Morreu Maryam Mirzakhani, a única mulher a ganhar o “Nobel da Matemática”

(dr) Maryam Mirzakhani / Stanford University

Maryam Mirzakhani, a única mulher a ganhar o "Nobel da Matemática"

Maryam Mirzakhani, a única mulher a ganhar a Medalha Fields

A iraniana Maryam Mirzakhani, primeira e única mulher a ganhador a Medalha Fields, considerada o “Nobel da Matemáticas”, morreu neste sábado, aos 40 anos, nos Estados Unidos vítima de cancro.

Foi Firouz Naderi, cientista iraniano e amigo de Maryam Mirzakhani, a dar a notícia da morte da professora na Universidade de Stanford, através do Twitter. “Uma luz apagou-se hoje…. muito rápido. O meu coração está partido”, escreveu Naderi sobre a mulher que inspirou milhares de outras a ter gosto pela Matemática.

De acordo com a Universidade, Maryam tinha cancro de mama e faleceu após uma “longa batalha” contra a doença. A matemática era docente em Stanford desde 2008.

“Maryam foi-se muito cedo, mas o seu impacto continuará vivo nas milhares de mulheres que inspirou a dedicar-se à matemática e à ciência”, afirmou Marc Tessier-Lavigne, presidente da Universidade de Stanford.

Pessoa humilde, o seu método favorito de trabalhar era rabiscar e anotar fórmulas em folhas em branco, que a filha, Anahita, considerava “pinturas”.

Aos 37 anos, em 2014, Maryam Mirzakhani ganhou a Medalha Fields na abertura do Congresso Internacional de Matemática, em Seul, na Coreia do Sul, e tornou-se a primeira e única mulher a receber esse prémio desde a criação, em 1936. Era também a primeira pessoa iraniana a receber o que é considerado o Nobel da Matemática.

A Medalha Fields premia de quatro em quatro anos até quatro matemáticos com menos de 40 anos por proezas ou feitos notáveis na disciplina. Mirzakhani foi reconhecida pelos “impressionantes avanços na teoria das Superfícies de Riemann e seus espaços modulares”.

Nascida a 3 de maio de 1977, em Teerão, queria ser escritora, mas já na adolescência brilhou ao competir pelo Irão nas Olimpíadas Internacionais da Matemática, onde ganhou a medalha de ouro nas competições de 1994 e 1995.

Formou-se em 1999 na Universidade de Sharif, na capital iraniana, e em 2004 obteve o doutoramento na Universidade de Harvard, no Estados Unidos, onde o seu mentor foi Curtis McMullen, também “Nobel da Matemática”.

Mirzakhani trabalhou como professora assistente na Universidade de Princeton antes de ir para Stanford e, além da medalha Fields, recebeu o Prémio Blumenthal, em 2009, e o Prémio Satter em 2013.

No Irão, as autoridades expressaram condolências. Hassan Rouhani, o presidente iraniano, publicou uma mensagem no site oficial da presidência e disse que “o brilho imbatível da criativa e modesta cientistas fez ressoar o nome do Irã nas comunidades científicas do mundo”.

Maryam era casada com o cientista checo Jan Vondrak, também professor de Stanford, e uma filha, Anahita, de seis anos.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Um dos maiores telescópios do mundo ficou gravemente danificado devido a um cabo partido

O radiotelescópio de Arecibo, um ícone da busca para entender o Universo, sofreu graves danos como resultado do rompimento de um cabo. A causa da quebra e quanto tempo o telescópio demorará a ser consertado …

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …

Escolas devem reabrir normalmente. Governo preparado para decisões diferentes

As escolas devem reabrir em situação de normalidade e só uma evolução negativa da pandemia levará a decisões contrárias, de maior ou menor alcance, que o Governo disse esta quinta-feira estar preparado para tomar. Na conferência …