Mais de metade dos portugueses não compreende o que o médico lhe diz

O primeiro estudo sobre literacia em saúde realizado em Portugal revelou que “a maioria dos portugueses” inquiridos tem um “nível de literacia em saúde problemático ou inadequado”.

O estudo, que contou com um inquérito feito a 1.004 pessoas, foi desenvolvido no âmbito do projeto “Saúde que Conta” da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), com o apoio de um laboratório, e que teve como base o Questionário Europeu de Literacia em Saúde.

De acordo com os resultados, e no que respeita à prevenção da doença, cerca de 45% da população inquirida revelou ter um nível suficiente ou excelente de literacia em saúde, ou seja, a capacidade de tomar decisões fundamentadas no seu dia-a-dia, seja em casa, no local de trabalho ou na utilização do sistema de saúde, assim como a sua capacidade para procurar e compreender informações médicas.

Em matéria de promoção da saúde, 60,2% dos inquiridos apresenta um nível de literacia problemático ou inadequado, comparativamente com os outros países em análise: Espanha, Irlanda, Holanda, Alemanha, Áustria, Grécia, Polónia e Bulgária.

“A Bulgária apresenta, nesta dimensão, um nível de promoção da saúde problemático ou inadequado de 70,3%, sendo a Irlanda e a Holanda os países com os melhores resultados a este nível, 40,6% e 36,3%, respetivamente”, concluiu o estudo.

A investigação apurou que, em Portugal, “à medida que a idade aumenta, o nível de literacia em saúde diminui“.

“Observa-se tendencialmente o inverso no que diz respeito ao nível de escolaridade: quanto maior o nível de escolaridade, os níveis de literacia em saúde tendem a ser superiores”.

Os resultados do questionário, aplicado em Portugal continental e ilhas, revelam, contudo, que “não são somente os grupos vulneráveis que apresentam níveis inadequados de literacia em saúde, mas sim a população em geral”.

Ana Escoval, da ENSP e coordenadora do estudo, considera que os resultados são “uma ferramenta que permite direcionar e alinhar melhor as estratégias e intervenções de literacia em saúde a serem desenvolvidas, não só ao nível nacional, mas também ao nível europeu”.

Nos últimos anos, sublinhou, “são cada vez mais os estudos que revelam que um nível inadequado de literacia em saúde tem implicações significativas nos resultados em saúde, na utilização dos serviços de saúde e, consequentemente, nos gastos em saúde”.

De acordo com a investigação, algumas das consequências dos baixos níveis de literacia em saúde passam por “uma maior taxa de morbilidade em doenças como diabetes, hipertensão, obesidade e infeção por VIH”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …

Ordem dos Médicos quer alargar proibição de circulação aos dias entre os feriados

O Gabinete de Crise para a covid-19 da Ordem dos Médicos está a pedir ao Governo que pondere a possibilidade de manter a proibição de circulação entre concelho nos 12 dias das duas pontes - …

Deputada não inscrita Cristina Rodrigues consegue acordo do Governo para várias propostas

No segundo dia de votações do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na especialidade, a deputada não inscrita Cristina Rodrigues chegou a acordo com o Executivo para propostas como programas de saída e apoio a …

Admissão em lares dispensa teste se utente tiver cumprido isolamento há 90 dias

A Direção-Geral da Saúde alterou as normas para as estruturas residenciais para idosos, unidades de cuidados continuados da rede nacional e outras respostas para os mais velhos e instituições de acolhimento de crianças e jovens …