Maduro denuncia na ONU “assédio permanente” contra a Venezuela

OEA - OAS / Flickr

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O Presidente venezuelano, Nicolas Maduro, afirmou esta quinta-feira na ONU que o seu país é alvo de um “assédio permanente”, momentos depois de o Alto-comissário da ONU para os Direitos Humanos ter criticado a falta de imparcialidade do sistema judiciário venezuelano.

“A Venezuela está a enfrentar um assédio permanente, com a manipulação da questão dos Direitos Humanos, para isolar o nosso país”, declarou Maduro, diante do Conselho dos Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

A Venezuela exige um maior respeito“, acrescentou o chefe de Estado venezuelano, recordando que o seu país foi eleito há algumas semanas para o Conselho dos Direitos Humanos da ONU, órgão formado por 47 membros, um pequeno grupo quando comparado com os 193 estados-membros que compõem as Nações Unidas.

Momentos antes destas declarações de Maduro, o Alto-comissário da ONU para os Direitos Humanos, o jordano Zeid Ra’ad Al Hussein, tinha denunciado a falta de imparcialidade do sistema judiciário venezuelano.

“Um bom número de órgãos da área dos Direitos Humanos da ONU, incluindo o grupo de trabalho sobre a detenção arbitrária e o comité de Direitos Humanos, bem como o meu próprio gabinete, expressaram sérias preocupações sobre a independência do poder judicial na Venezuela, a imparcialidade dos juízes e dos magistrados do Ministério Público e as pressões que enfrentam quando tratam de casos politicamente sensíveis”, afirmou Zeid Ra’ad Al Hussein.

O Alto-comissário também denunciou “a intimidação, as ameaças e os ataques contra jornalistas, defensores dos Direitos Humanos e advogados”.

A intervenção de Maduro, que viajou para Genebra com a sua mulher, ocorre um dia depois de opositores venezuelanos terem apresentado uma queixa junto do Tribunal Penal Internacional (TPI) contra o chefe de Estado venezuelano por crimes contra a humanidade.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Detidos 21 suspeitos de desviarem fundos para financiar Puigdemont na Bélgica

A operação da polícia espanhola contra o alegado desvio de fundos públicos para financiar as despesas do ex-presidente regional catalão Carles Puigdemont fugido na Bélgica resultou hoje em 21 detidos ligados ao movimento independentista na …

Ativista detido depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Museu do Louvre

Mwazulu Diyabanza foi detido na semana passada em Paris, depois de tentar retirar uma escultura indonésia do Louvre. O ativista congolês disse que a ação foi parte de um protesto para que os museus europeus …

Proteção Civil do Porto já pediu recolher obrigatório e recomenda novo estado de emergência

A Proteção Civil do distrito do Porto já avançou com o pedido ao Governo de recolher obrigatório para a região. Marco Martins sugere ainda o regresso ao estado de emergência. Marco Martins, responsável pela proteção Civil …

Exames nacionais de 2021 mantêm normas excecionais criadas no anterior ano letivo

Os professores vão voltar a contabilizar, na classificação dos próximos exames nacionais, apenas as respostas às perguntas obrigatórias e àquelas em que o aluno tenha melhor pontuação, à semelhança das normas excecionais aplicadas no ano …

PSD-Madeira critica preços "pornográficos" e "obscenos" nas viagens da TAP no Natal

O PSD-Madeira voltou nesta quarta-feira a criticar os preços praticados pela TAP nas viagens para a região, referindo que na época do Natal chegam a atingir 1.143 euros, e considerou os valores “pornográficos” e “obscenos”. “São …

Autarca de Roma revela que máfia italiana planeou um ataque contra si e a sua família

A presidente da Câmara de Roma, Virginia Raggi, revelou que grupos do crime organizado planearam matá-la e a sua família porque ela os estava a atacar em partes da capital italiana que dominam. Aos 37 anos, …

OE2021. "Quem vota contra quer outro modelo ou desistiu de melhorar o SNS", diz Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, sustentou esta quarta-feira que os partidos que vão votar contra o Orçamento do Estado para 2021 querem outro modelo de sistema de saúde ou desistiram de melhorar o SNS. Numa …

Mais 3.960 casos e 24 mortes. É o pior dia desde o início da pandemia

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3.960 casos positivos e 24 mortes por covid-19. Os dados foram divulgados no mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este foi o pior dia desde o …

Reconhecimento para cuidadores informais vai ser mais fácil e rápido

O pedido de estatuto de cuidador informal fica, a partir de hoje, mais fácil, deixando de ser necessário apresentar atestado médico e permitindo que documentos que impliquem atos médicos possam ser apresentados posteriormente. De acordo com …

OE2021 ainda não foi votado, mas já se espera um aumento da despesa em mais de 300 milhões

Entre a entrega da proposta e a votação, o Governo voltou a negociar com os partidos, mostrando abertura para medidas na especialidade que deverão custar pelo menos mais 300 milhões de euros. O Orçamento do Estado …