/

É o dobro da Madeira: o maior icebergue do mundo soltou-se e é nova ameaça

Icebergue desprendeu-se do Pólo Sul no domingo passado e vai avançar rumo ao Oceano Atlântico.

Um icebergue muito grande soltou-se da Antártida, no Polo Sul, e estará já a rumar ao Oceano Atlântico.

O aviso foi dado pelo British Antarctic Survey, um grupo de pesquisa britânico dedicado à observação dos polos.

O bloco de gelo é realmente grande: 1.550 quilómetros quadrados. Estima-se que seja o maior icebergue do planeta.

O canal Euronews até faz (e bem) a comparação: o icebergue é maior do que a Madeira (801 km2) e a ilha açoriana de São Miguel (745 km2), juntas.

O bloco saiu do Polo Sul no domingo passado deverá agora começar a avançar pelo mar de Weddell, rumo ao oceano Atlântico.

O icebergue ainda estará junto a Brunt, no Pólo Sul, mas as correntes marítimas no mar de Weddell deverão movê-lo.

A sua rota deverá ser semelhante à do icebergue A74, que deixou a Antártida há dois anos (e que entretanto já se terá partido em dois).

A Chasm-1 será a falha que originou esta separação.

Agora o percurso deste icebergue recordista está a ser acompanhado com atenção especial, por parte dos especialistas.

Ao longo das próximas semanas, os cientistas querem verificar se o bloco de gelo é uma ameaça – tal como aconteceu com o icebergue A-68A.

No final de 2020, três anos depois da separação com a Antártida, o A-68A começou a aproximar-se da Geórgia do Sul, uma ilha (sem habitantes) no Oceano Atlântico.

Era forte a possibilidade de encalhar numa plataforma continental – e era uma ameaça para os pinguins e focas locais, com impacto também para a economia local, além da vida selvagem.

O icebergue chegou a estar a apenas 50 quilómetros da Geórgia do Sul, mas entretanto começou a dividir-se significativamente e ficou em pedaços pouco significativos.

Espera-se que aconteça o mesmo com esta nova ameaça.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.