Novo mapa de A Guerra dos Tronos desvenda segredos dos Sete Reinos

Cientistas criaram uma simulação de um mapa de A Guerra dos Tronos que mostra a evolução geológica dos Sete Reinos ao longo dos anos. O mapa ajuda a explicar as condições meteorológicas e a paisagem retratada na série.

A geologia aliou-se ao entretenimento e cientistas decidiram criar um mapa que mostra a atividades das placas tectónicas dos continentes fictícios de A Guerra dos Tronos. De forma semelhante ao nosso planeta, o vídeo mostra como os continentes se movimentaram ao longo dos milhões de anos até ficarem com o aspeto que reconhecemos da série.

O mapa criado pelos cientistas da Escola de Geologia da Universidade de Sydney mostra como os processos geológicos moldaram as montanhas, esculpiram os rios e criaram os vastos oceanos, desde Westeros até Essos.

A movimentação das placas tectónicas, de acordo com a Inverse, pode ajudar a contextualizar as alterações climáticas, quer seja na série da HBO, quer seja na vida real. Além disso, pode influenciar a história política e social de diferentes nações.

Na própria série, as diferenças climáticas das várias regiões estão fortemente decalcadas, desde o clima seca dos campos Dothraki até aos vulcões cobertos de neve no norte da muralha, as assimetrias são óbvias.

A geologia pode também ajudar a compor algumas partes do enredo. Isto porque a crucial Dragonglass (ou vidro de dragão) ou o mítico aço valiriano são extraídos unicamente em redor do castelo de Dragonstone devido à sua especificidade geológica.

(cv) YouTube

Os cientistas, através da reconstrução dos Sete Reinos, chegaram à conclusão que Westeros e Essos se separaram há 25 milhões de anos e deram origem ao Mar Estreito.

Na vida real, acontecimentos semelhantes estão “escritos” na geologia dos continentes. No caso da Índia, apesar de agora estar incluída na Eurásia, há 45 milhões de anos atrás, um caminho marítimo separava os dois continentes. Ao colidirem fizeram com o planalto tibetano e os Himalaias se elevassem.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …