Leões criados em massa na China e na África do Sul para abastecer medicina tradicional

Um relatório da organização World Animal Protection mostra que, na África do Sul e na China, uma grande quantidade de leões e tigres são criados em herdades que não têm condições para os tratar. O intuito é responder à procura desses felinos para serem usados na medicina tradicional.

À medida que as investigações esclarecem as condições dentro de grandes propriedades onde leões e tigres são mantidos em jaulas e criados para serem mortos, as revelações são cada vez piores, segundo noticiou a All That’s Interesting (ATI).

De acordo com um relatório da ONG World Animal Protection, citado pela ATI, a procura por medicamentos tradicionais que utilizam partes desses felinos no sudeste da Ásia está a alimentar um ‘boom’ nessas herdades, que são encontradas principalmente na África do Sul e na China.

O relatório, que será apresentado na próxima Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e da Flora Silvestres (CITES), em agosto, fornece uma visão geral do tratamento a que esses felinos são submetidos nessas herdades de criação.

Para começar, os alojamentos não são adequados para abrigar um grande número de felinos de uma só vez. O relatório descreve as instalações na China como “herdades industriais”, onde os tigres são colocados em pequenos recintos de concreto. Em algumas, os criadores colocam os leões em jaulas individuais e dão aos animais uma quantidade limitada de comida e água, o suficiente para sobreviverem.

Essas condições são extremamente prejudiciais para o bem-estar desses felinos, tendo os investigadores encontrado evidências dos efeitos de tais práticas. Descobriram que a maioria dos animais mantidos nesses locais apresentava sinais de comportamento anormal, como a autoagressão, mordendo os seus próprios membros ou a cauda.

Os filhotes que nascem dentro dessas instalações têm geralmente deformações físicas ou são nados-mortos, situação causada, provavelmente, pela endogamia que ocorre dentro dos recintos apertados.

De acordo com o relatório, os filhotes consanguíneos geralmente sofrem de deformidades nos pés, nas pernas e nos rostos, o que os impede de agir consoante os seus instintos predatórios naturais. Além disso, em resultado das deformidades, esses animais têm problemas com a visão, a respiração, a audição e até a mastigação.

As deformidades resultam quando as fêmeas são forçadas a ter até quatro ou cinco ninhadas a mais do que normalmente teriam na natureza, devido à velocidade de reprodução praticadas nas herdades. Os animais são criados, mortos e vendidos em grande número para acompanhar as exigências do comércio de medicamentos tradicionais.

A medicina tradicional, que usa partes do corpo dos grandes felinos – como os ossos, os membros e a pele -, ainda é uma prática popular em países como o Vietname, a China, a Tailândia e o Laos, de onde vem a maior parte da procura.

Além das investigações sobre os locais onde esses grandes felinos são criados, o relatório inclui uma pesquisa sobre as atitudes dos consumidores, encorajando-os a trocar os medicamentos tradicionais feitos com partes dos felinos por alternativas sintéticas.

Contudo, a organização constatou que a maioria dos consumidores desses países ainda acredita nos benefícios medicinais desses remédios tradicionais, apesar da falta de evidências científicas que comprovem isso.

As maiores exportações entre 2007 e 2016 da África do Sul, onde existem cerca de 244 instalações que mantêm entre seis e oito mil leões e 280 tigres em cativeiro. Pelo menos 70 toneladas de ossos foram enviadas para fora do país durante esse período de oito anos.

Embora o relatório sugira que há uma correlação entre o número de operações agrícolas em expansão e o número decrescente de populações de animais selvagens fora do cativeiro, alguns críticos acreditam que isso seja falso.

Um estudo em particular descobriu que as grandes herdades de felinos têm efeitos insignificantes sobre as populações de animais selvagens. Alguns argumentam que esses locais podem realmente proteger as populações selvagens, uma vez que o suprimento para o comércio de animais pode ser realizado através da criação em vez da caça furtiva.

Ainda assim, a realidade é que essas herdades são destrutivas, e os efeitos que têm nos felinos são a prova disso.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estúdios de tatuagens podem reabrir na segunda-feira

Os estúdios de tatuagens e de ‘bodypiercing’ vão poder reabrir na segunda-feira juntamente com outros serviços de atendimento ao público e comerciais, mas terão de funcionar mediante marcação prévia e cumprindo as regras sanitárias. Na resolução …

As rãs de cristal revelaram uma nova forma de camuflagem

As rãs de cristal são bem conhecidas pela sua pele transparente, mas, até agora, o motivo desta curiosa característica não tinha recebido atenção experimental. Uma equipa de cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, da …

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …