Revelada dieta dos humanos de há 30 mil anos

(dr) Darren Curnoe

Duas mandíbulas humanas. O maxilar superior tem 30.000 anos e a mandíbula inferior tem 11.000 anos.

Um estudo recente, sobre a morfologia dos fósseis de mandíbulas humanas do período Pleistoceno Superior, sugere que os principais alimentos da época no Sudeste Asiático eram carnes secas e folhas de palmeira.

Três mandíbulas humanas podem fornecer uma nova visão sobre a dieta dos caçadores do Pleistoceno Superior em Bornéu, no Sudeste Asiático, de acordo com um estudo publicado este mês na PLOS One.

Pouco se sabe sobre as primeiras populações de caçadores que viviam na ilha do Sudeste Asiático, dado que os restos mortais humanos do Pleistoceno Superior – início do Holoceno  eram extremamente raros. As cavernas de Niah, no nordeste de Bornéu, foram identificadas como um local promissor no que diz respeito aos primeiros humanos que moravam nessa região.

Três mandíbulas humanas foram encontradas durante escavações no sítio arqueológico de Niah, na Malásia, em 1957. Agora, Darren Curnoe, investigador da Universidade de New South Wales, na Austrália, e os seus colegas examinaram esses achados.

Através de técnicas de datação por séries de urânio, os investigadores estimam que uma das mandíbulas tem entre 28 e 30.000 anos, enquanto que as outras duas têm, pelo menos, 11.000 e 10.000 anos, respetivamente.

A mandíbula mais antiga era mais pequena e mais robusta em comparação com as outras mandíbulas do Pleistoceno Superior. Isso sugere que a mandíbula estava sujeita a um certo esforço que poderá ter sido causado pelo consumo de carnes secas ou folhas de palmeira duras, uma dieta anteriormente identificada nas cavernas de Niah.

“Aparentemente, os primeiros humanos modernos adaptaram-se a uma vida difícil nas florestas tropicais, com os seus corpos muito pequenos e as mandíbulas sólidas para mastigar alimentos muito duros”, explicou o autor principal principal do estudo.

Os cientistas envolvidos nesta investigação defendem que o seu estudo ajuda a fornecer informações sobre a dieta que era seguida pelos humanos que vivam nas florestas tropicais do Sudeste Asiático naquela época.

Através do consumo de alimentos vegetais crus e carnes secas, os caçadores que viviam nesta região podem ter-se adaptado ao ambiente economicamente desafiador, salientam. “Este estudo diz-nos muito sobre os desafios enfrentados pelos primeiros humanos que viveram na ilha do Sudeste Asiático.”

ZAP // EurekAlert

PARTILHAR

RESPONDER

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …