Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

Miguel Gutierrez / EPA

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos públicos.

“A Venezuela propõe a criação de um fundo rotativo de compras públicas da ONU, para garantir o acesso a alimentos e medicamentos. Isso permitirá enfrentar o bloqueio económico, facilitando aos governos a aquisição de bens e serviços necessários”, indicou Maduro, citado pela agência Lusa.

Maduro falava na 75.ª Assembleia Geral da ONU, onde defendeu o fortalecimento das políticas e fundos de financiamento para as cadeias de produção e a criação um banco de tecnologias livres e processos universais de formação e capacitação.

Por outro lado, alertou que a Venezuela está sob ataques constantes do “império norte-americano” nos campos da imprensa, político e económico e que tem sido ameaçada com agressões militares diretas.

“A Venezuela advoga a aprovação de um instrumento internacionalmente vinculativo sobre o desenvolvimento e o direito ao desenvolvimento, que reforce a luta dos povos para superar a pobreza e pela justiça social”, referiu.

Insistiu igualmente que os EUA, com “medidas coercitivas e unilaterais”, tem “tentado subjugar os venezuelanos”, mas que “ainda é tempo para voltar à legalidade internacional, de deixar que os povos exerçam os seus próprios direitos”.

“Os EUA transformaram-se na mais significativa ameaça à paz global”, disse, pedindo o fim do bloqueio contra Havana e “do recrudescimento da perseguição criminosa a países nobres como Cuba, Nicarágua, Síria, Venezuela e outros”.

Maduro denunciou que mais de 30 mil milhões de dólares (aproximadamente 26 mil milhões de euros), foram “arrebatados à Venezuela” e estão congelados e apreendidos em contas nos EUA e na Europa.

Justin Lane / EPA

O secretário-geral da ONU, António Guterres

Segundo o chefe de Estado venezuelano, os EUA perseguem “as empresas e os governos” com quem a Venezuela “comercializa algum bem ou serviço, trate-se de alimentos, medicamentos, combustível e aditivos necessários para produzir gasolina, entre outros”. No entanto, sublinhou que os venezuelanos têm resistido heroicamente a esta “agressão criminosa e inumana” e que “a Venezuela se preparou para vencer o bloqueio dos EUA”.

“É uma batalha pela paz, pela pátria, pela região (continente), pela humanidade, em que o nosso heroico povo tem assumido o seu papel histórico perante a ignominia do império mais perigoso da história universal”, sublinhou.

Maduro agradeceu ao secretário-geral da ONU, António Guterres, e à Alta Comissária dos Direitos Humanos da ONU, Michellele Bachelet, por terem pedido a suspensão imediata das medidas coercitivas e unilaterais impostas pelos EUA, para poder combater a pandemia da Covid-19 no país e cumprir com os objetivos do desenvolvimento social.

Sobre o novo coronavírus, disse que a Venezuela realizou 1,9 milhões de testes gratuitos e que “nem o bloqueio ilegal, nem as agressões” dos EUA “impediram de, com grande esforço, cumprir a meta de proteger a vida do povo”.

Maduro agradeceu os esforços da Rússia, China e Cuba para criar uma vacina contra a covid-19 e pediu que a Organização Mundial da Saúde seja reforçada e fale sem se submeter a pressões nem ataques de poderosos.

Afirmou ainda que a Venezuela vive “uma onde de regressos massivos” de migrantes venezuelanos que deixaram o país por motivos económicos, desde países com altíssimos níveis de contagiados pelo coronavírus, como a Colômbia, Equador, Peru, Chile e Brasil.

Denunciou, também, que os migrantes venezuelanos têm sido vítimas da sistemática violação dos Direitos Humanos, e instou à investigação de agências da ONU, como o ACNUR e a Organização Internacional de Migrações.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …

Novo estudo diz que Remdesivir não tem "impacto significativo" nos doentes com covid-19

Ao contrário do que se pensava, o medicamento antiviral remdesivir não reduz as mortes entre os pacientes com covid-19, sobretudo quando comparado com o tratamento padrão, de acordo com os resultados de um estudo internacional. Em …

Bebés alimentados por biberões ingerem milhões de micro plásticos por dia, sugere estudo

Um novo estudo vem agora alertar para os perigos da puericultura moderna. De acordo com a pesquisa, os bebés que são alimentados com biberões engolem milhões de partículas de micro plástico por dia. Normalmente os biberões …