Morreu Dario Fo, Nobel da Literatura em 1997

emilius da atlantide / Flickr

Dario Fo, Nobel da Literatura em 1997

Dario Fo, Nobel da Literatura em 1997

O escritor italiano, que ganhou o Nobel da Literatura em 1997, morreu, esta quinta-feira, aos 90 anos, devido a problemas respiratórios.

O vencedor do Nobel da Literatura em 1997, Dario Fo, morreu esta quinta-feira, aos 90 anos de idade.

Segundo a imprensa italiana, o escritor e dramaturgo sofria de problemas respiratórios já há alguns meses e estava internado num hospital de Milão há 12 dias.

Esta manhã, o primeiro-ministro Matteo Renzi já enviou as suas condolências à família.

“Itália perdeu um dos seus maiores protagonistas do teatro, da cultura e da vida cívica”, lamentou.

“A sátira, a pesquisa, o trabalho cénico e as suas diversas atividades artísticas são o legado de um dos maiores italianos do mundo“, declarou ainda o primeiro-ministro.

A sua morte acontece exatamente no mesmo dia em que será anunciado o Nobel da Literatura de 2016.

Dario Fo, que também trabalhou como ator, comediante, pintor e compositor, tinha na sátira política a sua maior arma e ganhou maior notoriedade, em 1969, com “O Mistério Bufo”.

É autor de obras como “A Morte Acidental de um Anarquista”, “A Marijuana da Mamã é a Melhor”, “Casal Livre” ou “Não Devemos Pagar”.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Atletas que sorriem durante as corridas gastam menos oxigénio

Os atletas que sorriem gastam menos oxigénio, trabalham de forma mais económica e têm um nível de esforço menor, refere um estudo realizado pelas universidades de Ulster e Swansea, divulgado esta terça-feira. Os investigadores pediram a …

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …