A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre géneros.

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre géneros.

Se a monogamia fosse natural não tínhamos que fazer leis e matar pessoas por causa da poligamia. Não se fazem leis para dormir ou para beber. Mas matam-se pessoas por não serem monogâmicas”, defende o especialista em biologia evolutiva e antropologia, investigador e professor na Universidade de Howard, em Washington, nos Estados Unidos

Autor de mais de uma centena de artigos em revistas como a Nature e autor de mais de uma dúzia de livros, Rui Diogo garantiu em Lisboa, na primeira de uma série de palestras que está a dar em várias cidades de Portugal, que “não há fundamentos biológicos para a monogamia”.

Na natureza nenhuma espécie é monogâmica, incluindo algumas espécies de aves apontadas como tal. As fêmeas dos chimpanzés, que se assemelham ao ser humano, relaciona-se com uma média de oito machos por mês, disse.

Nas palavras do investigador, a poligamia acontece hoje em todas as tribos da Amazónia e uma das provas de que sempre foi assim no passado nas espécies que se estudam é o dimorfismo — características físicas diferentes, como o homem ser mais alto do a mulher. “Os ossos podem dizer se os animais eram monogâmicos”, afirma.

Estudando em profundidade outras espécies conclui-se também que não há uma única em que 8% a 10% dos indivíduos não sejam homossexuais. Há mesmo uma espécie de morcegos em que a percentagem chega a 35%, a mesma percentagem que se admite para o ser humano, e que tal acontece naturalmente, em todas as espécies.

Partindo da biologia e da história o investigador explica depois que o machismo e a diferença entre géneros fazem parte do passado recente da humanidade, que há estudos que indicam que 90% da comida era providenciada pela mulher no tempo dos humanos caçadores/recoletores, e que com a agricultura e as religiões surgiu a imposição da monogamia, mas apenas para a mulher.

Com a agricultura surge o conceito de propriedade. Os meus animais, a minha colheita. E surge a herança. Eu tenho que ter a certeza absoluta de que o filho é meu. A partir da agricultura a mulher torna-se uma propriedade”.

Rui Diogo traça a partir daí um quadro negro para o sexo feminino, a mulher assexuada da era vitoriana, no século XIX, as mulheres bruxas na idade média, queimadas na fogueira, as mulheres alvo de excisão genital entre a população de origem europeia até há 60 anos, a própria aliança de casamento que começou por ser um símbolo de que a mulher tinha dono.

Mas, ainda nas palavras do investigador, o homem só supera a mulher na visão tridimensional e na força física. “O sexo é natural mas o género é construído”, afirma

Segundo o investigador, “as mulheres são mais resilientes, melhores alunas, superam melhor alterações do ambiente” e, diz Rui Diogo sempre citando estudos, são também mais promiscuas, ainda que não o pareçam, porque dizem “o que a sociedade quer que digam”.

E as mulheres são também mais felizes no divórcio, conclui o investigador, porque o casamento foi “uma coisa feita pelos homens e para os homens”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. “…conclui o investigador, porque o casamento foi “uma coisa feita pelos homens e para os homens”.” Este investigador não investigou, simplesmente inventou.

  2. Isto é uma valente cretinice e um esforço de propaganda ideológica, sem qualquer fundamento científico, como de resto é apanágio de grande parte das chamadas “ciências sociais”. Isto integra-se num actual movimento que pretende promover o favorecimento social e a conquista de território cultural por parte de feministas misândricas e lobby LGBTQ.

    Isto merece uma investigação sobre Rui Diogo para apurar as suas reais motivações. algo que farei de seguida.

  3. A investigação deve estar correta. Só os machistas reagem mal a ela. Se as mulheres fossem fracas, santas e outros mitos estupidos que por aí existem os machistas não tinham tido necessidade de subjuga-las como têm feito até agora. Cretinos são todos aqueles que ainda acreditam em mitos e acham que elas são menos que eles. Abram os olhos porque hoje em dia elas não precisam deles nem para ter filhos, basta ter dinheiro e ir ao laboratório. Propaganda??? Não me parece… verdade verdadinha isso sim!

    • Elas apenas precisam da sociedade misandrica em que vivemos e de todos os colinhos, decretos e afins..
      Só precisam de 5 minutos de adianto, de provas mais fáceis, leis estúpidas discriminatórias, só isso.. O mérito vale zero!..
      Gostava mt que houvesse igualdade e houvesse uma sociedade justa, mas parece que a única coisa que importa é que se force em fazer igual o que não o é!.. Pois até qd realmente são melhores, fica a dúvida assim..

  4. A psicologia evolutiva diz que há homens alfa e beta. As mulheres desejam alfas, mas casam com betas. Antes do casamento ser 1:1 os homens Alfa tinha N mulheres dos 18 aos 35. Os betas nuhuma mulher. As mulheres depois dos 35 e os seus filhos eram abandonadas e acabavam na miséria. Por volta do ano 1000 a igreja Católica tornou o casamento monogamico sagrado para evitar estes problemas. Todas as sociedades evolvuiram com monogamia. Caso contrário o suposto natural e biológico, a poligamia levaria a um nível civilizacional da … Amazónia.

