Ministro da Administração Interna põe os guardas na rua para o cão não ladrar

Tiago Petinga / Lusa

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O ministro da Administração Interna exigiu que os guardas da GNR – destacados para proteger a sua casa – ficassem no exterior porque o cão não parava de ladrar. A Associação de Guardas apresentou queixa ao comandante-geral.

Os militares do destacamento da GNR de Santarém, que fazem a segurança à casa de Eduardo Cabrita, foram colocados fora da casa do ministro da Administração Interna para não incomodarem o cão. O animal ladrava quando sentia a presença dos elementos da força policial.

Mas o problema vai muito para além do cão de Eduardo Cabrita. Segundo o Mirante, os guardas da GNR que protegiam a casa do ministro dizem não ter condições para desempenhar a função.

A Associação de Profissionais da Guarda (APG/GNR) revelou ao Observador que enviou um “ofício ao comandante-geral da GNR expor a situação“, com reclamações acerca da falta de condições que os militares de guarda à casa do Ministro têm.

Os guardas eram forçados a deslocarem-se à coletividade mais próxima da vivenda dado que não tinham forma de ir à casa de banho. De acordo com o presidente da APG/GNR, César Nogueira, os militares já têm acesso a uma pequena casa de banho junto à piscina do ministro, mas continuam sem um local para fazerem uma refeição“.

O guardas defendem que o ministro deve criar condições para o mínimo conforto e, apesar de entenderem que o cão ladre a estranhos, a situação não impede que sejam dadas as mínimas condições para os militares cumprirem o seu trabalho.

O Observador salienta ainda que a segurança à casa de Eduardo Cabrita, trouxe problemas a mais três postos de GNR na zona de Santarém. O posto de Almeirim, por exemplo, ficou desfalcado de militares para a segurança da população. No entanto, a APG/GNR garante que vão ser recrutados elementos da unidade de intervenção para resolver a situação.

Em relação ao episódio insólito do cão do ministro, o presidente da APG/GNR lamenta. “Se o ministro que nos tutela não cria condições para os guardas na sua própria residência, será que o vai promover no resto do país onde há situações ainda mais complicadas? São estas pequenas atitudes que contam“.

ZAP //

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. A Urbanazinha – que doçura de mulher – apesar de ter ficado meio taralhouca com a confusão dos incêndios e com a pirraças e pequenas vinganças que havia dentro da protecção civil e desta com o bombeiros, sempre era outra louça humanamente falando. Pelo menos, emocionava-se e condoía-se ante o sofrimento alheio. Agora este ja**do que está no cargo de ministro da administração interna, além de ter cara de maus fígados e de ditador tipo Pinochet e de ter um curriculum que não é um curriculum qualquer, mas um curriculum do car**ho, julga-se tão importante no cargo que põe os cães acima das pessoas, ainda por cima daqueles que lhe estão a defender a pele, como se a sua pele valesse sequer 10 tostões. Não estou a defender a GNR porque eles não precisam que os defendam, mas a verdade é que já vi militares, em outras situações diferentes destas, a serem igualmente maltratados, quando estavam a tentar dar o seu melhor e como se não fossem homens e mulheres como os demais. Precisamos todos de aprender a saber cuidar melhor uns dos outros, porque nisso consiste a verdadeira solidariedade e a verdadeira administração interna. E esse cabrita que não nos polua os olhos, os ouvidos e a cabeça e que se ponha ao fresco com o seu cão, até porque não o temos capaz de nada de útil.

  2. Aqui estamos a falar de uma vivenda com acesso á casa de banho,( da piscina) e os que guardam apartamentos? Têm casa de banho e sitio para refeições? Não…ficam muitas vezes a porta do predio…e os que fazem guarda de honra aos monumentos? Há coisas a que eu chamo de ” frescuras”.

  3. A ver se entendo. O cão do ministro é um pastor alemão, um collie ou um castro laboreiro? É que se for, o canídeo apenas cumpre a sua função de proteger as “cabritas”, e por essa razão ladra aos GNR pois assume-os como concorrência desleal…eheheheheh

    • E o cão tem toda a razão!
      Resta saber se o cão está autorizado a exercer funções de segurança privada e se tem licença par ao efeito. Se não tiver autorização deve ser imediatamente detido.

