Ministro da Educação explica como vão ser os exames do 11.º e 12.º ano

Mário Cruz / Lusa

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues

O ministro da Educação explicou, esta segunda-feira, como vão funcionar os exames do Ensino Secundário e anunciou que os estudantes do escalão B também vão poder almoçar nas escolas.

Entrevistado no Fórum TSF, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, assegurou que, se houver uma decisão de reabrir as escolas, “serão adotadas todas as cautelas”, como a desinfeção dos estabelecimentos e o uso obrigatório de máscaras.

Nesse sentido, o governante admitiu também que está em estudo a possibilidade de as aulas presenciais não serem obrigatórias, podendo os alunos ver as suas faltas justificadas.

Numa altura de incerteza em relação à data de regresso, o primeiro-ministro, António Costa, deixou apenas uma certeza: “Há uma decisão tomada e definitiva. O ensino básico não terá aulas presenciais até ao final do ano letivo”.

Questionado sobre se poderá existir contratação de professores no próximo ano letivo, Brandão Rodrigues afirmou que “é importante avaliar em cada momento a necessidade de contratar ou não”, lembrando que sempre que é necessário substituir um docente, essa substituição é feita “num prazo de 15 dias”.

“Todas as respostas terão de ser pensadas para o momento em concreto”, admitiu.

Relativamente aos exames do 11.º e do 12.º ano, o ministro explicou que os alunos poderão, por exemplo, “escolher responder a oito de dez itens”, o que permitirá “alguma margem de manobra para que, se algum aluno entender que alguma da matéria não foi consolidada, não seja prejudicado”.

“É uma aproximação, não é a situação ideal, mas permite mitigar constrangimentos que existam”, considerou o ministro, acrescentando que isto ” será trabalhado pelo Instituto de Avaliação Educativa”.

Brandão Rodrigues anunciou ainda que os estudantes do escalão B também vão ter direito a refeições diárias nas escolas, medida que, para já, só estava disponível para alunos de famílias com menores rendimentos.

ZAP //

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Olá. Tenho a seguinte dúvida. Como agora os exames não contam como nota interna, quem está no 11 ano, a medida também se prolonga para o 12 ano? Ou seja, se alguém não precisar de Português para entrar na universidade terá de fazer exame á mesma? Ou passa com a nota interna da disciplina desse ano? Obrigado

  2. Olá Afonso.
    A medida prolonga-se para o 12º ano, claro. Se não precisa da disciplina de português para acesso não precisa de fazer o exame.

    • Tenho 2 filhos a frequentar o ano 0 da faculdade Fernando Pessoa ,os dois não tem o exame que serve de prova de ingresso ,com isto tudo devia não ser obrigatório o exame ,como o governo fez com os alunos dos cursos profissionais,a verdade é que os meus filhos não precisam de média,já estão a frequentar a faculdade e passaram com nota positiva à disciplina ,só não conseguiram nota de exame .Estâo presos a este exame se não passarem não podem progredir nos estudos .

  3. Olá! Como deve calcular, as medidas adotadas pelo governo no que diz respeito aos meios de avaliação são excecionais dada a atual situação do país e do mundo. O exame de português é realizado no 12° ano pelo que se o aluno estiver ainda no 11° ano, apenas o realizará no ano seguinte. Segundo sei, as medidas aplicadas no ano presente não entrarão em vigor de forma definitiva ( ou seja, seguindo esta lógica, no próximo ano tudo “voltará à normalidade”).
    Contudo, o aluno que se encontre este ano no 11°ano, também não necessita de realizar os dois exames obrigatórios para concluir a disciplina, mas sim aquele/s que à posteriori lhe servirá/ão como prova de ingresso. Tal como refere na questão, realizando ou não exame este ano, a classificação final do aluno corresponderá a nota interna. O exame deixa assim de ter o normal peso de 30% na classificação final. Terá no entanto um peso posteriormente no acesso ao ensino superior .
    Espero ter ajudado.

    • Eu por exemplo inscrevi me nso exames de biologia e geologia e no de filosofia. Porém, agora que as nittas de exame não contam para a média final da disciplina, gostaria de realizar também o exame de física e química! Sabe se é possível realizar os 3 nesta situação?

  4. Bom dia,
    Tenho uma dúvida que gostaria de ver esclarecida.
    As aulas presenciais são para todos os alunos da turma ou apenas para os que vão fazer o exame? P. ex. um aluno que frequente português, mas não precise fazer o exame necessita de frequentar as aulas presenciais?
    Obrigada.

  5. É evidente que para os alunos não efectuarem o exame de português é um alívio. Nas escolas portuguesas ensinam a lingua brasileira. O poder ao serviço de interesses obscuros. Defender a lingua portuguesa é defender a parte crucial da nossa existência como povo soberano e independente.

