Matadouros na Tailândia e no Camboja matam porcos à paulada

Uma fotojornalista canadiana seguiu o trabalho de um matadouro, na Tailândia, onde os porcos são mortos à paulada. Um vídeo recente num outro matadouro no Camboja revelou a mesma prática.

Há 20 anos, Jo-Anne McArthur começou o projeto We Animals para documentar as formas indignas como os animais são tratados nas várias indústrias, desde quando são usados para consumo, passando pela experimentação ou entretenimento.

Nos últimos tempos, a fotojornalista está focada no mercado asiático e o seu trabalho mais recente foi no interior de um matadouro em Banguecoque, na Tailândia, onde os porcos são mortos “à paulada”.

As fotografias (que podem chocar os mais sensíveis) mostram os trabalhadores a atordoar estes animais com ferramentas caseiras e, posteriormente, a espancarem-nos com um bastão de madeira antes de lhes cortarem o pescoço.

Numa entrevista ao P3, a fotógrafa canadiana explicou que, “por muito difícil que seja, precisamos de ver a violência para sabermos o que estamos a comer. Porque isto é a realidade para milhares de milhões de animais, quer sejam mortos à paulada, quer sejam inapropriadamente eletrocutados antes de terem o seu pescoço cortado”.

A fotojornalista diz que, embora existam recomendações no país para mortes de animais “sem crueldade”, a verdade é que dentro dos pequenos e médios matadouros, as normas tailandesas são entendidas mais como “sugestões do que como lei”.

Este mês, o The Guardian denunciou uma situação semelhante no Camboja através de um vídeo, captado pelo grupo de ativistas britânico Moving Animals, que mostrava trabalhadores a baterem várias vezes nas cabeças dos porcos com uma vara de metal.

“Nós tratamo-los como objetos, com completa desconsideração por qualquer dor física ou emocional que eles poderão ter neste processo”, alerta a fotojornalista de 42 anos na conversa ao telefone com o P3. “O foco está em maximizar a produção e o lucro e não no animal senciente, que pode estar a sofrer imenso”.

“Tenho vindo a criar um contacto próximo com os animais há muito tempo. E diria que quer estejam numa fábrica de produção ou num matadouro, os olhos deles parecem sempre estar sempre a perguntar: ‘O que é que vem a seguir?’. Aprendem desde muito novos a temer-nos. E vi isso em muitas espécies. Com poucas semanas de vida, já sabem esconder-se na parte de trás da jaula”, lamenta.

Em declarações ao jornal britânico, Kate Blaszak, da associação internacional World Animal Protection (WAP), alerta para a crueldade da indústria animal nesta parte do mundo.

“Por todo o Sudeste Asiático, são necessários padrões humanos de abate e fiscalização para todas as espécies abatidas, incluindo porcos, galinhas, gado bovino e búfalos, bem como gansos e patos”.

“Pela minha experiência, há pouca aplicação ou mesmo regulamentação que garanta o bem-estar animal durante o abate, exceto quando falamos de grandes empresas em alguns países”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Caro ZAP, boa tarde.
    Creio que os animais são “electrocutados” e não “electrificados”. Até me sinto mal, por corrigir, mas o sentido é completamente diferente… nenhuma criatura deveria ser assim tratada, que horror!
    Nem sequer imagino pessoas capazes de levarem a cabo este trabalho, mas sei que as há.
    E sim, concordo c/a informação para que todos possamos fazer pressão para que estas práticas sejam erradicadas.
    Bom trabalho.

    • Bom dia.
      Sim, infelizmente ainda se faz, para os sangrar p/os chouriços. Mas em alguns locais, já se lhes dá um tiro, na cabeça, para terem morte imediata e de seguida são sangrados.
      Mas essas tradições é um animal, p/consumo familiar, claro que feito milhares de vezes, todos os anos. Não estou a defender, atenção! Mas nos matadouros, onde os animais são abatidos em grandes quantidades e já que o são, enquanto não nos tornamos todos vegetarianos (o que também é uma utopia), é URGENTE adoptar práticas contra o sofrimento animal.

RESPONDER

Este pequeno verme é a criatura mais barulhenta dos oceanos

O oceano é um lugar surpreendentemente barulhento. Há baleias cantoras, camarões-pistola que produzem estrondos sónicos e cardumes de peixes barulhentos.  Mas das criaturas grandes e pequenas que habitam os nossos oceanos, poucas se tornam mais barulhentas …

Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante. De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) …

O Hubble encontrou um buraco negro que não devia existir

Algo estranho está a acontecer a 130 milhões de anos-luz da Via Láctea na galáxia espiral NGC 3174. Há um disco fino de material a rodear o seu pequeno e esfomeado buraco negro. Discos como os …

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …

A famosa "Pirâmide Curvada" do faraó Senefuru foi aberta ao público pela primeira vez em mais de 50 anos

No Egito, foi aberta ao turismo, pela primeira vez desde 1965, a famosa "Pirâmide Curvada", construída por ordem do faraó Senefuru há 4.600 anos. Localizada em Dahshur, a 40 quilómetros a sul do Cairo, a pirâmide, …

Príncipe Carlos diz que temos 18 meses para salvar a humanidade

O príncipe Carlos admite que os próximos 18 meses serão cruciais para a sobrevivência dos seres humanos. Durante este tempo, os líderes mundiais terão de controlar as mudanças climáticas para evitar uma catástrofe irreversível. "Senhoras e …