    • Todas as sociedades evoluíram ? Depende do conceito de evolução. Nas sociedades onde homens matam e escravizam as mulheres já para não falar na mutilação genital o que existe de evolução ? Homens enxerguem-se . Não fossem as mulheres a cuidar e educar os filhos e logo viam,se dependesse dos tais alfas não tínhamos passado da pré-história. Homens do paleolítico evoluam esses cérebros ou as mulheres não vos vão querer para nada.

      • Sim evoluíram, esses comportamentos que condena estão muito mais presentes precisamente nas sociedades onde a poligamia é aceite… O seu comentário é altamente tendencioso e pobre em moderação, se encara a vida moderna como uma luta entre sexos parece-me que está desalinhado com a realidade e a aproveitar mal o seu tempo.

      • Deves estar a falar do guião para a igualdade, aquela coisa misandrica feita por 20 feministas.. Um guião que vai educar os nossos filhos.. E até aí, já se vê a igualdade, feito exclusivamente por mulheres.. Onde estão as famosas cotas, já nem peço mais..

  5. Luta entre sexos??? Ou mulheres mortas e escravizadas e abusadas a toda a hora? Agora a violência contra as mulheres que há séculos existe e continua a existir porque os homens entendem que as mulheres são propriedades dos homens chama-se luta entre os sexos??? Essa está boa!!!! Já agora como sabe que esses comportamentos estão mais presentes nessas sociedades? Lá publicam estatística sobre a violência contra as mulheres? Ou por acaso o Zulmiro andou por lá a fazer investigação? Publique o seu estudo por favor e talvez me faça mudar de opinião. Aproveite bem o seu tempo e apresente resultados até lhe agradeço. Claro que se deve referir á poligamia masculina mas na notícia é referida também a poligamia feminina. A primeira é muito bem aceite, já a segunda o resultado é a má fama ou mesmo a morte de quem a pratica. Lita entre os sexos??? Machismo isso sim coisa que já enoja. Cumprimentos e passe bem.

  6. Pelos seus comentários deve ser filho de dois homens pois não demonstra respeito nenhum por mulher nenhuma. Os homens assim até dão pena… tadinhos só mesmo as vossas mães é que devem gostar de vocês

RESPONDER

Médicos alertam: técnica de tapar a boca com fita-cola para dormir melhor é perigosa

Chama-se "buteyko" e consiste em encontrar formas de respirar melhor pelo nariz, entre as quais fechar a boca enquanto dormimos. A tendência está a gerar um debate entre os médicos, que consideram esta técnica perigosa. Foi …

Incentivos financeiros ajudam pessoas a deixar de fumar

Fumar mata um em cada dois fumadores ávidos, mas desistir leva a grandes melhorias na saúde, aumento da esperança de vida e poupança de custos com cuidados de saúde. Pagar às pessoas para pararem de …

Há uma coisa simples que podemos fazer para combater as alterações climáticas: falar sobre o problema

A preocupação com as alterações climáticas pode ser muitas vezes um fardo solitário, mas a verdade é que não precisa de ser assim. De acordo com um novo estudo, simplesmente falar sobre o assunto com …

Em busca das duas princesas alemãs. Vaticano analisa ossários após encontrar túmulos vazios

Os trabalhos começaram esta manhã no cemitério que fica dentro das muralhas do Vaticano e foram analisados os restos dos dois ossários, explicou o porta-voz interino da Santa Sé, Alessando Gisotti. Os ossários estavam perto dos …

Miguel Pinto Lisboa é o novo presidente do Vitória de Guimarães

Miguel Pinto Lisboa foi eleito, este sábado, o novo presidente do Vitória de Guimarães, avança a imprensa portuguesa. Os números ainda não são oficiais, mas as primeiras projeções indicam que o candidato de 47 anos da …

Incêndios em Castelo Branco e Santarém. Há quatro bombeiros feridos, um em estado grave

Dois incêndios em Castelo Branco estão a mobilizar mais de 500 operacionais e 15 meios aéreos. Há estradas cortadas e aldeias evacuadas. Dois incêndios em povoamento florestal, todos no distrito de Castelo Branco, um no município …

"É contra a vontade de Deus". Família que se recusou a pagar impostos é condenada na Austrália

Uma família cristã australiana recusou-se a pagar impostos, alegando que é "contra a vontade de Deus". Em tribunal, o juiz obrigou a pagar 1,3 milhões de euros. Em 2017, na Tasmânia, uma família cristã não pagou …

David guardou uma pedra durante anos pensando que era ouro. Afinal, era bem mais raro que isso

Em 2015, David Hole estava a explorar Maryborough Regional Park, perto de Melbourne, na Austrália. Com um detetor de metais, descobriu algo fora do comum: uma rocha avermelhada muito pesada que repousava em argila amarela. Maryborough …

Quadro roubado por soldado nazi é devolvido a museu de Florença

O quadro de natureza-morta tinha sido roubado do museu por um soldado nazi como um presente para a sua esposa. Agora, o quadro foi devolvido ao museu pelos alemães. Um soldado nazi em retirada de Itália …

Um segundo. Foi o tempo que a Inteligência Artificial precisou para resolver um cubo mágico

Investigadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveram o DeepCubeA, um algoritmo capaz de resolver o desafio do Cubo de Rubik em pouco mais do que um segundo.  De acordo com a equipa de investigadores …