Maria João Pires recebe Medalha de Mérito Cultural

ANTÓNIO JOSÉ / LUSA

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, atribuiu este domingo em Belgais, distrito de Castelo Branco, a Medalha de Mérito Cultural à pianista Maria João Pires, destacando o seu “serviço de exceção” na divulgação cultural e a sua “entrega à música”.

“Esta medalha simboliza um compromisso do Governo com as artes e uma aproximação entre as políticas públicas para a Cultura e aqueles que, através do país e ao longo do tempo, prestaram um serviço de exceção na ação e divulgação cultural em Portugal”, afirmou Graça Fonseca.

A governante explicou que foi com Maria João Pires que aprendeu não apenas a gostar, mas, fundamentalmente, “a serenar e a sonhar a vida ao som de música clássica”.

“É, pois, com enorme sentimento de humildade e de gratidão que hoje aqui estou – como pessoa, mas também com um imenso orgulho por aqui representar o Governo português neste momento, tão simbólico como relevante, de reconhecimento e agradecimento pelo talento extraordinário e pela entrega à música”, referiu a ministra.

Graça Fonseca sublinhou que a entrega da distinção à pianista “é um privilégio maior” após o recital “De Budapeste ao Delta”, do ciclo de concertos “O Fio de Danúbio”, em Belgais.

Este é verdadeiramente um espaço de cultura, no sentido mais amplo que a ideia consegue conter, com um cariz pedagógico e social a complementar este lugar da e para a música”, disse a ministra que enalteceu a vida dedicada a música de Maria João Pires “que este espaço tão bem exemplifica”.

Segundo a ministra da Cultura, “há um amplo sentido na atribuição desta medalha”. Este reconhecimento “é encarado como um “poder-dever, no sentido de que, sendo uma atribuição do Governo, ela não corresponde apenas ao mérito que pretende traduzir, mas também ao cumprimento de um imperativo de memória e de aproximação”.

A pianista Maria João Pires afirmou que não sabe se mereceu no passado a Medalha de Mérito Cultural, com que foi agora distinguida, mas prometeu tudo fazer para a merecer no futuro. “Quero agradecer esta medalha, mas queria agradecer-lhe a medalha para o futuro. Eu não sei se a mereci no passado, mas vou fazer tudo o que posso para a merecer no futuro”, afirmou a pianista portuguesa.

A pianista, visivelmente emocionada com a distinção, recordou que Belgais existe para fazer um trabalho útil e construtivo para a sociedade e para as novas gerações, como forma de usar e fazer arte, “para que o mundo seja melhor e as pessoas mais felizes”.

Pianista vai receber Grã Cruz da Ordem do Infante

A pianista Maria João Pires vai ser distinguida, em setembro, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, anunciou o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado em Escalos de Baixo, Castelo Branco.

“A condecoração entregue foi pelo Governo, e para não haver sobreposição de condecorações será entregue a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, que já lhe comuniquei e ela aceitou”, afirmou o chefe de Estado, adiantando que a entrega irá acontecer a 15 de setembro no mesmo local da cerimónia de domingo.

Maria João Pires receberá a distinção das mãos de Marcelo Recebo de Sousa aquando da ida a Belgais “do corpo diplomático acreditado em Lisboa”. “Com a presença de todos em embaixadores dos vários países com os quais temos relações diplomáticas, será assinalada a projeção de Maria João Pires no mundo, que esse é o objetivo, a projeção dela, como ela diz, para o futuro no mundo”, afirmou o chefe de Estado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje da Noruega

A maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje para estudar durante um ano os efeitos visíveis das alterações climáticas no Pólo Norte. O quebra-gelo Polarstern, do instituto Alfred-Wegener, de Bremerhaven, na Alemanha, partirá do …

Asteróide "sorrateiro" pregou um susto à NASA e quase colidiu com a Terra em julho

Em finais de julho, um asteróide do tamanho de um campo de futebol pregou um susto à NASA quando passou a apenas 65.0175 quilómetros da Terra. Foi a maior rocha espacial a passar tão perto …

Vem aí o Dia 0. A Austrália vai ficar sem água (e pode não ser a única)

O Dia 0 está a chegar e a Austrália está prestes a ficar sem água. Os cientistas dizem que este é um aviso para todas as outras regiões em redor do mundo. Este dia vai marcar …

Mujahid é a misteriosa figura por detrás da propaganda talibã (mas pode nem ser real)

Zabihullah Mujahid pode não ser um nome reconhecido pelas pessoas, mas a verdade é que tudo aquilo que ele diz é escutado atentamente por todo o mundo. Mujahid é o porta-voz dos talibãs há 12 anos …

O rapper, a mulher adúltera, a caçadeira e a PIDE feminista. Polémica com videoclip de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz …

Milhares de milhões de pássaros desapareceram dos EUA

Um quarto de todos os pássaros dos EUA desapareceram desde 1970, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira na revista Science, que dá conta de uma perda de biodiversidade contabilizada em 30% da população total de …

Cruzeiro "exclusivamente para britânicos" levanta polémica

Uma brochura que prometia viagens de cruzeiro exclusivas para britânicos levou várias pessoas a queixarem-se da Saga, uma empresa especializada em serviços para clientes com mais de 50 anos. A empresa já remeteu as culpas …

Começou à "invasão" da Área 51. Já há detidos e até um festival

Pelo menos 75 pessoas já chegaram à Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos, em resposta a um evento criado no Facebook. Milhão e meio de pessoas combinaram invadir esta sexta-feira esta zona misteriosa …

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano. A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados …

Gabriela foi morta pelo ex-marido e os colegas convocaram uma vigília por ela

Gabriela Monteiro, de 46 anos, foi morta pelo seu ex-marido, junto ao Tribunal de Braga. O Theatro Circo, onde trabalhava há uma década, convocou uma vigília por ela. O homem esfaqueou a mulher no peito e pescoço …