  4. Também deve ser lixado um pessoa querer se peidar à vontade na sua própria casa e ter de estar a levar com desconhecidos a toda a hora. Isto não é noticia.

  5. O homem é como todos os outros… nunca trabalhou na vida!! Fantástico!

    Nome Completo
    Eduardo Arménio do Nascimento Cabrita
    Data de Nascimento
    1961-09-26
    Habilitações Literárias
    1º Ciclo
    2º Ciclo
    3º Ciclo
    Ensino Secundário
    Licenciatura em Direito
    Profissão
    Jurista
    Cargos exercidos
    Alto Comissário da Comissão de Apoio à Reestruturação do Equipamento e da Administração do Território (XIII Governo)
    Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Justiça (XIV Governo)
    Deputado na IX ,XI e XII Legislaturas
    Secretário de Estado-Adjunto e da Administração Local (XVII Governo)

    Fonte: https://www.parlamento.pt/DeputadoGP/Paginas/Biografia.aspx?BID=1987

    • Porque será que estes comentadores só acham que é trabalho, se andarem nas obras, a servir em restaurantes, conduzir autocarros etc. etc. Tudo o resto não é trabalho

      Será que a pessoa “o homem certo, para o lugar certo” estará mesmo no lugar certo? Ou vive à conta dos outros?

      • E estar ad eternum a legislar sobre realidades que não conhece minimamente é trabalho?…. Olhe… vá para o trabalho!

      • E “governar” a vida de milhões de pessoas é algo para ser entregue a alguém cuja principal qualificação é ser um yes-man do partido (de quem depende estritamente para ter “um lugar”)?
        Belo critério. Quando o” resto” de portugal arder na 1ª oportunidade, lembrem-se deste comentário. sff. É “só” disso que estamos aqui a tratar.

        • É que a maioria deste pseudopolíticos da treta nunca fizeram nada para além de estar na Assembleia da República ou numa qualquer Autarquia ou Instituto Público! Deveria ser proibido ser-se deputado mais do que um mandato e ser governante sem ter um mínimo de 15 anos de experiência profissional na pasta em causa.

  6. Nao estou interessado em medir os peidos do sr. Ministro, gosto de privacidade, de me peidar à vontade mas não gosto de partilhar o cheiro. A questão do ladrar é jornalistica, estes nunca pensaram em fazer a noticia com um cão a miar o que na realidade iria aumentar os leitores, falta de visão

  7. O problema não está nos que dão a cara. O problema está nos que estão por trás do pano, empresas e institutos publicos, sgps, etc…
    Fica-lhe mal essa devassa, é um dos poucos serios e integros.

  8. Voltaire, no conto «ZADIG» conta as histórias da CADELA DA RAINHA e do CAVALO DO REI…
    Nos tempos da cleptocracia fala-se do CÃO DO MINISTRO… Quais serão os objectos ou animais de estimação do Sr. presidente e do Sr. 1º ministro?

  9. Quanto a mim tudo isto é intolerável senão vejamos, ainda à dias uma discoteca coisa que não aprecio mas que outros utilizam foi fechada por desacatos fora da mesma e por falta de segurança no local que competiria às forças de segurança que pelos vistos não põem lá o pé, um indivíduo ficou em Coimbra ás portas da morte ás mãos de dois ciganos mais do que conhecidos das autoridades e fartos de serem postos em liberdade pela justiça deste país e já foram vistos em liberdade menos pelas autoridades e pessoas a morrerem nas suas casas ás mãos de ladrões muitas delas velhotes e indefesos é coisa frequente neste país de brandos costumes no entanto o senhor ministro acha-se no direito de ter guarda à porta certamente como muitos outros da sua classe enquanto ele como ministro da AI se julga no direito de estar bem protegido está-se borrifando para a segurança daqueles que tem por dever proteger.

RESPONDER

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …