Metade dos homens da Europa descendem de um rei da Idade do Bronze

Erich Ferdinand / Flickr (OD)

O Homem do Neandertal

Um avanço tecnológico súbito no neolítico poderá ter dado supremacia a uma pequena elite e ao seu monarca – que controlou a população e a sua reprodução

Cerca de metade da população masculina da Europa Ocidental é descendente de um homem que viveu na Idade do Bronze, que foi o fundador de uma dinastia aristocrata que colonizou o continente.

Esta é a conclusão do estudo de uma equipa internacional de investigadores, publicado esta segunda-feira na revista Nature Genetics.

Para chegar a este resultado, os cientistas compararam as diferenças no cromossoma Y de 1200 homens de 26 países da Europa, recolhidas na base de dados do projecto 1000 Genomes.

O cromossoma Y, o menor nos 23 pares de cromossomas humanos, existe apenas nos homens, sendo herdado de pai para filho, sem nenhuma alteração.

Depois de analisar as 65.000 variações disponíveis na amostra recolhida, os investigadores construíram uma árvore filogenética – que, notaram os cientistas, em algumas zonas mais parecia um arbusto.

“Metade dos homens europeus são descendentes de um mesmo homem”, diz Chris Tyler-Smith, investigador do Wellcome Trust Sanger Institute e co-autor do estudo.

“A genética não nos diz porque isso aconteceu, apenas podemos elaborar hipóteses para o explicar. Provavelmente, foi devido a um avanço tecnológico súbito“, explica Tyler-Smith ao The Telegraph.

“Uma supremacia tecnológica momentânea pode ter permitido a um pequeno grupo de homens, uma elite aristocrática, controlar a população e determinar a sua reprodução“, explica o cientista.

Aparentemente, um rei desconhecido da Idade do Bronze, com um voraz apetite sexual, terá imposto uma nova ordem na Europa – uma sociedade organizada hierarquicamente, que substituiu as comunidades da Idade da Pedra, mais autónomas e igualitárias.

AJB, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Puxa!!!!eu não sou bonito mas o gajo é horroroso!!!não descendo desse gajo de certeza absoluta….chiça!!!!que susto

  2. ““A genética não nos diz porque isso aconteceu, apenas podemos elaborar hipóteses para o explicar. Provavelmente, foi devido a um avanço tecnológico súbito“, explica Tyler-Smith ao The Telegraph.

    “Uma supremacia tecnológica momentânea pode ter permitido a um pequeno grupo de homens, uma elite aristocrática, controlar a população e determinar a sua reprodução“, explica o cientista.

    Aparentemente, um rei desconhecido da Idade do Bronze, com um voraz apetite sexual, terá imposto uma nova ordem na Europa – uma sociedade organizada hierarquicamente, que substituiu as comunidades da Idade da Pedra, mais autónomas e igualitárias.”

    O último parágrafo só pode ser para rir!
    Quanto ao restante, é inteiramente verdade. O ser humano foi manipulado geneticamente por seres oriundos de Zeta Reticuli, num momento crucial que marcou a evolução deste planeta, tal como o texto o refere.
    Há muito tempo que um grupo reservado de elites e cientistas têm conhecimento deste facto. Tal não é dado a conhecer pelos efeitos que teria numa sociedade baseada em crenças irracionais, e claro está, pelo medo de cair no ridículo. Até que sejam mostradas as provas, sabe-se lá quando, acredita quem quer.

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …