Milhares de comunistas indonésios foram massacrados em 1966 com apoio dos EUA

(dr) SCMP

Purga em Jacarta em 1965

Documentos desclassificados revelam novos detalhes sobre o massacre indonésio contra comunistas. De acordo com os documentos, Washington estava a par e apoiava a tomada do poder pelos militares e a perseguição dos opositores comunistas.

Segundo a ABC News, o Governo norte-americano tinha conhecimento e apoiava a campanha de exterminação realizada pelo exército indonésio que matou centenas de milhares de civis durante a histeria anti-comunista na Indonésia na década de 1960.

Os milhares de arquivos da embaixada norte-americana em Jacarta, relativos ao período entre 1963-66 foram tornados públicos na terça-feira após a revisão de desclassificação que começou sob a administração Obama.

O massacre aconteceu numa altura de histeria anti-comunista, não só na Indonésia, mas um pouco por todo o mundo.

Os documentos traçam a imagem de um devastador reino de terror entre o exército indonésio e grupos muçulmanos que já tinha sido esboçado por historiadores. Em 1965, a Indonésia tinha o terceiro maior partido comunista do mundo a seguir à China e à União Soviética, com vários milhões de membros, e o presidente do país, o carismático Sukarno, a ser socialista e anti-americano.

Há muito que se especulava sobre o apoio dos EUA e de governos aliados ao massacre que foi descrito como “um dos maiores do século XX” pela Agência Central de inteligência.

Os documentos agora revelam que os EUA forneceram armas, assistência económica, treinos às forças de Suharto (o segundo presidente indonésio) e uma lista com o nome de 5 mil comunistas séniores. Além disso, eram contínua e frequentemente avisados de como estaria a situação a progredir.

No entanto, em 1990, quando os primeiros rumores sobre a lista começaram a surgir, a embaixada americana assegurava que a lista em questão tinha sido elaborada por um oficial a título particular.

Um dos telegramas, que demonstra a regularidade com que o Executivo americano era informado, dá conta da “mudança fantástica que ocorreu em dez curtas semanas”, quando cerca de 100 mil pessoas foram exterminadas.

Os mesmos documentos revelam que o exército indonésio disse às embaixadas ocidentais que estavam a considerar derrubar o presidente Sukarno, menos de duas semanas antes do misteriosos assassinato de seis generais, a 30 de setembro de 1965, que terão sido o pretexto para o início da chacina.

O homicídio dos generais é frequentemente retratado como uma tentativa de golpe comunista contra o presidente indonésio, mas os documentos levantam a hipótese de que este pode ter sido apenas o mote que o exército do país precisava ao revelarem que o Exército americano tinha informação credível que contradizia a versão da Indonésia.

Além disso, os arquivos falam especificamente em mortes massivas a mando de Suharto, o general que, meses depois, tomaria conta da indonésia durante mais de três décadas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …

Uma das praias mais famosas da Austrália está a desaparecer (e desta vez a culpa não é das tempestades)

https://vimeo.com/444063224 Normalmente, as tempestades ou os ciclones tropicais são os culpados do desaparecimento de grande parte das praias. Contudo, na costa norte de New South Wales em Byron Bay, na Austrália, a causa é outra. Nos últimos …

Prisão preventiva para hacker português suspeito de invadir sistema do tribunal eleitoral do Brasil

O hacker suspeito de invadir o sistema informático do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, detido no sábado em Portugal, ficou esta segunda-feira em prisão preventiva, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo. A PJ, …

Chefe do Governo Hong Kong revela ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas

A chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, revelou esta semana ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas. Em declarações à International Business Channel, a líder do Executivo de Hong Kong …

António Mexia e Manso Neto vão deixar gestão da EDP

Os presidentes executivos da EDP e da EDP Renováveis, António Mexia e Manso Neto, ambos suspensos de funções, manifestaram-se indisponíveis para voltar a integrar os órgãos sociais do grupo num novo mandato. Em comunicado à Comissão …

João Ferreira desafia Marcelo a assumir candidatura "o quanto antes"

  João Ferreira, candidato comunista às presidenciais, acredita, como os "todos" os portugueses, que Marcelo Rebelo de Sousa será recandidato, mas desafiou-o esta segunda-feira a dizê-lo "quanto antes", por "uma questão de transparência". “Já todos perceberam o …

Irão. Líder Supremo pede punição pela morte de cientista que liderou programa nuclear

O líder supremo do Irão, o Ayatollah Ali Khamenei, exigiu no sábado punição pela morte do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que liderou o programa nuclear de Teerão, enquanto a República Islâmica culpa Israel pelo assassinato. Israel, há muito …

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos níveis de 2005, segundo um relatório esta segunda-feira publicado pela Comissão …

Novos casos aumentam mais de 50% em oito concelhos do Norte

O número de novos casos de infeção no Norte aumentou mais de 50% em oito concelhos da região, seis dos quais no distrito de Vila Real e dois em Bragança, segundo o relatório da Administração …

União Europeia convida Joe Biden para cimeira presencial durante presidência portuguesa em 2021

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, convidou o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma cimeira presencial no primeiro semestre de 2021, durante a presidência portuguesa da União Europeia. Fontes europeias informaram que …