Marte pode ter tido uma lua gigante antes de Fobos e Deimos

Centro Envision da Universidade Purdue

Segundo os especialistas, Marte teve uma lua de tamanho bastante considerável que se rompeu, criando um sistema de anéis. Com o tempo, esse sistema caiu aos pedaços e criou Fobos e Deimos.

Os cientistas norte-americanos desenvolveram um modelo que sugere que detritos expelidos para o espaço por um corpo celeste que colidiu com Marte há cerca de 4,3 mil milhões de anos alternam entre a formação de um anel planetário e a aglomeração para formar uma lua.

Essa é a teoria apresentada por David Minton e Andrew Hesselbrock, cientistas financiados pela NASA da Universidade Purdue, em Lafayette, no estado norte-americano do Indiana, cujas descobertas foram publicadas na Nature Geoscience.

Os especialistas sugerem que a grande bacia polar norte de Marte, a Bacia Borealis – que cobre cerca de 40% do planeta no seu hemisfério norte – foi criada por esse impacto, expulsando detritos para o espaço.

O modelo de Hesselbrock e Minton sugere que à medida que esses detritos se afastavam lentamente do Planeta Vermelho, foi formada uma lua.

Ao longo do tempo, a força gravitacional de Marte teria puxado essa lua em direção do planeta até atingir o limite de Roche, a distância na qual as forças de maré de um planeta desintegram um corpo celeste unido apenas pela gravidade.

“O meu argumento é que Fobos não foi produzida num impacto. Em vez disso, o maior impacto criou um grande satélite que, em vez de colidir com Marte, se rompeu”, diz o autor do estudo, Andrew Hesselbrock, da Universidade de Purdue, em entrevista ao Gizmodo.

Ou seja, o especialista sugere que Marte pode ter tido, um dia, uma lua de tamanho bastante considerável que se desfez, criando um sistema de anéis. Com o tempo, esse sistema caiu aos pedaços sob o puxão da gravidade de Marte até que restassem as duas luas minúsculas Fobos e Deimos.

Marte já teve (e voltará a ter) anéis como os de Saturno

O novo estudo realizado pelos cientistas norte-americanos apoia a teoria divulgada em 2015 que defende que, tal como Saturno, é possível que Marte também tenha tido anéis no seu passado e que possa vir a tê-los novamente.

De acordo com os especialistas, Fobos está a ficar cada vez mais próxima de Marte e irá desintegrar-se quando atingir o limite de Roche, produzindo um conjunto de anéis daqui a cerca de 70 milhões de anos.

Dependendo da posição do limite de Roche, Minton e Hesselbrock pensam que este ciclo poderá ter-se repetido entre três e sete vezes ao longo de milhares de milhões de anos.

Segundo o modelo, cada vez que uma lua se desintegra e é reformada a partir do anel resultante, a sua lua sucessora seria cinco vezes mais pequena do que a anterior, e os detritos teriam caído para o planeta, possivelmente explicando depósitos sedimentares enigmáticos encontrados perto do equador de Marte.

“Poderíamos ter sedimentos lunares com quilómetros de espessura a chover nos primeiros tempos da história do planeta, e existem depósitos sedimentares enigmáticos em Marte sem nenhuma explicação de como lá chegaram. E agora é possível estudar esse material”, comenta Minton.

“Esta investigação destaca ainda mais maneiras de os impactos afetarem um corpo planetário,” comenta Richard Zurek do JPL da NASA em Pasadena, Califórnia, EUA.

Minton e Hesselbrock vão concentrar-se agora na dinâmica do primeiro conjunto de anéis formados ou nos materiais que choveram sobre Marte derivados da desintegração das luas.

PARTILHAR

RESPONDER

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …