Brasil anuncia “vacina 100% nacional”. Lula culpa Bolsonaro por “maior genocídio” da história

blogplanalto / Flickr

O ex-presidente do Brasil, Lula da Silva

O ex-Presidente brasileiro defendeu que o atual chefe de Estado deve “pedir desculpa” pela sua gestão da pandemia de covid-19, que classificou como “o maior genocídio” da história brasileira.

“Na terça-feira, 3158 pessoas morreram de covid-19 no Brasil, o maior genocídio da nossa história. A nossa atenção não deve incidir sobre as eleições do próximo ano, mas sobre o combate ao vírus e a vacinação da população. Temos de salvar o Brasil da covid-19″, disse Lula da Silva numa entrevista ao semanário alemão Der Spiegel.

O Brasil registou esta quinta-feira, pela primeira vez, mais de 100 mil novos casos de covid-19 em 24 horas, numa altura em que o país soma já mais de 300 mil mortes devido à pandemia.

“Um Presidente não pode saber tudo. Mas ele deveria ter a humildade de consultar pessoas que sabem mais do que ele”, defendeu Lula, acrescentando que Bolsonaro deveria “falar com cientistas, médicos, governadores e ministros da saúde para desenvolver um plano para derrotar a covid-19”.

Bolsonaro, mesmo usando agora máscara, “não leva a covid-19 a sério”, acusou ainda o antigo líder. “Não acredita em vacinas, gastou uma fortuna com um medicamento chamado hidroxicloroquina, apesar de ter sido provado que não serve para nada”, prosseguiu.

“Aqueles que usavam máscaras, chamava-lhes ‘bichas’. Durante um ano, não levou este vírus a sério e mentiu-nos. Durante um ano, provocou todos aqueles que discordaram dele”, reforçou.

Para Lula da Silva, se Bolsonaro “tivesse alguma grandeza, teria pedido desculpa às famílias dos 300 mil mortos de covid-19 e dos milhões de pessoas infetadas”.

“É nossa responsabilidade, dos brasileiros, deter este homem e restaurar a democracia no país”, advertiu o antigo chefe de Estado, para quem “nunca na história” o Brasil teve “um Presidente tão irresponsável“.

Esta sexta-feira, o Brasil também anunciou que vai fabricar uma vacina própria, a Butanvac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, que aguarda autorização dos órgãos reguladores para começar imediatamente os testes em pessoas.

“É um anúncio histórico para o mundo. A vacina 100% nacional, com testes promissores e fruto do trabalho de uma instituição de 120 anos, que é a maior produtora de vacinas do hemisfério sul”, disse o governador de São Paulo, João Doria, numa conferência de imprensa na sede do instituto.

Esta primeira vacina brasileira contra a covid-19 será integralmente desenvolvida pelo Instituto Butantan e usará a mesma tecnologia aplicada na vacina da gripe. O governo paulista indicou que espera terminar a investigação com voluntários até julho, o que, em tese, permitiria a aplicação da vacina, caso a sua eficácia seja comprovada, no segundo semestre deste ano.

O Butantan informou que pretende iniciar a produção deste imunizante em maio. Segundo o governador paulista, a previsão é que 40 milhões de doses da Butanvac estejam disponíveis no país ainda este ano.

“Já estamos a falar de uma segunda geração de vacinas. Já é a vacina 2.0. Aprendemos com as vacinas anteriores e sabemos o que é uma boa vacina para a covid-19. Esta é mais imunogénica e, portanto, poderemos usar menores doses da vacina por pessoa”, afirmou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

O responsável também frisou que o instituto pretende “oferecer esta vacina a países de baixa e média renda, que é onde é preciso combater a pandemia. Isto porque a “pandemia pode estar sob controlo na América do Norte e na Europa, mas o vírus continuará em países de África, Ásia e América Latina”, advertiu.

O medicamento ainda em desenvolvimento já passou pelos testes pré-clínicos, realizados em animais, para detetar possíveis efeitos positivos ou de toxicidade. Uma das características deste projeto de vacina é que já tem em conta a variante brasileira, chamada P1. Agora, os testes clínicos em humanos necessitam de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo Covas, a documentação e o pedido para a continuidade da pesquisa serão enviados ainda esta sexta-feira à agência reguladora. Se os testes em humanos forem autorizados, contarão com a participação de 1800 voluntários nas fases um e dois.

Na fase três, que determina a eficácia de uma vacina, a previsão é de seleção de sete mil a nove mil voluntários. O governo paulista também informou que enviará ainda sexta-feira à Organização Mundial de Saúde (OMS) toda a documentação para acompanhar o processo de desenvolvimento do medicamento em todas as suas fases.

A Butanvac foi criada dentro de um consórcio em parceria com órgãos de investigação do Vietname e da Tailândia.

O Butantan, um instituto de investigação brasileiro subordinado ao governo regional do estado de São Paulo, embala e também desenvolve a produção da vacina CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, que é usada em 90% dos vacinados no Brasil. Os outros 10% dos imunizados no país estão a receber doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Interessante esse tipo de observação baseado em… NADA.
      Não existem provas mas a pessoa é acusada e criminalizada, muito pior: é julgada pelo povo ignorante de leis!!
      Agora vamos ao actual: o homem tem problemas, faz esses “problemas” desaparecer, cria leia para que isso aconteça… os filhos roubam, extorquem… milagrosamente as provas desaparecem, as testemunhas morrem de causas naturais ou desistem do processo… os bens materiais são trocados, comprados, vendidos, dão prejuízos superiores ao custo… é tanta, mas tanta coisa!
      Caramba, ele era contra a vacina, mas como o suposto “ladrão” saiu da cadeia e numa conferência de imprensa a acusar o presidente conseguiu movimentar um país inteiro a abrir os olhos mais um pouco. Resultado: o actual já usa máscara e já defende a vacina.
      O individuo é genocida e faz comentários cretinos que em qualquer outro país era julgado e atirado para uma cadeia… no Brasil? Não, a metade com interesses quer mantê-lo lá.
      Falas com pobres… é o pior presidente da história, falas com os ricos: é o melhor deles.
      EM quem acreditar? O suposto ladrão (título inventado pela oposição que continua sem provas) ou no Genocida que tem ali as provas na frente dele?!
      É… doi não doi?

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …