Ministra da Justiça admite classificar violência doméstica como tortura

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, disse na quarta-feira que o alargamento do conceito da tortura a situações relacionadas com a violência doméstica “é uma questão a ser analisada”, no âmbito de um conjunto de obrigações que resultam “de convenções e tratados internacionais de que Portugal faz parte”.

“Há sempre questões que eventualmente ficam ao lado ou são questões que ficam marginalizadas”, reconheceu a ministra, durante a inauguração do Espaço de Intervenção e de Assessoria no Combate à Violência da Comarca de Lisboa Oeste – Espaço IACV -, no Tribunal Judicial de Sintra, noticiou o Público, citando a agência Lusa.

Francisca Van Dunem acrescentou que irá analisar a questão e se verá a “sequência é que é possível dar” em termos da transposição para o direito nacional, respondendo dessa forma ao desafio deixado por Margarida Medina Martins, da Associação de Mulheres contra a Violência (AMCV).

Margarida Medina Martins desafiou o Governo a adotar, à semelhança de outros países, “o alargamento do conceito da tortura”, enquanto “tratamento desumano com caráter continuado”, nas “questões da violação, da violência doméstica e da mutilação genital feminina”.

“Muitas das situações com que nós nos confrontamos na área da violência doméstica e de género perfazem precisamente esta situação” de violência com caráter continuado, “perfazendo precisamente o quadro da Convenção da Tortura”, frisou a responsável.

No seu entendimento, o “desafio político” que deixou “vai permitir um maior reconhecimento e valorização dos testemunhos que as vítimas sobreviventes vão dar”, pois “não se trata na maior parte das vezes de casos pontuais, mas de situações de terror induzido, praticado ao longo dos anos”.

A inauguração do Espaço IACV na comarca de Lisboa Oeste contou também com a presença da Procuradora-geral da República, Lucília Gago, da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Viera da Silva, e da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.

O novo espaço surge na sequência de vários protocolos com o Governo para a criação de gabinetes de atendimento a vítimas de violência doméstica nas instalações de seis dos Departamentos de Investigação e Ação Penal (DIAP) do país.

Além da Procuradoria-geral da República, os protocolos envolvem a parceria da AMCV, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e a União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR).

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Grande carruagem cerimonial descoberta quase intacta em Pompeia

Uma grande carruagem cerimonial de quatro rodas, com elementos de ferro, decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e vestígios de elementos orgânicos, como cordas, foi encontrada quase intacta na área arqueológica de …

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …