A Lua está virada ao contrário do outro lado do planeta

Marshall Space Flight Center / NASA

Quando viajamos pelo mundo para o hemisfério oposto, as estações do ano são todas ao contrário. E parece que a Lua Cheia não escapa a este fenómeno.

Não só é incrivelmente estranho, como também esta peculiaridade curiosa do nosso planeta redondo tem implicações surpreendentes para os cientistas que estão a tentar investigar o céu noturno.

“Do nosso ponto de vista, a Lua e o céu noturno estão realmente virados 180 graus em comparação com os nossos amigos do hemisfério norte”, explicou Jake Clark, astrónomo da Universidade de Southern Queensland, na Austrália. “No sul, vemos o mar escuro da Lua ‘Oceanus Procellarum’ no canto sudeste comparado com o canto noroeste de um observador do norte.”

Este fenómeno acontece porque, fisicamente, estamos de “cabeça para baixo” em comparação com alguém que está no hemisfério oposto.

Isto também se estende à lua crescente – dependendo de onde se está no mundo, ter-se-á rotações diferentes do crescente. “Da próxima vez que estiver a planear uma viagem de férias para um país perto do Equador durante uma lua crescente, parecerá uma cara sorridente”, explica Clark.

E não é apenas a Lua que está propensa a mudar de orientação. Todas as estrelas estarão ao contrário. “Depende de onde estiver está localizado na Terra, mas geralmente as constelações que vemos no hemisfério sul são viradas novamente em 180 graus em comparação com o hemisfério norte”, diz Clark.

Mas isto não é perfeito. A constelação Cruzeiro do Sul, por exemplo, é visível praticamente o ano todo no Hemisfério Sul, mas no Hemisfério Norte tem sorte se tiver uma breve observação do conjunto de estrelas.

O que significa tudo isto para os astrónomos? Para Clark e Horner, não muito – eles procuram exoplanetas medindo minúsculas mudanças na cor ou intensidade da luz das estrelas. Mas se as estrelas que se quer estudar não podem ser vistas no seu lado do mundo, pode ser um pouco complicado.

“Isso dificulta a astronomia se for um astrónomo norte-hemisférico a querer trabalhar numa estrela do sul que nunca verá em casa”, explica Clark.

Há uma boa razão pela qual existem tantos telescópios em todo o mundo – e até alguns no espaço. “Nós, astrónomos, temos telescópios de classe mundial espalhados por todo o globo – do Monte Mauna Kea, no Hawai, ao Monte Kent, em Queensland, a tentar desvendar os maiores mistérios do Universo, não importando em que hemisfério se esteja.”

 

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Pedro Soares não acredita em nova geringonça. "Não há condições"

De acordo com Pedro Soares, "não há condições para uma nova geringonça." O deputado não se recandidatará e acredita que o BE deve voltar a aproximar-se dos valores da sua génese. Apesar de ressalvar que esta …

BCP começa hoje a cobrar transferências por MB Way

O Millennium BCP começa hoje a cobrar as transferências feitas pelo MB Way. As transferências pela App Millennium têm um custo de 0,50€, enquanto as que forem feitas pela aplicação do MB Way têm um …

Estado gastou milhões de euros em obras sem utilidade

O Estado português investiu milhões de euros em vários obras que hoje não têm qualquer tipo de uso. Muitas delas foram feitas com a ajuda de fundos comunitários. São várias as obras feitas pelo Estado que …

Só uma dúzia de pessoas conhecem as perguntas dos exames nacionais

O primeiro exame nacional é de Filosofia do 11º ano. Quando chegar às mãos dos estudantes, o enunciado da prova já passou por várias fases, desde a elaboração, a impressão e a distribuição, em que …

Marcelo promulga compra do SIRESP. "Tudo o que acontecer será responsabilidade do Estado”

O Presidente da República promulgou o decreto-lei do Governo com vista à compra, pelo Estado, de 100% do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP). Marcelo Rebelo de Sousa alertou para as …

Maior manifestação de sempre em Hong Kong leva Governo a pedir desculpa

Seis horas depois do início da marcha de protesto contra a lei da extradição, “uma multidão nunca vista” continuava a inundar as ruas de Hong Kong este domingo, na “maior manifestação de sempre”, disseram vários …

Mais de 200 ex-políticos acumulam subvenções vitalícias e reformas

Quase quinze anos depois de o Parlamento ter decidido acabar com as subvenções vitalícias, existem ainda 322 beneficiários de subvenções mensais vitalícias para antigos políticos. Destes, 216 têm uma acumulação de pensão e subvenção superior …

Mulher de Netanyahu considerada culpada de usar dinheiros públicos em refeições de luxo

A mulher do primeiro-ministro israelita foi, no domingo, considerada culpada do uso indevido de dinheiros públicos e condenada a pagar uma multa, segundo uma decisão do tribunal de Jerusalém. Acusada em junho de 2018 por fraude, …

Incêndio catastrófico destruiu a "Pompeia britânica" um ano depois de ser construída

O assentamento incrivelmente preservado na Idade do Bronze, denominado "Pompeia britânica", foi destruído por um incêndio um ano depois de ser construído. Um novo estudo, publicado na revista Antiquity, revela novos detalhes sobre Must Farm, uma …

Marcelo responde à Fenprof: uma “história mal amanhada”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou este domingo incompreensíveis as críticas da federação dos professores, que o acusou de não ser Presidente de todos os portugueses. O Presidente da República advertiu que, “por …