Líder da extrema-direita holandesa condenado por discriminação racial

Rijksoverheid / Phil Nijhuis / Wikimedia

Geert Wilders, líder da extrema-direita na Holanda

Geert Wilders, líder da extrema-direita na Holanda

O líder da extrema-direita holandesa Geert Wilders, julgado por ter prometido “menos marroquinos” no país, foi condenado por insulto e discriminação, mas absolvido de incitamento ao ódio, anunciou esta sexta-feira o juiz que presidiu ao processo.

O Ministério Público tinha pedido que Geert Wilders fosse condenado a uma multa de cinco mil euros, mas o tribunal decidiu não impor uma sentença porque a condenação é castigo suficiente para um deputado democraticamente eleito, explicou o juiz Hendrik Steenhuis.

“Neste caso, a questão mais importante era saber se Wilders pisou o risco. Este julgamento respondeu a essa questão”, disse.

Numa primeira reação através do Twitter, Wilders qualificou o veredicto de “loucura” e afirmou que os juízes odeiam o seu Partido da Liberdade (PVV).

O deputado não esteve presente na audiência, mas o advogado disse que vai recorrer da decisão.

Para o tribunal, as declarações de Wilders “fazem uma distinção entre a população marroquina e outros grupos da população da Holanda”.

“O caráter inflamatório da forma como as declarações foram feitas incitou outras pessoas a discriminar as pessoas de origem marroquina”, afirmou o juiz na leitura do veredicto.

Conhecido por posições anti-islâmicas e xenófobas, Wilders, 53 anos, foi julgado por declarações que fez numa reunião com militantes em 2014, na Haia, durante a qual questionou a audiência sobre se queria “mais ou menos marroquinos na [sua] cidade e no país”.

A audiência respondeu aos gritos de “Menos! Menos! Menos!” e o político retorquiu com um sorriso: “Vamos tratar disso”.

Segundo o Ministério Público, a polícia recebeu 6.400 queixas relativas àquelas declarações.

O julgamento realizou-se a poucos meses das próximas eleições legislativas holandesas, previstas para março, e traduziu-se nas sondagens por um aumento do apoio ao partido de Wilders, que já liderava em percentagem de intenções de voto.

Em média, os estudos de opinião atribuem 34 deputados ao Partido da Liberdade, mais dez que ao partido do primeiro-ministro liberal Mark Rutte.

Pouco antes de ser anunciado o veredicto, Wilders, que considerou este julgamento “uma farsa política”, afirmou que fosse qual fosse a decisão do tribunal vai “continuar a dizer a verdade sobre o problema marroquino e nenhum juízo, político ou terrorista”, o vai impedir.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Podem ir dar uma volta com esta historia de “extrema-direita” como se fosse mau, nunca chamam comunas, os verdes, bloco de esquerda, etc, etc de extrema-esquerda porque???

    Quanto a Geert Wilders ser “xenófobo” vocês esqueceram-se de mencionar o PEQUENINO facto de a população Marroquina ser só 2% da população total da Holanda, mas mais de 40% dos Marroquinos a viver lá com idades entre 12 e 24 já foram presos!
    Mais de 60% dos Marroquinos a viver na Holanda com idades entre 17 e 23 desistem da escola sem qualquer qualificação para entrar no mercado de trabalho.
    O desemprego jovem dos Marroquinos a viver na Holanda é mais de 40%
    Mais de 60% dos Marroquinos lá com idades entre 40 e 64 vivem de subsídios do estado sem nunca terem trabalhado para isso!

    Em Janeiro de 2009 o governo Holandês assinou um programa governamental chamado “Juventude Marroquina em Risco” com 22 cidades que sofriam de altisimos índices que criminalidade juvenil Marroquina.
    Depois de 33 milhões de Euros gastos nesse programa… A criminalidade aumentou ainda mais…

    Aqui deixo a percentagem de Marroquinos envolvidos em crimes reportados por cidade:
    Den Bosch: 47,7%
    Zeist: 47,3%
    Gouda: 46,3%
    Veenendaal: 44,9%
    Amersfoort: 44,6%
    Den Haag, Ede, Leiden, Maassluis, Nijmegen, Oosterhout, Schiedam e Utrecht têm todos mais de 40%
    Agora lembro-vos a Holanda tem 16,4 milhões de habitantes, só cerca de 350,000 (2%) é que são Marroquinos.
    Se não são bons a matemática isto na pratica quer dizer que são super-representados, por outras palavras demasiado criminosos.

    Mas a comunicação social de esquerda olha para estes números, depois olha para quem diz “fora com eles” e a única coisa que tem para dizer é “xenófobo racista!”

    Depois admiram-se que Trump ganhou, e por toda a Europa os partidos de direita estão em alta nas sondagens, as pessoas já estão fartas das vossas mentiras, podem esconder, apagar, bloquear comentários como este mas já não enganam ninguém.

  2. Parabéns Cláudia

    Uma opinião bem formada e complementada com dados e factos ,
    O completo oposto das opiniões dos zombies liberalistas de esquerda, que somente repetem as mesmas frases e ideias com as quais foram hipnotizados.

  3. Se que o que escreve Cláudia Monteiro é verdade, mudei de opinião ao ler este artigo e dou o meus parabéns à Cláudia por informar os leitores.

Renault constitui-se assistente em processo contra Carlos Ghosn para "fazer valer os seus direitos"

A fabricante automóvel Renault anunciou na segunda-feira que se constituiu assistente no processo de investigação do seu antigo presidente Carlos Ghosn por abusos de bens sociais e branqueamento. Segundo noticiou a agência Lusa, em comunicado, citado …

Agentes do ex-Benfica Luka Jovic são suspeitos de branqueamento de capitais

Os agentes do antigo jogador do SL Benfica Luka Jovic, Fali Ramadani e Nikola Damjanac, são suspeitos de terem branqueado mais de 10 milhões de euros em Espanha. Os empresários Fali Ramadani e Nikola Damjanac, da …

Túmulos reais do Taj Mahal limpos pela primeira vez em 300 anos para receber Trump

Os túmulos reais do Taj Mahal foram limpos pela primeira vez em 300 anos como parte da preparação da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à Índia, escreve o portal Newsweek citando média locais. Donald …

Microsoft revela novos detalhes da Xbox Series X

A Microsoft revelou novos detalhes da Xbox Series X, a principal corrente à Playstation 5 e à Nintendo Switch. A consola vai ser equipada com "12 Teraflops" e memória interna SSD. A Microsoft quer apostar forte …

OMS sobre Covid-19: O mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Bruce Aylward, médico canadiano especialista …

Um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Os incêndios recentes "sem precedentes" que destruíram um quinto das florestas australianas estão ligados a uma seca de vários anos, devido às alterações climáticas, segundo um estudo publicado na segunda-feira. Os climatólogos estão, atualmente, a estudar …

Auditorias aos estádios da I Liga devido a casos de racismo começam amanhã

As auditorias aos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, vão decorrer até março, diz o Ministério da Administração Interna. As auditorias à segurança dos …

Liverpool já tem tantas vitórias como o invencível Arsenal de Wenger

O Liverpool operou esta segunda-feira a reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que …

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …