A matemática sabe porque é que um perfume tem êxito

Cientistas usaram análises matemáticas complexas para fixar os ingredientes de um perfume que “cheira” a sucesso. A investigação revelou que o perfume mais caro nem sempre é o melhor.

O olfato é um dos sentidos mais delicados porque está relacionado com a informação que armazenamos no nosso subconsciente. Aliás, os cientistas afirmam que o ser humano é capaz de se lembrar de 35% de tudo o que cheira, e apenas 5% de tudo o que vê.

Uma equipa de cientistas do Imperial College de Londres, no Reino Unido, analisou 10.000 perfumes de acordo com as suas anotações e a análise matemática dos dados mostrou que as combinações únicas das fragrâncias encontradas em diferentes perfumes contribuem para a popularidade do produto e para as classificações dos consumidores.

A maioria dos aromas famosos é composta por mais de 50 ingredientes e, de acordo com as suas proporções, são eles que dão as notas características de cada um.

Cada perfume é uma combinação única de diferentes ingredientes olfativos, óleos e moléculas químicas, que juntos formam um aroma harmonioso. O cheiro de um perfume é frequentemente descrito usando-se as chamadas notas, como a baunilha, e as suas combinações, como o jasmim, chamadas de acordes.

Ao supor que um determinado perfume é popular devido ao seu bom cheiro, os cientistas quiseram entender o que constitui um cheiro popular. Para o conseguir, a estrutura dos perfumes e as suas notas foram estudadas de acordo com os princípios de um campo matemático conhecido como análise complexa de redes.

Para melhor entender de que forma os acordes contribuem para o sucesso dos perfumes, Vaiva Vasiliauskaite e Tim Evans, ambos investigadores que participaram na investigação, aplicaram análises de redes complexas aos dados online das 1.000 notas encontradas nos 10.000 perfumes analisados. O conjunto de dados incluiu, segundo o EurekAlert, classificações dos consumidores e informações sobre a popularidade de cada perfume.

A investigação descobriu quais as notas e os acordes olfativos usados com mais frequência, os que são mais populares e os que são encontrados nos perfumes mais bem cotados.

Desta forma, a equipa de cientistas descobriu que as notas mais populares e os acordes mais usados não se correlacionam necessariamente com as classificações mais altas do perfume. Por exemplo, o acorde olfativo de notas de jasmim e hortelã contribuiu significativamente para classificações mais altas, mas foi sub-representado (usado com menos frequência) entre perfumes estudados.

Além disso, conseguiram determinar que notas, quando acrescentadas aos acordes já existentes, pareciam melhorar os acordes olfativos e descobriram que as notas com maior popularidade, como a baunilha, tendem a melhorar os acordes, assim como as notas florais.

Uma análise mais aprofundada mostrou que as principais marcas produziam muitos dos perfumes mais bem sucedidos, mas a popularidade de um perfume não parecia estar ligada ao seu preço, nem à altura em que foi lançado.

Esta descoberta sugere que a análise complexa de redes pode ser uma ferramenta útil para os fabricantes de perfumes explorarem novos acordes olfativos capazes de aumentar o potencial de sucesso de um perfume.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dar à luz era mais fácil há 2 milhões de anos

Como humanos modernos, desenvolvemos a habilidade de caminhar em duas pernas e temos cérebros grandes. Estas características ajudam-nos a chegar à prateleira de cima e a resolver quebra-cabeças - mas vêm com um preço. As nossas …

Lotes de medicamentos para azia com possível carcinogénio retirados do mercado

O Infarmed ordenou este sábado a recolha e retirada imediata de uma série de lotes de medicamentos protetores gástricos contendo o princípio ativo ranitidina do mercado, depois de ter sido detetada a presença de uma …

Ator de Star Trek morre aos 50 anos

Aron Eisenberg, o Nog de Star Trek: Deep Space Nine, morreu este sábado, com apenas 50 anos. A causa de morte do ator ainda não foi revelada. Morreu Aron Eisenberg, ator que interpretou a personagem Nog, …

Mesmo que não beba, o seu fígado pode sofrer danos causados por álcool

A lesão hepática é uma das consequências bem conhecidas do consumo excessivo de álcool. Mas nem sempre é preciso beber para sofrer delas. Algumas bactérias intestinais produzem álcool e podem danificar o nosso fígado sem lhe …

Colisão gigante de asteróides no Espaço provocou um boom de vida na Terra

Os asteróides desempenharam um "papel divino" na história da vida na Terra. Um novo estudo sugere que um gigantesco boom de biodiversidade na Terra, há cerca de 470 milhões de anos, poderá ter acontecido devido …

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …