Mistério dos estranhos “empurrões” no campo magnético da Terra resolvido

NASA Goddard / Flickr

Conceito de artista do Campo Magnético da Terra

O campo magnético da Terra sofre anomalias imprevisíveis, rápidas e intensas conhecidas como solavancos geomagnéticos. Agora, o mistério foi finalmente resolvido.

Os mecanismos por trás deste fenómeno permaneceram um mistério até à mais recente descoberta de um investigador do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), em França. Em conjunto com um colega dinamarquês, esta equipa criou um modelo de computador para explicar estes empurrões geomagnéticos. O artigo científico foi publicado esta segunda-feira na Nature Geoscience.

Estes tremores geomagnéticos, inicialmente descritos em 1978, são eventos imprevisíveis que aceleram abruptamente a evolução do campo magnético da Terra e distorcem as previsões do seu comportamento numa escala de vários anos.

É importante ressaltar que o campo magnético da Terra influencia várias atividades humanas, nomeadamente o estabelecimento da localização em smartphones e até o voo de satélites de baixa altitude. Neste sentido, é essencial prever com precisão a sua evolução.

No entanto, os empurrões geomagnéticos apresentaram desde sempre um problema para os geofísicos.

O campo magnético da Terra é produzido pela circulação da matéria dentro do seu núcleo metálico, através da energia libertada quando esse núcleo arrefece. Os cientistas sabem que são dois tipos de movimentos os causadores deste tipos de variação: aqueles resultantes do movimento de convecção lenta, que podem ser medidos na escala de um século, e aqueles resultantes de ondas hidromagnéticas “rápidas”, que podem ser detetadas na escala de alguns anos.

Os cientistas suspeitavam que este último movimento desempenhou um importante papel nos solavancos. No entanto, a interação dessas ondas com a convecção lenta, juntamente com o seu mecanismo de propagação e amplificação, ainda não tinha sido demonstrada.

Aubert et al. / IPGP / CNRS

Para resolver o mistério, Julien Aubert desenvolveu uma simulação de computador muito próxima das condições físicas do núcleo da Terra. A simulação exigiu o equivalente a quatro milhões de horas de cálculo e foi realizada graças aos supercomputadores da GENCI (Genci Grand Équipement National de Calcul Intensif).

Foi desta forma que os especialistas conseguiram reproduzir a sucessão de eventos que resultaram nos tais solavancos geomagnéticos, que surgem na simulação de ondas hidromagnéticas emitidas no núcleo interno. Segundo o Phys.org, as onda são focalizadas e amplificadas à medida que se aproximam do núcleo, causando distúrbios magnéticos comparáveis – em todos os sentidos – aos solavancos observador.

Esta reprodução digital e a compreensão destes empurrões abre o caminho para melhores previsões do campo magnético da Terra. A identificação da causa das variações do campo magnético poderia também ajudar os geofísicos a estudar as propriedades físicas do núcleo e do manto interno da Terra.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Greve na limpeza vai parar Hospital de São João no Porto

Os trabalhadores da limpeza do Hospital de São João, no Porto, entraram em greve este sábado. As desinfeções em ambulatório ou a limpeza de consultórios e da urgência não estão a ser feitas. Na …

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …