Lojas de souvenirs criticadas por não terem artesanato nacional

 

Dmitri Korobtsov / Flickr

-

Pela cidade de Lisboa proliferam hoje as lojas de ‘souvenirs’, onde as leis da oferta e da procura privilegiam o baixo preço, esquecendo-se muitas vezes, segundo a associação regional de artesãos, os artigos nacionais e de produção artesanal.

De acordo com o responsável da Associação de Artesãos da Região de Lisboa (AARL), José Almendra, “há pouquíssimas lojas de artesanato em Lisboa cuja produção e venda seja exclusivamente artesanato”.

No entanto, referiu, apesar de “geralmente” as lojas de recordações não terem peças artesanais, costumam ter na montra a inscrição “artesanato”: “É um chamariz”.

“As lojas de ‘souvenirs’ por vezes misturam artigos de artesanato, mas uma quantidade mínima, é uma técnica camaleónica”, criticou.

Desde o início deste ano que a AARL tem na Câmara de Lisboa “um projeto para a criação do selo de artesanato de Lisboa”, de forma a regulamentar o que é ou não artesanato à venda na cidade, mas ainda não teve resposta.

De acordo com o representante da AARL, existem artesãos que têm uma produção própria de determinadas peças, “só que lhes é muito mais rentável comprar essas peças já feitas em termos industriais e misturar na própria produção artesanal”.

Para José Almendra, a produção de artesanato em Lisboa teve uma ligeira alteração há uns anos: “A partir do momento em que houve o ‘boom’ turístico e houve a crise, o artesanato deixou de se vender tanto a nacionais e passou a vender-se maioritariamente a estrangeiros, o artesanato de ‘souvenir'”.

O galo de Barcelos, o elétrico lisboeta e a sardinha são “os três grandes símbolos de Portugal e Lisboa procurados pelos turistas”. Depois existem as réplicas de monumentos da capital e da área envolvente como a Torre de Belém, a ponte 25 de Abril e o Cristo Rei.

Sobre a grande visibilidade do galo de Barcelos nas lojas da cidade, José Almendra comentou que “Lisboa tem que ter uma perspetiva mais universal e mais nacional” e que o galo de Barcelos é um símbolo nacional, assim como o touro em Espanha.

“Mas símbolo lisboeta é o elétrico“, reforçou.

Segundo o responsável, verifica-se o fenómeno denominado “mínimo denominador comum”, ou seja, se se está num sítio onde as peças custam cinco ou dez euros e aparece uma de vinte euros, essa é tida como cara. Mas se se estiver num sítio em que as peças custam 15 ou 25 euros, a de 20 já não é cara.

Os turistas que apreciam os artigos de artesanato gostam de comprar diretamente ao artesão. “É muito diferente comprar uma peça a um criador do que comprar uma peça que está numa prateleira numa loja”, pois o artesão tem a oportunidade de explicar como foi feita a peça, disse.

Segundo José Almendra, não há uma tipologia nem há estudos para saber o que é que o turista prefere, mas “uma coisa é certa: se as lojas de ‘souvenirs’ proliferam é porque elas vendem. Isso também abafa a produção artesanal”.

O responsável referiu que “o artesanato vai ficar reduzido a uma mínima expressão, esmagado pela produção industrial e pelo ‘souvenir’ de fraca qualidade e a preços baixos”.

Em Portugal, existe uma certificação de produtos artesanais, através do Programa para a Promoção dos Ofícios e Microempresas Artesanais (PPART), criado pelo Governo em 1997.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Exmos. Srs.,

    Para além de nos considerarmos uma das pouquíssimas lojas de artesanato em Lisboa cuja produção e venda é exclusivamente artesanal, a Comunidade Artística Lisboa-Amor® apoia os artesãos e criativos nacionais, comercializando, exclusivamente, produtos portugueses!

    Lisboa-Amor® sugere e sugerirá SEMPRE: Amor 100℅ Nacional <3

RESPONDER

"É impensável um relaxamento". Entre novas medidas, Itália impõe quarentena a turistas nacionais e estrangeiros no Natal

O governo de Itália aprovou a quarentena obrigatória para cidadãos italianos que estejam no estrangeiro entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e regressem ao país e para turistas, para prevenir uma "terceira vaga" …

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …

Vespas "buraco de fechadura" conseguem fazer um avião despenhar-se

Conhecidas como vespas "buraco de fechadura", estes insetos constroem os seus ninhos em sítios minúsculos. Em alguns casos raros, podem mesmo levar a que um avião se despenhe. As Pachodynerus nasidens, mais conhecidas por vespas "buraco …

Estado de emergência até 7 de janeiro será idêntico ao que está em vigor. Marcelo só mudou introdução

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já enviou à Assembleia da República a proposta de renovação do estado de emergência que deverá ficar em vigor até 7 de janeiro. “Depois de ouvido o Governo, …

Cidade chinesa com mais de 10.500 infetados com brucelose após bactéria "escapar" de laboratório

Mais de 10.500 pessoas contraíram brucelose, uma doença de origem animal, no noroeste da China, depois de a bactéria ter "escapado" de um laboratório biofarmacêutico que produz vacinas para animais, disseram as autoridades. A cidade de …