Ordem dos Médicos vai proibir que internos trabalhem mais de 12 horas seguidas

USN

Ordem dos Médicos denuncia que há profissionais que chegam a fazer 24 horas seguidas. Em setembro, vai aprovar uma deliberação que os proíbe de trabalhar mais de 12 horas.

Depois de muitos internos apresentarem queixas por estarem a trabalhar mais de 12 horas seguidas nas urgências, a Ordem dos Médicos decidiu acabar com esta situação já a partir de setembro, diz a Renascença.

A Ordem vai assim aprovar, no próximo mês, uma deliberação para que os internos só possam trabalhar no máximo 12 horas seguidas nas urgências.

“A Ordem entendeu dizer basta! Os médicos não são robôs, são seres humanos e têm uma capacidade de trabalho que não é infinita”, afirma à Renascença o bastonário José Manuel Silva.

Há mesmo profissionais que chegam a fazer 24 horas seguidas, uma situação que põe em causa a qualidade dos cuidados prestados aos doentes.

“Não é possível continuar a tolerar esta situação que está em agravamento, porque os hospitais em vez de contratarem mais médicos para as urgências, preferem sobrecarregar os internos que são mão-de-obra mais barata”, explica o bastonário.

Para José Manuel Silva, esta é uma medida que “não obriga a que sejam contratados mais médicos, apenas a um pouco mais de trabalho administrativo”, acrescenta.

Ao Diário de Notícias, o bastonário ainda disse que o que está a acontecer “põe em causa a formação e a segurança dos doentes e dos médicos” e que os internos “estão a ser escravizados”.

“Mesmo quando não querem fazer mais do que 12 horas são pressionados e até ostracizados se não o fizerem”, remata.

A deliberação só deve ter efeitos práticos a partir de novembro.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A verdade é que também há muitos médicos que até preferem assim, turnos de 24h às vezes mais, porque assim podem conciliar o tempo do hospital público com, o tempo do hospital privado e o do consultório. A ganhar a 3 carrinhos não se podem queixar de que ganham mal. Nem os médicos, nem os enfermeiros que fazem igual. Eu conheço pessoalmente vários casos nas duas profissões. Acho muito bem que os médicos e enfermeiros que trabalham exclusivamente no ´setor público ganhem o dobro ou até o triplo daquilo ganham, afinal são responsáveis por vidas humanas, mas para isso tem que fazer uma escolha OU PÚBLICO OU PRIVADO. Trabalhar em muitos lados ao mesmo tempo só dá asneira, e depois acontece como no hospital público do meu concelho, vêm cansados dos privados e além de fazer asneira, – os casos que aqui acontecem são arrepiantes (ao ponto de mandarem uma doente para casa a fazer um enfarte no coração, e por sorte dessa doente, outro médico ver um exame em cima de uma mesa, perguntar por ela e ter que mandar o INEM a casa dela para a ir buscar porque já lhe tinham dado alta)- e arrogantes e mal educados com os doentes (médicos e enfermeiros).

RESPONDER

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …

Agente de viagens burlou Cristiano Ronaldo em 200 mil euros

Cristiano Ronaldo foi burlado, ao longo de mais de três anos, pela funcionária de uma agência de viagens a quem confiou os seus cartões de crédito e códigos. Jorge Mendes, Gestifute, Nani e Manuel Fernandes …

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …