Metade dos homens da Europa descendem de um rei da Idade do Bronze

Erich Ferdinand / Flickr (OD)

O Homem do Neandertal

Um avanço tecnológico súbito no neolítico poderá ter dado supremacia a uma pequena elite e ao seu monarca – que controlou a população e a sua reprodução

Cerca de metade da população masculina da Europa Ocidental é descendente de um homem que viveu na Idade do Bronze, que foi o fundador de uma dinastia aristocrata que colonizou o continente.

Esta é a conclusão do estudo de uma equipa internacional de investigadores, publicado esta segunda-feira na revista Nature Genetics.

Para chegar a este resultado, os cientistas compararam as diferenças no cromossoma Y de 1200 homens de 26 países da Europa, recolhidas na base de dados do projecto 1000 Genomes.

O cromossoma Y, o menor nos 23 pares de cromossomas humanos, existe apenas nos homens, sendo herdado de pai para filho, sem nenhuma alteração.

Depois de analisar as 65.000 variações disponíveis na amostra recolhida, os investigadores construíram uma árvore filogenética – que, notaram os cientistas, em algumas zonas mais parecia um arbusto.

“Metade dos homens europeus são descendentes de um mesmo homem”, diz Chris Tyler-Smith, investigador do Wellcome Trust Sanger Institute e co-autor do estudo.

“A genética não nos diz porque isso aconteceu, apenas podemos elaborar hipóteses para o explicar. Provavelmente, foi devido a um avanço tecnológico súbito“, explica Tyler-Smith ao The Telegraph.

“Uma supremacia tecnológica momentânea pode ter permitido a um pequeno grupo de homens, uma elite aristocrática, controlar a população e determinar a sua reprodução“, explica o cientista.

Aparentemente, um rei desconhecido da Idade do Bronze, com um voraz apetite sexual, terá imposto uma nova ordem na Europa – uma sociedade organizada hierarquicamente, que substituiu as comunidades da Idade da Pedra, mais autónomas e igualitárias.

AJB, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Puxa!!!!eu não sou bonito mas o gajo é horroroso!!!não descendo desse gajo de certeza absoluta….chiça!!!!que susto

  2. ““A genética não nos diz porque isso aconteceu, apenas podemos elaborar hipóteses para o explicar. Provavelmente, foi devido a um avanço tecnológico súbito“, explica Tyler-Smith ao The Telegraph.

    “Uma supremacia tecnológica momentânea pode ter permitido a um pequeno grupo de homens, uma elite aristocrática, controlar a população e determinar a sua reprodução“, explica o cientista.

    Aparentemente, um rei desconhecido da Idade do Bronze, com um voraz apetite sexual, terá imposto uma nova ordem na Europa – uma sociedade organizada hierarquicamente, que substituiu as comunidades da Idade da Pedra, mais autónomas e igualitárias.”

    O último parágrafo só pode ser para rir!
    Quanto ao restante, é inteiramente verdade. O ser humano foi manipulado geneticamente por seres oriundos de Zeta Reticuli, num momento crucial que marcou a evolução deste planeta, tal como o texto o refere.
    Há muito tempo que um grupo reservado de elites e cientistas têm conhecimento deste facto. Tal não é dado a conhecer pelos efeitos que teria numa sociedade baseada em crenças irracionais, e claro está, pelo medo de cair no ridículo. Até que sejam mostradas as provas, sabe-se lá quando, acredita quem quer.

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …