/

Mayorga, que acusa Ronaldo de violação, exige mais de 60 milhões de euros de indemnização

3

Kathryn Mayorga, a norte-americana que acusou Cristiano Ronaldo de violação, exige ao internacional português mais de 60 milhões de euros de indemnização.

A antiga modelo ainda alega que foi violada pelo internacional português num hotel de Las Vegas, em 2009.

Mayorga quer 20 milhões de euros pela “dor e sofrimento passados”, outros 20 milhões pela “dor e sofrimento futuros” e mais 20 milhões por danos punitivos, avança o jornal britânico The Mirror.

A estes valores, acrescem ainda cerca de 1,6 milhões de despesas inerentes ao processo e 1,2 milhões em honorários jurídicos, escreve a TVI24.

Cristiano Ronaldo reitera a sua inocência, argumentando que seria incapaz de violar uma mulher.

“Nego firmemente as acusações que fazem contra mim. A violação é um crime abominável que vai contra tudo aquilo que sou e em que acredito”, disse anteriormente o futebolista atualmente ao serviço da Juventus.

Kathryn Mayorga conta ainda que na altura terá sido coagida a assinar um acordo de confidencialidade a troco de cerca de 325.000 euros, que os seus advogados consideram não ter valor legal.

Há três anos, Mayorga entrou com uma ação civil em Las Vegas alegando que tinha sido “mentalmente incapacitada” quando concordou e assinou sob coação.

  Daniel Costa, ZAP //

3 Comments

  1. Caraças, o Ronaldo não tem descanso…!!!? Coitado do homem. É cada pindérica a difamar o seu nome… enfim…!

  2. Se o Ronaldo lhe der uns milhões para não ter que continuar na prostituição, ela perdoa-lhe o ‘crime’ . Isto é a prova mais que provada que esta mulher é uma oportunista que se vende por dinheiro.

  3. O ronaldo, sendo figura publica, já devia saber que existem estas gajas……e muitos outros oportunistas……..e se era para parar, era para parar……

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE