Milhares de londrinos saíram à rua para pedir novo referendo sobre o Brexit

Centenas de milhares de pessoas saíram este sábado às ruas de Londres para protestar contra o ‘Brexit’, a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia, e em defesa de um novo referendo.

Segundo a organização, a “Marcha pelo Futuro” contou com cerca de 670 mil pessoas, que desfilaram entre Hyde Park e o parlamento britânico, sendo considerada a maior manifestação de sempre de oposição ao ‘Brexit’, mas as autoridades não divulgaram números oficiais de participação cívica.

“Manifesto-me pelo meu futuro” e “Parem o ‘Brexit’ dos ‘tories” eram duas das mensagens que se podiam ler nos cartazes empunhados pelos manifestantes, muitos deles jovens que não tinham ainda idade para votar quando a saída da UE foi referendada em 2016.

Segundo a Associated Press, foram contabilizados cerca de 150 autocarros, nos quais viajaram para Londres centenas de manifestantes de vários pontos do país.

“O que é claro é que as únicas opções em cima da mesa para a primeira-ministra são um mau acordo de saída ou nenhum acordo. Está a milhas do que foi prometido há dois anos e meio”, disse à BBC o presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, um dos políticos que se associou ao protesto.

Numa mensagem divulgada por vídeo, a primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, defendeu a convocatória de um novo referendo e que incluia a opção de permanência na União Europeia.

Enquanto decorria a manifestação, a primeira-ministra britânica, Theresa May, estava em Maidenhed, oeste de Londres, a visitar uma exposição de arte e escusou-se a fazer declarações à imprensa.

À mesma hora, o antigo líder do Partido pela Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, discursou a favor da saída da UE em Harrogate, no norte de Inglaterra.

Na origem deste protesto esteve a campanha “People’s Vote’, que reivindica um Voto Popular ao resultado das negociações para o ‘Brexit’ por acreditarem que o resultado será muito diferente do obtido com a campanha para o referendo de 2016 que determinou a saída britânica da UE.

O Voto Popular é uma campanha promovida por várias organizações, incluindo a Open Britain e a Britain for Europe, que argumenta que um novo referendo é do interesse tanto de quem votou contra como a favor do ‘Brexit’.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse na quinta-feira estar a considerar prolongar o período de transição entre a saída da UE e a entrada em vigor de um acordo que regule as relações entre o Reino Unido e o bloco comunitário para além de dezembro de 2020.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco já enviou as nove propostas ao Governo. Cinco são alterações ao Código do Trabalho

O Bloco já enviou ao Governo a redação das nove propostas para as negociações do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), cinco das quais são alterações ao Código do Trabalho que terão de ser efetivadas …

Bielorrússia expulsa embaixador francês

O embaixador francês na Bielorrússia deixou o país este domingo, depois de as autoridades bielorrussas o terem mandado embora, sem especificar o motivo.  "O Ministério das Relações Exteriores da Bielorússia exigiu que o embaixador partisse antes …

Grupo 400 Mowozo apontado como responsável pelo rapto de 17 missionários estrangeiros no Haiti

Grupo raptado era composto por 14 adultos e três crianças que se encontravam em território haitiano no quadro de uma missão de solidariedade dinamizada pela Christian Aid Ministries. Um grupo armado intitulado 400 Mawozo, considerado um …

Agentes disparam para o ar no jogo entre o Olímpico do Montijo e o Vitória de Setúbal B

Violência, tiros para o ar: Montijo reage aos incidentes do jogo com o Vitória

Cenas de pânico, logo a seguir ao jogo entre o Olímpico do Montijo e a equipa B de Setúbal. Versões diferentes dos treinadores. O jogo entre Olímpico do Montijo e Vitória de Setúbal B terminou sem …

Defesa de Salgado pede suspensão do processo por diagnóstico de Alzheimer

A defesa do antigo banqueiro pediu a suspensão do processo no qual o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) é arguido, fundamentando-o com um atestado médico a comprovar o diagnóstico de doença de Alzheimer. De acordo …

Marcelo sobre combustíveis: "Vamos esperar que isto não seja para durar mais de seis meses"

O Presidente da República disse, esta segunda-feira, que o aumento do preço dos combustíveis é "preocupante" e que o Governo aguarda luz verde de Bruxelas para tomar medidas sociais para as famílias e as empresas. "No …

Frente Comum confirma greve na Função Pública a 12 de novembro

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública confirmou, esta segunda-feira, a realização de uma greve nacional a 12 de novembro, para exigir ao Governo que altere a proposta de Orçamento do Estado para 2022 …

Welwitschea 'Tchizé' dos Santos, filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos

Ivo Rosa manda desbloquear conta bancária de Tchizé dos Santos

O Tribunal Central de Instrução Criminal desbloqueou uma conta bancária de Tchizé dos Santos, filha de José Eduardo dos Santos, por "decurso excessivo" do tempo e falta de provas quanto à origem ilícita dos fundos. O …

Mais três mortes e 291 novos casos de covid-19. Incidência e R(t) subiram

Portugal registou, esta segunda-feira, mais três mortes e 291 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 291 novos …

O ex-secretário de Estado norte-americano Colin Powell

Morreu com covid-19 o ex-secretário de Estado dos EUA Colin Powell

O ex-secretário de Estado do ex-Presidente George W. Bush morreu, aos 84 anos, devido a "complicações de covid-19", anunciou a família, esta segunda-feira. "O general Colin L. Powell, ex-secretário de Estado dos EUA e presidente da …