Misteriosas inscrições com 2.000 anos encontradas em Israel intrigam arqueólogos

Shai Halevy / Israel Antiquities Authority

Algumas das inscrições encontradas pelos arqueólogos no banho ritual em Jerusalém

Algumas das inscrições encontradas pelos arqueólogos no banho ritual em Jerusalém

Arqueólogos israelitas estão a tentar descodificar inscrições antigas descobertas numa escavação em Jerusalém.

As inscrições foram encontradas nas paredes de uma câmara antiga, com vestígios de uma banheira escavada na pedra, usada para o mikvá, um tradicional ritual de banho judaico.

Os arqueólogos estimam que as inscrições sejam de há 2 mil anos atrás.

Os especialistas estão agora a tentar decifrar as palavras, que parecem ser em aramaico, e os diversos símbolos encontrados, entre os quais um barco e palmeiras.

Segundo os arqueólogos, as inscrições podem até ser simples pinturas decorativas, mas provavelmente terão significado religioso.

Shai Halevy / Israel Antiquities Authority

A escavação onde as inscrições foram encontradas tem mais de 2 mil anos

A escavação onde as inscrições foram encontradas tem mais de 2 mil anos

Segundo a IAA, Autoridade de Antiguidades de Israel, um dos símbolos pode ser um menorá, um candelabro de sete braços, um dos principais símbolos do Judaísmo. Algumas das inscrições podem ser nomes.

A descoberta ocorreu quando funcionários da IAA inspeccionavam o local, no distrito de Arnona, no qual estava prevista a construção de uma creche .

Nos muros, encontravam-se letras em aramaico, a língua falada há 2 mil anos, escritas no estilo cursivo hebraico. Segundo a IAA, tal “era comum no final do período do Segundo Templo”.

Foi também encontrada uma série de símbolos escritos com lama ou rabiscados no gesso.

“Não há dúvida de que esta é uma descoberta muito significativa”, afirmaram os arqueólogos responsáveis pela escavação, Royee Greenwald e Alexander Wiegmann, citados pela BBC.

Shai Halevy / Israel Antiquities Authority

As inscrições foram escritas em aramaico com alfabeto hebraico

As inscrições foram escritas em aramaico com alfabeto hebraico

“Tamanha concentração de inscrições e símbolos tão antigos num sítio arqueológico e num estado tão bom de conservação é algo muito raro, único e até intrigante.”

Os símbolos e as inscrições já foram transferidos do mikvá para laboratórios de conservação.

A Autoridade de Antiguidades de Israel planeia exibir as inscrições em público brevemente.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-Presidente do Sudão admite ter recebido mais de 80 milhões da Arábia Saudita

O antigo Presidente do Sudão, que foi deposto em abril após vários meses de protestos, começou a ser julgado esta segunda-feira por corrupção. O julgamento por corrupção do ex-Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, começou esta segunda-feira e, …

Hong Kong. Funcionário do consulado britânico desaparece após enviar mensagem à namorada a pedir para rezar por ele

A 08 de agosto, Simon Cheng Man-kit, de 28 anos, estava a regressar a Hong Kong depois de ter estado na cidade chinesa Shenzhen. No momento em que, a bordo de um comboio de alta …

Open Arms. Procurador siciliano ordena apreensão do navio e desembarque imediato dos ocupantes

Luigi Patronaggio, o procurador da cidade de Agrigento, na Sicília, ordenou esta terça-feira a apreensão do navio Open Arms e o desembarque imediato dos quase 100 migrantes africanos que este levava a bordo. O jurista, que …

Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com …

Em resposta a Macron, Putin diz que autoridades agiram para evitar situação igual à dos "coletes amarelos" em França

O Presidente da Rússia Vladimir Putin disse, durante um encontro com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, que as autoridades russas agiram para garantir que as manifestações dos seus opositores permanecem dentro "da lei", evitando …

Gémeas que viviam em garagem estavam sinalizadas há seis anos

As gémeas de 10 anos que viviam numa garagem no concelho da Amadora estavam sinalizadas há seis anos pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a sua situação conhecida pelo Ministério Público …

Afinal, duração máxima dos contratos a prazo no Estado também baixa para dois anos

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, assumiu o compromisso de emitir uma orientação aos serviços da Administração Pública para respeitarem a redução da duração máxima dos contratos a prazo de …

Turistas franceses arriscam seis anos de prisão. Roubaram areia de uma famosa praia em Itália

Um casal francês foi detido ao transportar 40 quilos da famosa areia da ilha da Sardenha, em Itália, e agora pode enfrentar até seis anos de prisão, caso a justiça italiana os considere culpados. O casal …

Pedro Dias transferido de Monsanto para Coimbra

Pedro Dias, condenado a 25 anos de prisão pelo triplo homicídio de Aguiar da Beira, distrito da Guarda, em outubro de 2016, foi transferido da prisão de segurança especial de Monsanto, em Lisboa, para o …

Após três dias de inferno, incêndio na Grã Canária começa a perder força

O incêndio florestal na ilha espanhola de Grande Canária começou esta madrugada a perder força após três dias em que esteve incontrolável, anunciou esta terça-feira o presidente, Ángel Víctor Torres. As primeiras notícias do dia sobre …