Lisboa e Porto têm mais turistas por residente do que Londres e Barcelona

matthijs / Flickr

Lisboa e Porto estão a rebentar pelas costuras de turistas, a sofrerem maior pressão turística do que cidades como Londres ou Barcelona. A conclusão é de um estudo do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo que revela que é preciso retirar turistas dos centros históricos.

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT) calculou a pressão turística sobre as cidades portuguesas, comparando esses dados com o de outras cidades europeias, analisando a proporção entre os habitantes e o número anual de turistas.

Os resultados do estudo vão ser oficialmente apresentados esta quarta-feira, no Fórum Internacional do Turismo, em Gaia, mas são antecipados pelo Jornal de Notícias.

As conclusões indicam que em Lisboa há nove turistas por cada residente, enquanto que no Porto há oito turistas por habitante. Em Londres, há quatro turistas por cada morador e em Barcelona esta relação fica-se pelos cinco turistas por habitante. Já em Albufeira, no Algarve, contam-se 39 turistas por cada morador.

O IPDT fez as contas ao número de turistas que, em simultâneo, ficam em cada destino por dia, considerando as chegadas aos aeroportos e a média de estadias das cidades analisadas. O Porto recebe cerca de 4500 turistas por dia, sendo que diariamente haverá cerca de 9041 visitantes em simultâneo de visita à cidade.

O estudo do IPDT lembra que na Croácia, onde coabitam 9194 turistas em simultâneo, diariamente, foi necessário tomar medidas, impostas pela UNESCO, no âmbito do seu estatuto de cidade Património da Humanidade. Assim, impôs-se um limite de quatro mil visitantes por dia. Já Londres, que recebe cerca de 470 mil turistas diariamente, não precisa de implementar medidas especiais semelhantes.

No caso de Lisboa, o IPDT repara que, diariamente, há 300 turistas por cada quilómetro quadrado. No Porto, há 228 turistas e em Albufeira 158.

Estes números não são, para já, alarmantes, mas é preciso começar a tomar medidas para evitar que se tornem problemáticos, como defende o presidente do IPDT, António Jorge Costa, no JN. “Ninguém vai querer matar a galinha dos ovos de ouro do turismo, porque, comprovadamente, diminui o desemprego e eleva o limiar da pobreza”, constata.

O estudo do IPDT refere que o turismo permitiu reduzir a taxa de desemprego, bem como aumentar o limiar da pobreza dos 4937 euros para os 5442 euros anuais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …