Libertados os dois portugueses que ainda estavam sequestrados em Moçambique

Hansueli Krapf / Wikimedia

Maputo, Moçambique ( foto: Hansueli Krapf / wikimedia)

Maputo, Moçambique ( foto: Hansueli Krapf / wikimedia)

Os dois portugueses que ainda estavam sequestrados em Moçambique foram libertados esta noite, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário.

Questionado sobre as circunstâncias da libertação, José Cesário escusou-se a avançar mais pormenores, afirmando apenas que se trata de um homem e de uma mulher.

O homem havia sido sequestrado há duas semanas e a mulher, uma gestora financeira de 40 anos, na passada terça-feira.

Contactado pela Lusa, o cônsul de Portugal em Maputo, Gonçalo Teles Gomes, disse que os dois portugueses foram libertados durante a noite pelos raptores e que “estão bem”.

Segundo o cônsul, os dois portugueses estão a receber apoio psicológico e não querem ser identificados nem que sejam divulgados os nomes das empresas onde trabalham.

Um adolescente português foi libertado do cativeiro pelos seus raptores na noite de quinta-feira.

Com estas libertações, já não há cidadãos portugueses sequestrados em Moçambique.

Segundo as informações disponíveis, poderão estar ainda em cativeiro quatro ou cinco pessoas, todos moçambicanos.

Uma onda de sequestros regista-se em Moçambique desde há dois anos, tendo começado por afectar apenas a comunidade islâmica.

Na sexta-feira, o embaixador português em Maputo, José Augusto Duarte, disse à Lusa que Moçambique e Portugal vão analisar a cooperação contra a vaga de sequestros que assola o país, após o governo de Lisboa ter mostrado disponibilidade para esse apoio e depois de se ter reunido com governantes moçambicanos.

“Tive encontros com autoridades moçambicanas ao nível governamental, que manifestaram o seu apreço pela solidariedade das autoridades portuguesas face à situação que se vive em Maputo. Registaram com o maior agrado a oferta dessa cooperação e vamos ver, de forma, reservada como é que ela pode ser feita”, disse.

O diplomata considerou que a actual vaga de sequestros não é dirigida contra a comunidade portuguesa, a qual, disse, está tão preocupada com a situação como os demais residentes em Maputo.

A comunidade portuguesa “está com o estado de alma com que estão os habitantes de Maputo, não se diferencia particularmente. A comunidade portuguesa não fica imune a essa situação, vive-a como a vivem os moçambicanos ou qualquer outra nacionalidade que aqui esteja”, disse José Augusto Duarte.

/Lusa

RESPONDER

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A estação espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …

"0 tiros disparados". PSP publica (e depois retira) post polémico sobre tiroteio

O post partilhado no Facebook da PSP, que parecia fazer alusão ao tiroteio que, na semana passada, provocou a morte de uma mulher, já foi retirado desta rede social. "0 tiros disparados", podia ler-se. A PSP …

PJ descarta abuso sexual na Queima das Fitas de Porto e Braga. Autores dos vídeos ainda por apurar

A Polícia Judiciária descartou o crime de abuso sexual nos dois casos, mas mantém a investigação aos crimes de de gravação ilícita e devassa da vida privadas. Dois jovens envolvidos numa cena de sexo num autocarro …

Negociações para formar Governo fracassam na Alemanha

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou no domingo em Berlim o fracasso das negociações da CDU com os liberais do FDP e com Os Verdes para a formação de um novo governo. Desde as eleições …

Armada argentina duvida que chamadas de satélite sejam do submarino desaparecido

No sábado, bases navais da Argentina anunciaram ter recebido contactos por telefone-satélite que poderiam ter sido feitos a partir do submarino militar argentino Ara San Juan. De acordo com o Diário de Notícias, sete chamadas de …

Morreu o infame Charles Manson

Na sequência dos assassínios brutais que levou a cabo com a sua seita, Charles Manson tinha sido condenado à morte em 1971. Um dos criminosos mais famosos dos Estados Unidos, Charles Manson, líder de uma seita …

Portugal prepara-se para o regresso dos seus jihadistas

As autoridades portuguesas estão a preparar-se para o regresso dos jihadistas que partiram de Portugal para combater nas fileiras do Estado Islâmico. Polícia e entidades de apoio social estão a receber formação para prevenir a …

Criminologista espanhol encontrou a "mulher de roxo" do caso Maddie

A polícia inglesa procurava a "mulher de roxo", que tinha saído da Praia da Luz com o marido - um pedófilo condenado que entretanto morreu -  na mesma altura do desaparecimento de Madeleine McCann, em …