serviços Secretos norte-americanos que em 1981 salvou a vida ao presidente Ronald Reagan, durante um atentado  em Washington, faleceu esta sexta-feira.

Segundo o The New York Times, Parr faleceu numa casa de saúde próximo da sua residência, aos 85 anos, por insuficiência cardíaca.

A 30 de Março de 1981, quando Ronald Reagan se encontrava a acenar aos jornalistas no exterior do Hotel Hilton, à saída de uma conferência em Washington, seis tiros soaram.

Reagindo instintivamente, o agente Jerry Parr empurrou o presidente norte-americano, que aparentemente não tinha sido ferido, para dentro da limousine presidencial, protegendo-o com o seu corpo.

Quando a viatura se dirigia já para a Casa Branca, Parr reparou que o presidente norte-americano, que julgava que tinha uma costela partida, estava a sangrar e com sinais de dores.

PD / Wikipedia

Sequência de imagens captadas durante a tentativa de assassinato de Ronald Reagan, a 390 de Março de 1982

Sequência de imagens captadas durante a tentativa de assassinato de Ronald Reagan, a 390 de Março de 1982

Parr ordenou então ao motorista que se dirigisse imediatamente ao hospital de Washington.

Reagan sofreu uma perfuração no pulmão, mas o rápido atendimento médico permitiu que o presidente, na altura com 70 anos, recuperasse rapidamente.

“Se Jerry não tivesse mudado o rumo da limousune, eu já não tinha marido”, disse a então primeira-dama, Nancy Reagan, numa entrevista à CNN, alguns meses mais tarde.

No incidente, o presidente Reagan, eleito apenas 69 dias antes, e três outras pessoas foram baleados e feridos por John Hinckley Jr., mais tarde diagnosticado com uma doença psiquiátrica.

O episódio marcou a vida de Parr, elogiado pelos seus companheiros e pela elite política do país pela sua rapidez, sangue frio e determinação num momento de caos.

Nascido em 1930 em Montgomery, Alabama, Jerry Parr cresceu na Flórida e trabalhou numa companhia elétrica antes de se juntar aos serviços secretos, em 1962.

Parr viveu mais onze anos do que o presidente a quem salvou a vida. Reagan morreu em 2004, com a doença de Alzheimer.

O ataque de Hinckley Jr. foi atribuído a um distúrbio psiquiátrico, associado a uma obsessão doentia pela então jovem actriz Jodie Foster.

Hincley Jr. começou por perseguir inicialmente o antecessor de Reagan, Jimmy Carter, que pretendia assassinar para impressionar a actriz “com a dimensão do acto que iria cometer”.

Pouco antes das 14:30 de 30 de Março de 1981, quando Reagan saía do Hilton e acenava aos jornalistas no local, Hinckley saiu da multidão e disparou seis vezes em três segundos.

O primeiro projétil atingiu a cabeça de James Brady, Secretário de Impressa da Casa Branca, e o segundo atingiu as costas de Thomas Delahanty, oficial da Polícia de Columbia.

A quarta bala atingiu no abdómen Tim McCarthy, um dos agentes dos serviços secretos que protegia Reagan.

O quinto projéctil atingiu o vidro à prova de balas da janela no lado aberto da porta da Limusina presidencial.

O sexto projéctil ricocheteou na limousine e atingiu o presidente na axila esquerda, passando de raspão por uma costela e alojando-se no pulmão, parando a menos de 2 cm do seu coração.

À chegada ao hospital, Reagan tinha perdido mais de metade do seu volume sanguíneo. O director da equipa de cirurgia torácica do hospital, Benjamin L. Aaron, decidiu operar o presidente.

“Por favor, digam-me que vocês são todos Republicanos”, brincou o presidente Reagan.

“Nós hoje somos todos republicanos”, respondeu o cirurgião Joseph Giordano, um liberal democrata.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Lua pintou-se de vermelho na Argentina (e a causa não é propriamente boa)

Uma estranha lua com tons avermelhados pintou o céu da Argentina. O fenómeno misterioso encheu as redes sociais de fotografias e teorias. Em diferentes regiões da Argentina, várias pessoas puderam apreciar, nas últimas noites, a Lua …

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …