Marisa Matias: Aumento do salário mínimo é uma “reivindicação mais do que justa”

Estela Silva / Lusa

Marisa Matias, cabeça de lista do Bloco de Esquerda às Europeias 2019

A eurodeputada e candidata presidencial do Bloco de Esquerda, Marisa Matias, disse hoje que o aumento do salário mínimo nacional “é uma reivindicação mais do que justa” e a forma de combater a crise.

“O aumento do salário mínimo nacional é uma reivindicação mais do que justa, aliás nós percebemos com a crise pandémica que é precisamente por não termos direitos laborais seguros e por não termos o salário ao nível que seria justo que estamos a sofrer tantas consequências numa crise como aquela que estamos a viver”, disse hoje Marisa Matias, que marcou presença na concentração da CGTP no Rossio, em Lisboa, em defesa de melhores salários.

Para a candidata presidencial, Portugal está ainda “num padrão de salários muito abaixo do que seria um salário justo” e precisa “efetivamente” de valorizar direitos laborais e salariais.

A eurodeputada defendeu ainda que foi por ter havido um aumento do salário mínimo e uma recuperação de direitos que a crise atual não é mais forte, ainda que se esteja “longe de saber todas as consequências”, e que a forma de combater a crise é apostar na valorização de direitos e salários.

A eurodeputada e candidata presidencial recusou-se ainda a discutir valores para o aumento do salário mínimo nacional ou a definir patamares mínimos para essa subida exigidos pelo Bloco de Esquerda.

“Eu não vou discutir valores, vou só dizer que esta é a reivindicação mais justa possível, que é o reforço dos salários e o aumento do salário mínimo. A discussão de valores terá o seu tempo. É justa, acompanhamos e solidarizamo-nos, obviamente, com esta reivindicação”, disse.

Marisa Matias comentou ainda críticas à realização de manifestações em tempo de pandemia, dizendo que esta “não acaba com a política, torna-a mais exigente” e que é preciso respeitar as normas sanitárias.

A CGTP-IN convocou para hoje duas concentrações em Lisboa, uma no Cais do Sodré, outra no Rossio, com ambas a partirem em desfile e a confluírem para o Terreiro do Paço, onde a secretária-geral da intersindical, Isabel Camarinha, fez uma intervenção de encerramento da ação de luta.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se se puser de parte o Direito baseado na Justiça e na Verdade, em que se distingue então, o Estado de um bando de salteadores? (Santo Agostinho)

RESPONDER

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …

"Cibermáfia". Rede de criminosos "lavou" milhões de euros em Bancos portugueses

Uma rede de criminosos com origem na Europa de Leste montou um esquema de lavagem de dinheiro roubado em ataques informáticos através de Bancos de países como Portugal. Esta "cibermáfia", como é apelidada pelo Jornal de …