Marcelo afasta retrocesso no desconfinamento. SNS “sem pressão grave”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República afastou, este sábado, um retrocesso no desconfinamento a nível nacional, alegando que os serviços de saúde estão longe de uma pressão grave.

Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no final de uma missa ecuménica, em Lisboa, depois de confrontado pelos jornalistas com o facto de Portugal estar a registar uma subida do número diário de infetados com covid-19.

Interrogado se este aumento do número de infetados poderá configurar a prazo o regresso a uma situação de confinamento, o chefe de Estado afastou este cenário de retrocesso, alegando que a média de mortos “é baixíssima, a média de doentes em cuidados intensivos é muito baixa e a média de internamentos é também perfeitamente aceitável”.

O Presidente reconheceu que há um número de casos elevado de novos infetados, “o que já se sabia em relação às próximas semanas até o Rt (indicador de transmissão) descer consistentemente, produzindo então efeitos dentro de duas a três semanas”.

A vacinação está a subir. Com os que estão a ser vacinados acima dos 40, passando para os que os estão acima de 30, significa que em julho estaremos com mais cerca de um milhão de vacinados”, apontou.

Ainda em relação à vacinação, o chefe de Estado observou que, neste momento, entre vacinados com uma dose e outros com duas, já há 6,5 milhões.

“Se somarmos os infetados, boa parte deles imunizados, então teremos daqui a um mês um número muito significativo para 10 milhões de habitantes. Portanto, são agora uma ou duas semanas de números elevados, mas sem pressão grave no Serviço Nacional de Saúde, nem uma hipótese de recuo em termos de confinamentos e restrições generalizados”, afirmou.

Questionado se devem ser alterados os critérios da matriz de risco da covid-19, Marcelo Rebelo de Sousa repetiu a ideia de que a orientação definida resultou de “um equilíbrio entre várias posições encontrado pelo Governo”.

“O que interessa é o que acontece de facto: Mesmo quando os números respeitantes aos casos sobem para perto de um milhar, não há um risco de rutura no SNS – o que já tivemos e foi dramático -, nem há uma elevação do número de mortos em média. Isso é o fundamental”, frisou.

Confrontado com a possibilidade de estar a existir uma transmissão na comunidade da variante Delta do novo coronavírus, o chefe de Estado voltou a desdramatizar: “Tem havido variantes várias, vão aparecendo e desaparecendo”.

“Até agora não ficou provado que as vacinas não abranjam essas variantes”, acrescentou.

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo.

“Até 9 de junho, foram identificados 92 casos da linhagem Delta (B.1.617.2 ou associada à Índia)”, revelou o último relatório de monitorização das “linhas vermelhas” da pandemia divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

“Existe transmissão comunitária desta variante, mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo”, apontou ainda o documento.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este era o tal que tinha uma divergência com o Costa, mostrando-se sempre muito mais restringido do que ele. Agora, Costa já o comprou, e, portanto, o papagaio-mor já está a sintonizar com ele.

RESPONDER

A primeira banda de rock de Gaza quer dar voz à dor causada pela guerra

A primeira banda de rock formada em Gaza, na Palestina, quer dar voz à dor causada pelo conflito com Israel. Um contabilista, dois advogados, um agrónomo e um funcionário humanitário suíço. Segundo a agência Reuters, são …

"Fiquei infetado mas não preciso da vacina": atleta olímpico explica a sua postura

Bryson DeChambeau iria participar nos Jogos Olímpicos mas um teste positivo à covid-19 afastou-o de Tóquio. Mesmo assim, recusa tomar a vacina e explica porquê. Bryson DeChambeau iria representar os EUA nos Jogos Olímpicos de Tóquio, …

Hologramas "teleportam" competição olímpica de badminton

Uma empresa japonesa recorreu a tecnologia holográfica para transmitir os jogos de badminton disputados nos Jogos Olímpicos. As partidas foram "teleportadas" para um espaço a 35 quilómetros de onde estavam a decorrer, em tempo real. "Esta …

Aumentam os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un

Os rumores sobre o estado de saúde de Kim Jong-un estão de volta, depois de o líder norte-coreano ter aparecido em público com uma mancha escura na parte de trás da cabeça e, posteriormente, com …

Alemão de 84 anos multado por possuir arsenal de armas da Segunda Guerra Mundial

Na terça-feira, um tribunal alemão condenou um homem de 84 anos por porte ilegal de armas. O idoso possuía um arsenal pessoal que incluía um tanque, um canhão antiaéreo e vários outros itens de equipamento …

Nicarágua. Ex-rainha de beleza detida (e libertada) após candidatar-se às eleições

As autoridades de Nicarágua detiveram na quarta-feira, libertando de seguida, a ex-rainha de beleza Berenice Quezada, dois dias após esta se ter registado como candidata nas eleições de 7 de novembro. Segundo a coligação Citizens for …

DGS autoriza competições da FPF com 33% de público

Os jogos das competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) podem ter uma ocupação de 33% dos recintos desportivos, segundo um parecer técnico da Direção-Geral da Saúde (DGS) a que a agência Lusa teve …

Novas "caixas" transformam eletricidade e areia em painéis solares

A Terrabox é uma espécie "fábrica de células solares" que só necessita de areia e eletricidade. Se for um sucesso, a tecnologia vai à Lua e a Marte. A Maana Electric, uma empresa sediada no Luxemburgo, …

Tribunal europeu autoriza hospital britânico a retirar o suporte de vida a bebé. Pais recusam

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeitou um recurso da família de Alta Fixsler, uma bebé de dois anos, que não come ou respira sozinha, autorizando o Manchester University NHS Foundation Trust a retirar-lhe o …

Equipa com astrónomos portugueses descobre planetas que podem ter água

Uma equipa internacional de astrónomos, incluindo portugueses, descobriu um sistema de planetas fora do Sistema Solar que podem ter água à superfície, no interior ou na atmosfera, divulgou esta quinta-feira o Observatório Europeu do Sul …