/

Moedas tem desafios identificados em Lisboa (e estratégia desenhada na sombra de Passos)

5

Rodrigo Antunes / Lusa

Comício da candidatura à presidência da Câmara Municipal de Lisboa pela Coligação Novos Tempos, Carlos Moedas

A vitória de Carlos Moedas contou com a participação de “estrategas” ligados a Pedro Passos Coelho. O novo autarca já identificou os desafios que têm de ser enfrentados em Lisboa.

Carlos Moedas saiu por cima na batalha eleitoral em Lisboa, mas não se pode declarar o único vencedor. O novo autarca lisboeta terá de convencer PS, PCP e BE dos seus projetos para a cidade. Moedas conta com seis vereadores, mas o ex-edil Fernando Medina tem com ele outros seis, a CDU tem dois e o Bloco tem um.

Miguel Morgado, antigo assessor político de Pedro Passos Coelho, compara a situação de Moedas à de António Costa, “que nem as eleições de 2015 ganhou e conseguiu formar governo com partidos que classificava de extrema-esquerda e os requalificou de moderados”.

Um dos desafios de Moedas, de acordo com o Diário de Notícias, será a “reestruturação administrativa” da câmara. Isto passará por “livrar-se de alguns dos caciques do PS que se foram instalando nos Paços do Concelho”.

Morgado diz ainda que Moedas decidiu várias coisas de estratégia durante a campanha “que não agradou a toda a gente e que implicou ruturas com a prática do PSD e do CDS”.

O DN sabe que Carlos Moedas não estará preocupado com as finanças da autarquia. O seu foco será mesmo o conjunto de promessas que fez aos lisboetas.

São elas: devolver o máximo de IRS aos lisboetas (5%); implementar 50% de desconto no estacionamento EMEL para os residentes; tornar os transportes públicos gratuitos para os residentes menores de 23 e maiores de 65; e começar a resolver o problema da habitação na cidade.

As ciclovias, que foram uma das bandeiras de Fernando Medina, também vão ser avaliadas, de forma a decidir as que manter, alterar ou até acabar. A ciclovia da Avenida Almirante Reis será mesmo para findar.

Moedas quer também concretizar a Assembleia de Cidadãos, para serem ouvidos sobre os vários projetos para a cidade.

Ao lado de Moedas, durante a campanha eleitoral, estiveram várias figuras próximas de Pedro Passos Coelho. Além de Miguel Morgado, também António Leitão Amaro, Sofia Galvão, João Marques de Almeida e Alexandre Relvas colaboraram com o novo presidente da câmara de Lisboa.

A colaboração destas figuras foi feita discretamente, já que não tinham ligação formal à estrutura da candidatura de Carlos Moedas, escreve o Público.

No discurso de vitória, Moedas agradeceu ainda a Nuno Morais Sarmento, o seu “querido querido amigo” que foi indicado para acompanhar a candidatura a Lisboa.

  Daniel Costa, ZAP //

5 Comments

  1. Ao contrário do Passos, o Moedas parece ter alguma competência e tem algum currículo e portanto não se deve rodear de “negociantes” com o Relvas, etc…

  2. Lisboa está velha, precisa de ser restaurada na habitação e ruas, não poderá ser apenas um trabalho camarário, mas sim com a colaboração de todos os proprietários, certamente muita coisa terá que mudar para não insistirem no faz de conta que nada resolve, mas só aumenta os problemas, ciclovias numa cidade antiga e em espaços estreitos para a vida atual, parece ter sido uma brincadeira de mau gosto!

  3. vamos ultrapassar o ciclo em que cada um fazia o que queria e sem qualquer tipo de responsabilidades embora estivessem a cometer enormes ilegalidades e atrocidades , e a tentar fazer justiça com injustiça , gente ” funcionarios ” que nao tem a menor noçao do que e competencia profissionalismo e acima de tudo moral e humanidade , passo a minha vida nas GALINHEIRAS , pois e ai que cresci ,ai e agora que reside a minha atividade , ando por ai a cerca de 60 anos conheço as GALINHEIRAS e suas gentes como a palma das maos, esta parou no tempo a 3 ou 4 decadas mantendo em todos estes anos o seu aspeto decadente deteriorando se a cada dia , com uma posiçao geografica de excelencia, acessos idem , mas mesmo assim na suscita o interesse imobiliario , pois os responsaveis nunca criaram esses ingredientes que tornassem esta zona apetecivel pois a falta de limpeza e notoria, as vilas , as construçoes clandestinas e por sua vez as AUGIS que nao tem soluçao, e mesmo assim em relaçao as estes terrenos em AVOS paga se IMI , e certas entidades insistem que estas quintas sao publicas , e capazes de cometer as maiores ilegalidade , so ha la uma antiga quinta que foi legalizda disponibilizando assim salvo erro cerca de 7 lotes urbanos com 2 parques de estacionamento cujo acesso e em terra batida , no entanto SR MOEDAS ira receber uma carta minha com um texto de contestaçao igual a que foi enviada ao SR MEDINA a ceca de 17 meses e a qual nao otive qualquer resposta , TAL O DESPREZO PELO MUNICIPE ,assinado PRESIDENTE DA COMISSAO DE PROPRIETARIOS DA RUA DO EUCALIPTO ,QUALQUER DUVIDA DISPONHA ,andamos a 30 anos a tentar legalizar a quinta

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE