/

Encontrada máscara de ouro de uma misteriosa civilização de há 3 mil anos

Shen Bohan

Máscara de ouro encontrada em Sanxingdui, China.

Uma equipa de arqueólogos encontrou, na China, o fragmento de uma máscara de ouro com 3 mil anos de Sanxingdui, uma misteriosa civilização que floresceu na China durante a Idade do Bronze.

A máscara foi descoberta juntamente com outras 500 relíquias no sítio arqueológico de Sanxingdui, em Sichuan, no sudoeste do país.

A descoberta foi feita durante escavações em seis novos poços de sacrifício, anunciou a Administração do Património Cultural Nacional (NCHA), em comunicado. Com 3,5 a 19 m2, os poços descobertos entre novembro de 2019 e maio de 2020, têm uma forma retangular.

Juntos, formam uma área na qual as pessoas desta antiga civilização ofereciam sacrifícios ao céu, à terra e aos seus antepassados, e oravam por prosperidade e paz, explicou Tang Fei, chefe da equipa de escavação em Sanxingdui.

Entre as relíquias encontradas estão peças de ouro (máscaras e placas), estatuetas de árvores sagradas de bronze, além de objetos de marfim e jade. Resíduos de seda e produtos têxteis, arroz carbonizado e sementes de árvores também foram encontrados.

O fragmento da máscara de ouro foi uma das relíquias que mais surpreendeu os investigadores, principalmente devido ao seu tamanho em comparação com os achados arqueológicos anteriores. O fragmento mede cerca de 23 centímetros de largura, 28 centímetros de altura e pesa cerca de 280 gramas, escreve o Global Times.

Composta por 84% de ouro, acredita-se que a máscara completa possa ter pesado cerca de meio quilo. Os especialistas acreditam que se trate de uma oferenda de sacrifício, queimada antes do sepultamento.

A máscara estava no poço n.º 5, que é o menor em termos de área, mas é onde foi desenterrada a maioria das peças de ouro.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE