“Um tesouro”. Revelado o mais antigo filme de uma atuação de Miles Davis

Sequência gravada para a Rádio Televisão Francesa, em 1957, foi publicada online pelo Instituto Nacional do Audiovisual de França.

O Instituto Nacional do Audiovisual de França (INA) publicou, esta sexta-feira, imagens inéditas do trompetista norte-americano Miles Davis, filmadas em Paris, em 1957, que constituem “a mais antiga” sequência filmada conhecida do músico, segundo a instituição.

É um tesouro que acaba de ser descoberto”, escreve o INA, na página de abertura do seu site, no qual publicou a sequência de três minutos e 57 segundos, que envolve o quinteto do trompetista de jazz, com o qual tinha acabado de gravar a banda sonora do filme Ascensor para o Cadafalso (Ascenseur pour l’échafaud), de Louis Malle.

A imagem mostra um cenário lunar, com Miles Davis no lado esquerdo do ecrã, acompanhado do contrabaixista Pierre Michelot e do baterista Kenny Clarke, à sua direita, dando ao saxofonista Barney Wilen e ao pianista René Urtreger o protagonismo dos solos, antes de subir a primeiro plano para concluir a composição.

De acordo com o INA, esta sequência foi “filmada em 7 de dezembro de 1957, por Jean-Christophe Averty”, para a emissão especial de Natal do programa de variedades Clair de Lune, da Rádio Televisão Francesa (RTF), emitido em 25 de Dezembro desse ano.

O filme, no formato de 16 milímetros, foi encontrado “durante um inventário no centro de conservação do INA” e depois digitalizado para ser disponibilizado no site do instituto.

Esta sequência é não só “a mais antiga que se conhece de Miles Davis” em televisão, segundo o conservador do INA para a área do jazz, Pascal Rozat, como é também o único conjunto de imagens a mostrar em ação o célebre quinteto francês do criador de The Birth of the Cool, no desenvolvimento completo de um tema.

Em declarações à agência France-Presse, Rozat lembrou que Miles Davis, então com 31 anos, já tinha aparecido anteriormente em programas da televisão norte-americana, mas essas imagens nunca foram preservadas. Na altura, a maioria das emissões televisivas era feita em direto e as gravações, quando existiam, nem sempre eram mantidas.

Há uma sequência de Miles Davis exibida em 19 de dezembro de 1957 e “apresentada como uma gravação autêntica da música do filme” de Malle, mas trata-se, na verdade, de “uma recriação posterior”, explicou Pascal Rozat à agência francesa de notícias.

O programa de televisão agora encontrado, além de Miles Davis, inclui os cantores Juliette Gréco, Paul Braffort e Giani Esposito.

Nascido em 26 de maio de 1926, em Alton, no Ilinois, Estados Unidos, Miles Davis morreu em 28 de setembro de 1991, em Santa Mónica, Califórnia, protagonizando quase todas as correntes do jazz da segunda metade do século XX, e legando álbuns como In a Silent Way, Kind of Blue, Miles Ahead, Porgy and Bess e Bitches Brew.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hackers podem facilmente piratear satélites (e transformá-los em armas)

Piratear satélites pode não ser assim tão complicado quanto pensamos. Os hackers podem simplesmente desligá-los ou até mesmo usá-los como armas. No mês passado, a SpaceX tornou-se a operadora da maior constelação de satélites ativos do …

Gelo a cair num buraco faz barulhos estranhos (e parece uma batalha de lasers)

Alguma vez pensou o que se ouve quando deixamos cair gelo num buraco gelado profundo? Já não precisamos de pensar mais - e já podemos ouvir. O vídeo do pedaço de gelo a cair num buraco …

Tribunal recusa exumar corpo. Rosa Grilo conhece sentença a 3 de março

A leitura do acórdão no processo do homicídio do triatleta ficou agendada, esta terça-feira, para o dia 3 de março. De acordo com o Diário de Notícias, a defesa de Rosa Grilo pediu a exumação do …

Revelados documentos que provam a investigação de OVNIs por parte do Pentágono

Documentos recentemente divulgados mostram que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos (EUA) financiou estudos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNI's), contradizendo declarações recentes do Pentágono. Em 2017, o New York Times revelou a existência de …

"Nem sei onde é Alcochete". Pinto da Costa ouvido como testemunha de Bruno de Carvalho

O presidente do FC Porto foi ouvido, esta terça-feira, como uma das testemunhas do ex-dirigente leonino no julgamento da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, que está a decorrer no tribunal de Monsanto, em …

A nova obra de Bansky só durou dois dias

A nova obra do artista britânico Banksy, que apareceu na véspera do Dia dos Namorados em Bristol, foi coberta por um grafite cor-de-rosa dois dias depois. A imagem de uma menina a atirar flores vermelhas com uma …

Mais de cem médicos assinam carta a exigir fim da "tortura" de Assange

Mais de cem médicos assinaram uma carta, divulgada esta terça-feira, na qual pedem que o fundador do Wikileaks receba tratamento médico adequado.  Através de uma carta publicada, esta terça-feira, na revista científica The Lancet, mais de uma …

Espiões russos foram à Irlanda investigar cabos submarinos de Internet. Teme-se que os cortem

Esta segunda-feira, o mundo entrou em estado de alerta: agentes secretos da Rússia foram descobertos na Irlanda, numa missão para mapear a localização exata dos cabos submarinos que conectam a Europa à América do Norte. Não …

Telmo Correia eleito líder parlamentar do CDS-PP por unanimidade

O deputado foi eleito, esta terça-feira, presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP, sucedendo a Cecília Meireles, numa votação em que contou com os votos favoráveis dos restantes quatro eleitos centristas. O anúncio foi feito no Parlamento …

Site de genealogia "salva" homem preso há 15 anos por um crime que não cometeu

Ricky Davis é a primeira pessoa a ser libertada com recurso a testes modernos de ADN no estado da Califórnia e o segundo nos Estados Unidos. Ricky Davis tinha 20 anos quando Jane Hylton, de 54 …