  6. Estando a classe dos docentes muito envelhecida, muitos destes profissionais, têm, além da idade, fatores de risco como hipertensão, doenças cardíacas, diabetes. Estes docentes serão obrigados a dar as aulas presenciais? E, se não forem, como serão substiuídos? Há professores disponíveis? Há dinheiro para pagar a mais professores? Será que o Ministério pensou nisto? Outra: Os alunos são jovens, logo, menos sujeitos a padecerem de efeitos graves do Covid-19. Mas os seus familiares, alguns de idade avançada e com doenças? Não serão os alunos veículos de transmissão do vírus? Poderão as famílias estar descansadas?

  7. Boa tarde,
    tenho uma duvida, sou aluna do12 ano no ensino profissional e quero ingressar na área de engenharia informática em que as provas de ingresso são Matemática e Físico-química.
    Mas disseram-me que por ser aluna do ensino profissional tenho também que fazer o exame de Português, verdade?

    Obrigada

  8. No ano passado já conclui o 12 ano, mas não consegui entrar no curso que pretendia e fiquei de fora, então parei um ano e estou a assistir ás aulas para fazer melhoramento de nota, estou inscrita em dois exames para efetuar melhoramento, vou conseguir efetuar esses exames? Como será calculada a minha média, diferente dos outros que não vão ser obrigados a fazer exame?
    Obg
    Raquel

    • O melhor é ficar mais um ano para fazer alguns progressos, nomeadamente, ao nível do Português. Desde logo, para passar a utilizar melhoria em vez de melhoramento que, geralmente, está afeto a obras e a aprender a utilizar os acentos na ida “…ás aulas…” como mal refere.

      • Parabéns és o herói das correções!!! Em vez de estar a corrigir erros ortográficos se ajudasse é que eras fino.

        Não sei se tem muitos erros, no telemóvel nem sempre funciona o corretor, podes sempre corrigir. Já agora é mandar alguém para o carvalho, ou pró carvalho…..

  9. O meu filho está inscrito para o exame como aluno externo de matemática, ele pode fazer o exame e essa nota conta como nota final para se poder candidatar ao ensino superior? Assim como estava inscrito para fazer melhoria em físico-química do 11ano pode fazer esse exame.?
    Obrigada
    Cumprimentos

  10. Boa tarde
    Eu inscrevi me nos exames do 12° ano de português e história A, na folha de inscrições assinalei que seriam provas de ingresso, porque assim me foi dito para fazer embora sejam exames dos quais eu não necessito para a area que pretendo seguir.
    O exame que irei utilizar é de geografia A, já o fiz o ano passado .
    Tenho que fazer o de português e história A?

  11. Boa noite
    Tenho uma dúvida
    Se não necessito de fazer exame de português 12° como irá ser feita a minha avaliação dessa disciplina
    Ficará como era nos anos anteriores as notas da disciplina de 10,11 e 12?

  12. Boa tarde, trago aqui uma dúvida.
    Estou neste momento a acabar o 12°ano e pretendo progredir com os meus estudos.
    O curso que quero tirar pede-me o exame de matematica ou economia.
    Faço um desses ou o que a universidade pede?
    Aguardo resposta.

  13. Parabéns és o herói das correções!!! Em vez de estar a corrigir erros ortográficos se ajudasse é que eras fino.

    Não sei se tem muitos erros, no telemóvel nem sempre funciona o corretor, podes sempre corrigir. Já agora é mandar alguém para o carvalho, ou pró carvalho…..

  14. O meu filho está no 12ºano, área de humanidades. Pretende ingressar no próximo ano num Curso Superior Técnico Profissional numa escola privada, que só exige o ensino secundário completo, e dispensa a realização de exames. No entanto se mais tarde ele decidir avançar para uma licenciatura, poderá ser impedido por não ter realizado exames do 12º, este ano? O ano passado realizou o exame de geografia e inglês.
    Agradeço antecipadamente a resposta.

  15. Boa tarde,

    Tenho 1 filho a frequentar o ano 0 no Instituto Superior Tecnologias Avançadas ,ele conluio a disciplina com nota positiva mas no exame teve 9 a Matemática que serve de prova de ingresso ,com isto tudo será obrigatório fazer o exame?
    É que ele não precisa de média, já estão a frequentar a universidade será que vai ficar preso a este exame se não passar? E não vai poder progredir nos estudos ?

RESPONDER

Benfica 2-0 Vitória SC | "Águia" vence e adia festa do Porto

Não foi esta terça-feira que o FC Porto festejou o 29º título de campeão nacional. Na recepção ao Vitória Sport Clube, o Benfica venceu por 2-0, num embate relativo à 32ª jornada da Liga NOS, …

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …