Lixo em Lisboa “quase dá pelos pés” (e há quem culpe o turismo)

Sacos de lixo que se acumulam junto a contentores, copos de plástico com restos de bebidas, garrafas de vidro, sofás velhos no meio da rua e um cheiro nauseabundo. Estas são as queixas dos moradores de alguns dos bairros mais turísticos de Lisboa que culpam a falta de civismo, a restauração, mas também o aumento do turismo.

“Há montes e montes de lixo, quase dá pelos pés”, lamenta ao Diário de Notícias Senhorinha Andrade, de 80 anos, uma moradora do Bairro Alto há 50 anos. “[Os turistas e os funcionários dos restaurantes] têm ali os caixotes, mas não vão pôr lá o lixo”, queixa-se a mulher, frisando que o colocam “à porta, é aqui ou acolá”.

Senhorinha Andrade também critica a Câmara porque diz que “já nem lavam as ruas” porque “não há pessoal para lavar”. “É um fedor que não se pode”, queixa-se.

Além do Bairro Alto, Alfama e o Cais do Sodré estão também entre as zonas mais afectadas pela acumulação do lixo. E Maria Gabriela Vaz, dona de um café, desabafa no DN que “o turismo veio e nunca houve uma solução para isto”.

Outros moradores das zonas mais afectadas culpam também o aumento “descontrolado” do turismo, acusando os estabelecimentos de alojamento local e de restauração de não respeitarem “as regras ou horários de recolha do lixo”, como cita o DN.

Mas Júlio da Silva, funcionário de uma loja de conveniência, fala também da “falta de civismo” e critica o sistema de recolha de lixo que “no Verão, não funciona porque é muita gente, é muito lixo”, refere ao DN.

“Não se fazem limpezas porque não há gente, foi tudo de férias“, acrescenta Júlio da Silva.

“É essencial haver um aumento no número de recolhas“, assume também a presidente da Junta de Freguesia da Misericórdia, Carla Madeira, notando em declarações ao DN que, nesta altura do ano, “a produção de lixo é tanta que a recolha não consegue acompanhar as necessidades que existem”.

O presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, Miguel Coelho, também fala do problema do turismo, frisando que a localidade tem “cerca de 14 mil habitantes” e “visitantes diários na ordem das 250 mil pessoas“. “Precisamos de mais meios humanos e instrumentos mecânicos e para isso precisamos de meios financeiros”, destaca no DN.

O jornal noticiou recentemente que a Câmara de Lisboa vai atribuir 5 milhões de euros da taxa turística cobrada pelas dormidas em Lisboa, para a limpeza urbana das freguesias mais procuradas pelos turistas. “Estamos à espera que se concretize”, refere Miguel Coelho em declarações ao DN.

A autarquia aponta, em nota enviada ao jornal, que a proposta “deverá ser aprovada este ano, em reunião de Câmara e Assembleia Municipal”, e que deverá começar a ser aplicada nas Juntas de Freguesia “a partir do próximo ano”.

A Câmara de Lisboa também diz que “a limpeza [das ruas] é da responsabilidade das Juntas e que, por isso, só elas podem falar da redução dos trabalhadores dedicados a essa competência”. Todavia, assume que, nesta altura, tem “mais trabalhadores em férias”, e que “isso cria constrangimentos ao serviço de remoção” do lixo.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Ora aqui está uma das melhores cidades para se viver. A comunicação social ultimamente não tem poupado elogios à cidade de Lisboa, apelidando-a de melhor cidade da Europa para viver, cidade com excelente qualidade de vida. Tudo balelas para inflacionar o preço das casas. Na realidade, Lisboa não passa de uma cidade suja, barulhenta, com trânsito infernal e péssima qualidade de ar. O que existe aqui de qualidade?

  2. A camara de Lisboa esta apinhada de gente que nao faz nada … apenas teem um titulo e que tal pegarem maos a obra e comecarem a trabalhar?

  3. Triste verdade!Sou lisboeta,vivi 14 anos em Cascais,é muitas vezes penso que a CML havia de fazer um estágio naquela câmara para “aprender”como se mantém uma cidade LIMPA!
    Mudei há 2 meses para Lisboa,freguesia de Arroios,é estou decepcionada com a falta de limpeza das ruas,a falta de ecopontos,não lavam as ruas,enfim,é um caos em relação a limpeza!
    Limpeza tb.é SAÚDE para os cidadãos.
    A CML que aprenda como se cuida de uma cidade!
    É que nem o básico sabem!

    • Do RSI? E que tal os meninos do desemprego ou os reformados que por sinal são os que usam +60% da verba da segurança social ao contrário dos 4% do RSI? Não seja descriminador e injusto, ou você pensa que que quando acaba o tempo do subsidio de desemprego e subsidio social de desemprego que vai ter outra ajuda sem ser o RSI? 90% das pessoas que recebem o RSI são desempregados de longa duração porque agora as empresas só contratam jovens que não sabem o que fazem e são completamente incompetentes desde que tenham um palminho de cara e estrangeiros porque assim podem pagar os salários mais baixos que houverem.
      Sim há pessoas que recebem o RSI e não querem trabalhar, mas esses arranjam esquemas para isso, como parte das mulheres dos bairros sociais que engravidam todos os anos, e como estão gravidas ou a tratar de crianças não podem trabalhar, mas esse número é pequeno, outra é atirar a carta de minoria étnica para que não os obriguem a nada. Ainda que a palavra “minoria” seja relativa, aqui onde mora a minoria são os portugueses caucasianos.

  4. Estou imaginando um turista carregando um sofá nas costas e deixando na calçada… Não é culpa dos turistas. A culpa é local.a câmara tem que fazer algo a respeito.

    • Ninguém falou em culpa dos turistas – no título falam em culpa do turismo!!
      São coisas diferentes…
      Para haver turistas, tem que haver restauração, alojamento, etc, e será daí que sai muito desse lixo!
      Mas, claro que a responsabilidade é da Câmara (em Portugal não há prefeituras)!

  5. Isso aqui tá virando numa bosta, já não tem segurança,assalto todos dias,no centro de Lisboa tão a vontade vendendo droga e a polícia não prende ninguém, quando prendem já largam,tem que ver que são estes que vendem a droga para expulsarem de Portugal, o Marcelo e o costa não tem acessores para ver isso,como disse o cara acima,se paga taxa de tudo aqui e Lisboa tá virando num lixo, as calçadas só toco de cigarro uma imundice tá ficando isso aqui

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …