Em Lisboa, há portas a mais de um metro do chão (e já foram motivo de picardia entre Medina e Rio)

(cv) SIC

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse a Rui Rio para prosseguir com a “silly season” — época da parvoíce, em tradução livre. Em causa está uma publicação do líder do PSD sobre casas numa zona lisboeta com a porta a mais de um metro de altura do chão da rua.

“A Câmara de Lisboa bem pode ser motivo de orgulho para qualquer português… que simpatize com os padrões de rigor do terceiro mundo“, escreveu Rui Rio, esta segunda-feira, na sua conta de Twitter.

O comentário do líder do PSD surgiu na sequência das obras na Calçada da Ajuda, em Lisboa, que deixaram cinco casas com a porta a mais de um metro de altura do chão da rua.



E Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, não demorou a responder.

“Obrigado, Dr. Rui Rio, por mais uma vez chamar a atenção para os problemas que preocupam os portugueses. Informo que as casas são da GNR, estão desocupadas e a entrada é pelo outro lado, pelo pátio do quartel. Pode agora retomar as suas férias e prosseguir com a silly season“, atirou, na mesma rede social.

Segundo o Correio da Manhã, em causa estão cinco acessos a habitações cujo nível do passeio desceu, sem que fosse realizado o ajustamento correto, na sequência do remate do Palácio Nacional da Ajuda que ficou inacabado há mais de dois séculos.

Naquela zona, verifica-se um desnivelamento da calçada da Ajuda e, à medida que a rua sobe, também a distância do passeio vai reduzindo.

As casas estão “desabitadas há anos e são usadas ocasionalmente pela GNR, que acede às mesmas através das portas nas traseiras e que ligam diretamente à área do quartel”, explica a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), entidade que, a par com o Turismo de Lisboa, é responsável pelas obras de requalificação do Palácio Nacional da Ajuda e da zona envolvente.

Falta corrigir as soleiras das portas e fazer pequenas intervenções no interior das casas para repor cotas de acesso. Estes trabalhos não têm repercussão física na calçada da Ajuda a não ser na dimensão dos vãos. Vão ser executados em breve, sem colocar em causa o trânsito”, acrescenta a DGPC, citada pelo CM.

Entretanto, o presidente da junta de freguesia da Ajuda, Jorge Marques, também já garantiu que a obra está inacabada e que vão ser construídos acessos às habitações assim que possível. No entanto, não é uma situação urgente porque as casas fazem parte do serviço da GNR e não estão habitadas, explicou.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É nisto que se vê a qualidade de certos políticos…
    Com tantos problemas para resolver, só se lembram de implicar com uma coisa insignificante como umas portas que ninguém usa – nem vai usar!!
    .
    O Rui Rio que, infelizmente para Portugal, tem sido uma nulidade como líder da oposição (e do PSD), devia evitar fazer política de 3° mundo…
    Quando não se tem nada de útil para acrescentar, o melhor é não dizer nada…

    • Ah, sim, porque é normal ter portas a 1 metro do chão. Por menos que isso está gente internada em hospícios. Também já vi varandas servidas por janelas. Para ir à varanda era preciso saltar pela janela. Chico-espertismo dá neste tipo de deficiência intelectual.

      • Mas as portas tem/tinham algum uso?
        Mora lá alguém? Alguém vai morar?
        Obviamente que NÃO, portanto isto só é assunto no meio dos toinos…

  2. Ah, sim, porque é normal ter portas a 1 metro do chão. Por menos que isso está gente internada em hospícios. Também já vi varandas servidas por janelas. Para ir à varanda era preciso saltar pela janela. Chico-espertismo dá neste tipo de deficiência intelectual.

RESPONDER

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da eletricidade não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …