Médicos e farmacêuticos detidos em todo o país por burla e falsificação de receitas

Mais de uma dezena de médicos e farmacêuticos foram detidos esta terça-feira, numa megaoperação da Polícia Judiciária (PJ), batizada como “Operação Antídoto”, que visa o combate à fraude no Sistema Nacional de Saúde (SNS), por crimes de falsificação de documentos (receitas) e burlas.

De acordo com o Expresso, até ao momento, foram detidos cinco médicos, um proprietário de uma farmácia e cinco outros indivíduos, com idades compreendidas entre os 40 e 79 anos de idade, anunciou a PJ em comunicado.

A PJ informou que estão em curso, em vários pontos do país, “buscas em consultórios médicos, estabelecimentos de saúde, domiciliárias, não domiciliárias”. Há suspeitas da prática de crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação de receitas e associação criminosa, com um prejuízo causado ao SNS de cerca de um milhão de euros.

Estão em causa “vários padrões de atuação, que consistem na emissão de receituário manual, utilizando as exceções existentes para a sua prescrição e que permitem a sua comparticipação em 100% pelo SNS, além de receitas desmaterializadas, de valores muito elevados e com inúmeras unidades prescritas”, lê-se na nota informativa.

Esta investigação é da responsabilidade da Unidade Nacional do Combate à Corrupção (UNCC) da PJ e teve a colaboração de várias entidades ligadas ao setor da Saúde, como o Infarmed, Administrações Regionais de Saúde e o Centro de Conferência de Faturas – organismo que faz o controlo do pagamento das receitas e que o governo reforçou para combater a corrupção no setor, segundo noticiou o Diário de Notícias (DN).

As diligências, esclareceu o Expresso, estão a ser acompanhadas por três procuradores do DIAP de Sintra, na presença de dois Juízes do Tribunal Judicial da Comarca de Sintra, estando a dar cumprimento a 30 mandados de busca e 11 mandados de detenção.

Um balanço feito em 2017 pela UNCC contabilizou que entre 2011 e esse ano, as várias burlas ao SNS causaram prejuízos ao Estado num montante superior a 300 milhões de euros, informou ainda o DN.

TP, ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Não acontece nada, se tivesse os impostos em dia ainda era capaz de ir preso. Esta cáfila de ladrões até ir para a cadeia, mais depressa uma formiga come um leão…

  2. Fica-se abalado até aos alicerces…
    A dúvida instala-se…
    Ele são tantos a “gamar” que é caso para perguntar:- se isto fosse mesmo a sério será que metade de nós não estaria na cadeia enquanto que a outra metade estaria à espera de lá entrar?

  3. Isto é apenas o espelho da nossa sociedade. Todos roubam! É o pequeno favor numa consulta hospitalar, no despacho mais rápido do processo da câmara, do favor à filha do amigo no concurso para o estado central, câmara ou empresa pública,…
    Esta prática está totalmente enraizada na nossa cultura. Os políticos e outros apenas têm mais oportunidades e de maior dimensão.

  4. É contra esta corja de médicos gananciosos,e negociantes, que a Ordem e Sindicatos, se deveriam preocupar. Essa Gente, não está preocupada com os doentes ou seja lá o que for. As suas exigências,como se sabe, nada tem a ver com as condições dos hospitais, mas sim porque,querem continuar a ser a classe a quem todos beijem a mão. Já lá vai o tempo em que havia médicos a sério, e que mereciam o respeito de todos. Mas isso já foi. Hoje,existe quase e apenas uns negociantes de mortos e vivos, sem consideração pelas pessoas. Eles estão contra tudo o que lhes possa ir diminuindo o poder, nomeadamente, a aprovação pelo governo, dos prestadores de cuidados, em que o sindicato vem dizer, que bem melhor seria,que o dinheiro destinado a essas pessoas, fosse para eles. Mesmo acontece com as medicinas. Tem feito tudo para que não seja devidamente enquadrada no serviço N. de Saúde É por todos estes roubos/vigaristas e muito mais, que não há dinheiro que valha para a saúde, enquanto estes esquemas não forem todos resolvidos. O compadrio entre hospitais privados e publico, é um outro grave problema. Se fossem feitas inspecções sem qualquer aviso aos hospitais, iriam verificar , a quantidade de médicos e enfermeiros que estão nos gabinetes sem fazerem nada. Para mim, tudo isto, não é mais do que um esquema bem montado,para favorecer o sector privado, e há forças obscuras por detrás de todas estas greves, nomeadamente politicas.

  5. “Cada cavadela sai uma minhoca”, a corrupção em Portugal a larga escala, não é novidade. Digamos que é semelhante a um (cancro que evoluiu em métastases) corruindo todos os órgãos da nossa Sociedade. Saúde, Educação, Justiça, Orgãos Políticos, Empresas, Bancos, todos estes Orgãos são diariamente Noticia por as piores razões !!!!!………. Há que pensar em construir mais prisões, pois os ratos são muitos dentro do queijo !. Sem esta bicharada toda por erradicar, Portugal poderia ser um País exemplar !

  6. Mas… alguém leu a notícia como deve ser?!? Esta “mega operação” por todo o país reduz-se a 5 médicos e uma farmácia, provavelmente em Sintra… não desfazendo de outras situações pontuais, acho que generalizar e mesmo aumentar a coisa, como o fazem nesta notícia, é quase tão criminoso, quanto o acto em si… no fim de contas, isto ainda vai ser reduzido a umas aspirinas e uns xanax que foram passados à revelia de uma regra qualquer!
    Os media, com o seu sensacionalismo já tão habitual, sempre à caça do mediatismo em detrimento do que realmente importa: a verdade dos factos, acabam por não ser melhores do que os vilões que anunciam…
    Povo não te deixes enganar, pelo que brilha ou é popular… (esta foi profunda…).
    Temos de ler tudo e filtrar bem a coisa para encontrar meia verdade nestas notícias, fruto do péssimo jornalismo que se vê actualmente… nem protuguez sabem falar (e nem as calinadas do AO lhes vale).

RESPONDER

Irão diz que cientista nuclear foi assassinado remotamente por Israel

O Irão despediu-se hoje, com um funeral digno dos maiores "mártires" do país, do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que segundo um responsável iraniano foi assassinado remotamente por Israel com recurso a "aparelhos eletrónicos". Mohsen Fakhrizadeh, que segundo …

Trump insiste em rejeitar vitória de Biden. Bolsonaro diz que tem "informações" sobre "fraude"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse este domingo que não desiste da rejeição da vitória do Presidente eleito Joe Biden, um democrata, insistindo nas acusações de suposta “fraude” eleitoral, apesar de os tribunais terem desvalorizado …

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …

"Ainda tem muito a oferecer". Poiares Maduro vê Passos a suceder a Ursula von der Leyen na Comissão Europeia

Miguel Poiares Maduro, ex-ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, disse, em entrevista à TSF, que Pedro Passos Coelho "tem qualidades políticas que lhe permitem aspirar a qualquer cargo político em Portugal". Em entrevista à TSF, o …

"Ou o Governo nos recebe ou levam-nos de ambulância ou caixão". Ljubomir e mais 8 em greve de fome

Nove elementos do movimento "A pão e a água" estão em greve de fome desde a passada sexta-feira, 27 de Novembro. São empresários da restauração e da animação nocturna, entre os quais se encontra o …

Bombeiros "em falência" exigem que Estado pague dívidas de 44 milhões de euros

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, diz que as corporações de bombeiros estão "em falência técnica" e reclama ao Estado o pagamento de 44 milhões de euros em dívidas. A Liga dos …