O Mar dos Sargaços evoluiu de um berçário natural para uma tóxica “zona morta”

Mudanças dramáticas causadas pelo Homem no cocktail químico do sargaço transformaram este organismo vivo num habitante de uma tóxica “zona morta”.

O Mar dos Sargaços é uma região no meio do Atlântico Norte, cercada por correntes oceânicas. Durante vários séculos, o sargaço cresceu nas águas cheias de nutrientes do Oceano Atlântico Norte, apoiado por fontes naturais de nutrientes, como peixes e excreções de invertebrados, afloramentos e fixação de nitrogénio.

Usando uma linha de base histórica única da década de 1980 e comparando-a com amostras recolhidas desde 2010, cientistas da Florida Atlantic University descobriram mudanças dramáticas na química e na composição do sargaço, transformando este organismo vivo num habitante de uma tóxica “zona morta”.

Segundo o EurekAlert, a investigação sugere que o aumento da disponibilidade de nitrogénio de fontes naturais e antropogénicas, incluindo águas residuais, estimula a proliferação do sargaço e transforma o habitat crítico em florações de algas prejudiciais com impactos catastróficos nos ecossistemas, costas, economias e saúde humana.

A comparação dos dados mostra que a percentagem de nitrogénio (N) aumentou significativamente (35%), ao mesmo tempo que se verificou uma diminuição na percentagem de fósforo (42%) no tecido de sargaço da década de 1980 a 2010.

A maior mudança foi a razão nitrogénio:fósforo (N:P), que aumentou significativamente (111%). As relações carbono:fósforo (C:P) também aumentaram de forma semelhante (78%).

Devido às emissões antropogénicas de óxidos de nitrogénio (NOx), a taxa de deposição de NOx é, aproximadamente, cinco vezes maior do que a da era pré-industrial, em grande parte devido à produção de energia e queima de biomassa.

Por outro lado, a produção de nitrogénio de fertilizantes sintéticos aumentou nove vezes, enquanto a produção de fosfato triplicou desde a década de 1980, contribuindo para um aumento geral na proporção de nitrogénio para fósforo.

“O recém-formado Grande Cinturão de Sargaço do Atlântico pode ser sustentado por entradas de nitrogénio e fósforo de uma variedade de fontes, incluindo descargas dos rios Congo, Amazonas e Mississippi, afloramentos na costa de África, mistura vertical, ressurgência equatorial, deposição atmosférica de poeira do Saara e queima de biomassa da vegetação na África Central e do Sul”, enumerou o investigador Brian Lapointe.

“Dado os efeitos negativos que o Grande Cinturão de Sargaço do Atlântico está a ter nas comunidades costeiras da África, Caraíbas, Golfo do México e Sul da Florida, são urgentemente necessárias mais investigações para informar melhor a tomada de decisão da sociedade em relação à mitigação e adaptação das várias causas terrestres, oceânicas e atmosféricas das proliferações de sargaço”, acrescentou.

O artigo científico foi publicado a 24 de maio na Nature Communications.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O "maior escritório flutuante do mundo" foi construído para resistir às alterações climáticas

Um edifício flutuante foi construído em Roterdão, na Holanda, para resistir às alterações climáticas — se o nível da água subir, o "maior escritório flutuante do mundo" acompanhará a maré. De acordo com o New Atlas, …

"O sistema inteiro permitiu e perpetrou". Biles acusa Federação de ser cúmplice dos abusos de Nassar

Simone Biles culpou nesta quarta-feira a federação de ginástica dos Estados Unidos e “todo o sistema” por permitir que Larry Nassar, médico da equipa nacional durante 20 anos, abusasse sexualmente dela e de centenas de …

Os psicólogos descobriram um misterioso novo fenómeno - o efeito de desvalorização do clone

Um novo estudo aponta possíveis efeitos com a evolução da tecnologia e concluiu que ver rostos humanos duplicados tende a causar desconforto nas pessoas. Uma nova investigação publicada no PLOS One concluiu que os rostos humanos …

Remodelação no Reino Unido. Johnson demite ministros da Educação, Justiça e Habitação

Os ministros da Educação, Habitação e Justiça foram hoje demitidos do Governo britânico no âmbito da remodelação que o primeiro-ministro, Boris Johnson, iniciou, na sequência de várias crises, como a da pandemia ou a da …

Atlético 0-0 Porto | Dragão não treme no teste de Madrid

MINUTO 79. Renan Lodi e Kondogbia desentenderam-se, Taremi aproveitou, tirou Oblak do caminho e marcou. Porém, a festa nortenha durou poucos segundos. Após auxílio do VAR, o juiz Ovidiu Haţegan anulou o “tento”. Já no período …

Sporting 1-5 Ajax | Poker de Haller chama leão à realidade

O Sporting regressou à Liga dos Campeões da pior maneira. Na recepção ao Ajax, os comandados de Rúben Amorim foram goleados por 5-1, numa partida em que abriram uma autêntica auto-estrada no flanco esquerdo para …

Quintino Aires afastado de programa da TVI depois de comentários homofóbicos

Em causa estão comentários feitos sobre o concorrente Bruno d'Almeida, que levou ao parlamento uma proposta para se acabar com a discriminação aos homossexuais na doação de sangue. O psicólogo Quintino Aires foi afastado do …

Nunca houve tão poucos médicos especialistas em exclusividade no SNS. São menos de 5000

O SNS perdeu 1284 médicos em regime de exclusividade nos últimos cinco anos. Nunca houve tão poucos especialistas a trabalhar de forma exclusiva no Serviço Nacional de Saúde. Segundo avança o jornal Público, nunca houve tão …

Já pode comprar ações de obras de arte como se fosse a bolsa de valores

Já é possível comprar ações de obras de arte como se da bolsa de valores se tratasse. A plataforma Masterworks está a tentar trazer a arte das elites para todos. No outono de 2018, uma obra …

"Vamos lutar até aos portões do inferno". Plano de vacina obrigatória de Biden suscita críticas e processos

O anúncio do plano de vacinação Joe Biden suscitou aplausos do lado Democrata, mas muitas críticas de governadores Republicanos, que estão a processar a administração norte-americana. Ainda não passou uma semana desde o anúncio, mas o …