Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

Pool / Getty Images / AFP

Robert Durst

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a 2000.

O excêntrico milionário de 78 anos, que arrisca prisão perpétua quando a sentença for lida, em 18 de outubro, foi condenado pelo homicídio em primeiro grau de Susan Berman (o equivalente a homicídio qualificado), segundo a agência de notícias Associated Press (AP).

Berman foi encontrada morta na sua mansão de Beverly Hills, com um tiro na cabeça, depois de ter sido interrogada pela polícia sobre o desaparecimento da primeira mulher de Robert Durst, Kathleen McCormack.

Kathleen desapareceu sem deixar rasto em 1982, depois de manifestar o desejo de se divorciar do marido, num caso ainda por esclarecer.

A tese da acusação é que Robert Durst teria acabado por matar Susan Berman para a impedir de denunciar o caso à polícia de Nova Iorque.

O milionário, que se declarou inocente, foi detido em março de 2015, na véspera da transmissão do último de seis episódios de um documentário sobre a sua vida, exibido pela HBO, intitulado “The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst”.

O documentário inclui as declarações de Robert Durst em que, a falar sozinho na casa de banho, com o microfone sem fios a gravar, admite ter matado três pessoas: “O que é que eu fiz? Matei-os a todos, é claro“.

Herdeiro de uma família de Nova Iorque que enriqueceu com negócios no imobiliário, Durst está na mira da justiça há mais de três décadas, por ser considerado suspeito de crimes ainda por resolver.

“The Jinx” revisitou outro episódio sangrento na vida do milionário: o homicídio de um vizinho, que depois teria desmembrado e atirado ao mar, numa tentativa de fazer desaparecer o corpo.

Na altura, Durst fugiu para o Texas, vivendo num pequeno apartamento, disfarçado de mulher e fingindo ser mudo.

O milionário acabaria por ser absolvido do crime, graças a uma equipa de advogados de luxo, que alegaram uma combinação de autodefesa, disparo acidental e embriaguez.

Durante o julgamento pela morte de Susan Berman, o procurador garantiu que havia “uma montanha de provas” contra Durst, responsável, segundo a acusação, por três homicídios.

É um triplo homicida que conseguiu escapar até hoje a qualquer responsabilidade”, acusou.

O julgamento de Robert Durst começou em março de 2020, após um longo processo, em Los Angeles.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Abel, o que fizeste é uma coisa muito perigosa"

Aviso de uma jornalista, após palavras do treinador português sobre jornalistas no Brasil. Palmeiras está na pior série dos últimos anos. Dia 18 de Setembro: o Palmeiras foi ao terreno da Chapecoense ganhar por 2-0, na …

Príncipe William diz que as "grandes mentes" se devem concentrar em salvar a Terra (e não nas viagens espaciais)

O Príncipe William disse esta quinta-feira que os bilionários envolvidos na corrida do turismo espacial deveriam concentrar-se na resolução dos problemas ambientais que o nosso planeta enfrenta. O Príncipe William criticou Jeff Bezos, a pessoa mais …

Retalhistas alertam para "cocktail explosivo" que pode esvaziar prateleiras no Natal

Atrasos no fabrico e distribuição dos produtos ainda não recuperaram das paragens forçadas pela pandemia. A possibilidade de no Natal algumas prateleiras das grandes superfícies estarem vazias por falta de stocks é um cenário para o …

Rio falha discussão interna sobre Orçamento para 2022. Deputados do PSD criticam a ausência

Deputados do PSD reuniram hoje para debater o Orçamento do Estado para 2022, mas sem a presença de Rui Rio. A ausência foi criticada por alguns elementos sociais-democratas. Ao mesmo tempo em que António Costa esteve …

Foi vacinado com AstraZeneca ou Johnson? Dose de reforço vai ser da Pfizer

A vacinação de reforço já está em curso desde dia 11 de outubro, segunda-feira, junto dos residentes e utentes de Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, como lares, e das pessoas com mais de 65 anos …

Governo proíbe menores de 16 anos de assistirem a tourada

Os menores de 16 anos vão deixar de poder assistir a touradas, decidiu o Governo, nesta quinta-feira. A decisão de aumentar a idade mínima para 16 tem origem num "relatório do Comité dos Direitos da …

Mais 777 novos casos de covid-19 e seis mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou na quarta-feira seis mortes devido à covid-19 e 777 novas infeções, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta quinta-feira. Segundo o boletim epidemiológico, há em Portugal 321 pessoas internadas, …

OE2022. Marcelo Rebelo de Sousa refere que "empatar tempo é perder o jogo"

O Presidente da República apelou esta quinta-feira a um “esforço de concertação” entre os decisores políticos, considerando que “não se trata de ceder nos princípios”, mas em aproveitar a oportunidade que o país tem para …

Caso Meco. Dux e Lusófona absolvidos de indemnizar famílias das vítimas

O ex-dux da Universidade Lusófona e a instituição de ensino foram absolvidos, esta quinta-feira, de pagar o pedido de indemnização que tinha sido movido pelas famílias das vítimas. Segundo avança o jornal online Observador, o Tribunal …

Costa põe na agenda bandeiras de Esquerda - e mostra-se disponível para negociar OE com "humildade"

O primeiro-ministro apareceu à última hora na reunião do grupo parlamentar do PS, acompanhado pelo ministro das Finanças, para explicar aos deputados o Orçamento do Estado para 2022 que está em risco de chumbo, depois …