Panama Papers investiga Messi por “operações suspeitas”

Paulo Fonseca / EPA

Lionel Messi

Messi e o seu pai já tinha sido condenados em 2016 por fraude fiscal. Agora, e segundo novos dados dos Panamá Papers, a sociedade offshore em causa continua ativa – ao contrário do que disse Messi -, motivando ainda uma investigação por “operações suspeitas”.  

Lionel Messi e o pai, Jorge Horacio, foram condenados por três crimes fiscais. Na sentença, foram condenados a 21 meses de prisão e uma multa de 3,5 milhões de euros, relativo a um processo de tributação de direitos de imagem. A pena suspensa foi depois reduzida para 15 meses e 1,4 milhões de euros.

Segundo avança o El Confidencial, a investigação Panamá Papers revelou em 2016 que os representantes de Messi deram um ordem de aquisição para uma sociedade naquela país da América Latina, no dia seguinte à denúncia da Procuradoria de Barcelona. A Mega Star Enterprises Inc foi comprada em junho de 2013 e inscrita no Registo Público do Panamá. Agora, a mesma investigação mostrou que a Mega Star continua no ativo.

No dia seguinte da publicação, Messi afirmou que “a sociedade a que estas informações se referem está completamente inativa e nunca teve fundos nem contas correntes abertas”.

Os advogados do futebolista do Barcelona explicaram ao jornal espanhol que esta sociedade fazia parte “de uma história antiga”. O El Confidencial avança ainda que em 2017 o Panamá abriu uma investigação por “operações suspeitas” daquela sociedade.

De acordo com o Diário de Notícias, a Unidade de Análise Financeira para a prevenção do branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo do Panamá emitiu em fevereiro do ano passado um relatório de operação suspeita sobre a sociedade Mega Star.

Alegadamente, Messi e o pai terão continuado a usar a mesma composição e estrutura societária offshore registada em diversos países nos exercícios fiscais de 2010 a 2013, não sendo por isso julgado, pois chegaram a acordo com as Finanças espanholas.

El Confidencial é um jornal espanhol que faz parte do International Consortium of Investigative Journalists, tendo apontando para documentos da Mossack Fonseca – a firma de advogados de onde veio a fuga de informação daquilo que viriam a ser os Panamá Papers e que, em 2016 renunciou ao cargo de agente registado da Mega Star Enterprises – que o comprovam, e para a confirmação no Registo Público do Panamá.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …