Lula mantém liderança nas sondagens. Bolsonaro diz que rival busca “projeto vitalício de poder”

9

Antonio Lacerda / EPA

O ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva

O ex-Presidente Lula da Silva mantém a liderança com 47% das intenções de voto para as eleições presidenciais no Brasil, face ao apoio de 32% atribuído ao atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro, informou o Instituto Datafolha.

A sondagem mostra uma ligeira subida nas intenções de voto de Bolsonaro, que viu a vantagem de Lula cair de 18 pontos em julho para 15 pontos em agosto. No mês anterior, Bolsonaro tinha 29% das intenções de voto e Lula os mesmos 47%.

Em terceiro lugar está o ex-governador Ciro Gomes com 7% das intenções de voto, seguido da senadora Simone Tebet com 2%.

Na sondagem espontânea, quando os investigadores não mostram a lista de candidatos aos entrevistados, Lula tem 40% das intenções de voto e Bolsonaro 28%. Neste caso, 22% dos entrevistados disseram não ter decidido o voto nas presidenciais, cuja primeira volta será a 02 de outubro.

Os números indicam que Lula poderia vencer na primeira volta na margem de erro com 51% dos votos válidos ante 35% de Bolsonaro. Numa eventual segunda volta, que seria disputada em 30 de outubro, o ex-Presidente tem 54% das intenções de voto face aos 37% do atual mandatário, ainda segundo o Datafolha.

A sondagem também verificou a rejeição dos candidatos. Neste caso, 51% dos entrevistados afirmaram não votar em Bolsonaro de modo algum enquanto 37% disseram rejeitar Lula da Silva.

O Instituto Datafolha entrevistou 5.744 eleitores nos dias 16 e 18 de agosto em 281 municípios do Brasil. A margem de erro da sondagem é de dois pontos percentuais.

Lula busca “um projeto vitalício de poder”

Bolsonaro disse esta quinta-feira que “o poder só emana do povo quando ele escolhe corretamente” os seus representantes e insinuou que Lula busca “um projeto vitalício de poder”.

“Sabemos o que está em jogo, tenho certeza de que no futuro olharemos para trás e nos orgulharemos diante dessas crianças do que fizemos em 2022”, disse Bolsonaro num comício de campanha no estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país.

O Presidente, que costuma colocar Venezuela e Cuba como exemplos de países onde o poder não emana do povo, considerando-os ditaduras, pediu aos seus apoiantes que votem no dia 2 de outubro “com a razão e não com a emoção”.

“Faça comparações, veja o que está acontecendo em outros países sul-americanos. Essas pessoas estão todas unidas, são membros do Fórum de São Paulo”, organização que reúne partidos progressistas latino-americanos, e “não estão lutando pelo bem do povo, mas por um projeto vitalício de poder”, afirmou.

Bolsonaro mais uma vez mencionou as eleições presidenciais como “uma luta do bem contra o mal”, sugerindo que os seus rivais simbolizariam o mal, associando-os à cor vermelha. “Sabemos do que precisamos para continuar a ser um país próspero e um país democrático e livre (…). Somos a favor da liberdade acima de tudo”, sublinhou, reiterando a sua defesa da família tradicional e o seu repúdio ao que classifica como “ideologia de género” e a “libertação das drogas”.

O chefe de Estado brasileiro pediu o voto para o seu ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, candidato ao governo de São Paulo, que, assim como ele, aparece em segundo lugar nas sondagens de intenções de voto.

  ZAP // Lusa

9 Comments

  1. Vai ganhar o bandido corrupto condenado? Se assim for, falta juízo aos nossos irmãos brasileiros!
    Não acredito que seja possível! Qualquer dia volta o Sócrates a ganhar em Portugal…

    • Lenine, não sei o que informam pra vocês aí em Portugal, mas aqui, nós sabemos que existe uma imprensa militante e inconformada porque o Bolsonaro acabou com a corrupção e com as “mamatas”, as “tetas” secaram, mas a globolixo não se conforma, a esquerda está agonizando porque o maior ladrão do planeta vai perder no primeiro turno. Já tentaram de tudo, mas Bolsonaro é o presidente da vontade de 75 milhões de brasileiros. Esta é a única verdade. O resta é invenção da globolixo e sics da vida… Brasil! Bolsonaro22!

    • Lenine, o maior ladrão do planeta terra não ganha nem pra presidente do botequim da esquina.
      Aqui é Bolsonaro! Não sei o informam pra vocês aí em Portugal, mas todos nós sabemos que a esquerda e a globolixo estão agonizando porque a mamata acabou!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.