Lisboa e Porto têm mais turistas por residente do que Londres e Barcelona

matthijs / Flickr

Lisboa e Porto estão a rebentar pelas costuras de turistas, a sofrerem maior pressão turística do que cidades como Londres ou Barcelona. A conclusão é de um estudo do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo que revela que é preciso retirar turistas dos centros históricos.

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT) calculou a pressão turística sobre as cidades portuguesas, comparando esses dados com o de outras cidades europeias, analisando a proporção entre os habitantes e o número anual de turistas.

Os resultados do estudo vão ser oficialmente apresentados esta quarta-feira, no Fórum Internacional do Turismo, em Gaia, mas são antecipados pelo Jornal de Notícias.

As conclusões indicam que em Lisboa há nove turistas por cada residente, enquanto que no Porto há oito turistas por habitante. Em Londres, há quatro turistas por cada morador e em Barcelona esta relação fica-se pelos cinco turistas por habitante. Já em Albufeira, no Algarve, contam-se 39 turistas por cada morador.

O IPDT fez as contas ao número de turistas que, em simultâneo, ficam em cada destino por dia, considerando as chegadas aos aeroportos e a média de estadias das cidades analisadas. O Porto recebe cerca de 4500 turistas por dia, sendo que diariamente haverá cerca de 9041 visitantes em simultâneo de visita à cidade.

O estudo do IPDT lembra que na Croácia, onde coabitam 9194 turistas em simultâneo, diariamente, foi necessário tomar medidas, impostas pela UNESCO, no âmbito do seu estatuto de cidade Património da Humanidade. Assim, impôs-se um limite de quatro mil visitantes por dia. Já Londres, que recebe cerca de 470 mil turistas diariamente, não precisa de implementar medidas especiais semelhantes.

No caso de Lisboa, o IPDT repara que, diariamente, há 300 turistas por cada quilómetro quadrado. No Porto, há 228 turistas e em Albufeira 158.

Estes números não são, para já, alarmantes, mas é preciso começar a tomar medidas para evitar que se tornem problemáticos, como defende o presidente do IPDT, António Jorge Costa, no JN. “Ninguém vai querer matar a galinha dos ovos de ouro do turismo, porque, comprovadamente, diminui o desemprego e eleva o limiar da pobreza”, constata.

O estudo do IPDT refere que o turismo permitiu reduzir a taxa de desemprego, bem como aumentar o limiar da pobreza dos 4937 euros para os 5442 euros anuais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …

"A bola apenas bateu no peito". VAR admite erro no penálti do Portimonense-FC Porto

O vídeo-arbitro do encontro entre Portimonense e FC Porto, Vasco Santos, admitiu esta quarta-feira que não existiu razão para assinalar grande penalidade a favor do clube portista. "No momento em que o árbitro apita fiquei com …

Na Índia, usar cigarros eletrónicos já pode dar prisão

O Governo indiano anunciou esta quinta-feira a proibição de cigarros eletrónicos no país, de 1,3 mil milhões de pessoas, numa ação que pretende ser a favor da saúde e contra os vícios. "A decisão foi tomada …

Iñaki Urdangarín pode sair da prisão dois dias por semana

Detido na cadeia de Brieva, Ávila, há 15 meses, Iñaki Urdangarín, cunhado do rei de Espanha, soube esta terça-feira que poderá sair da prisão duas vezes por semana para fazer voluntariado numa instituição que ajuda …

Criança com anemia aplástica grave submetida a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …