As brilhantes “lágrimas azuis” dos mares chineses são tóxicas (e estão a crescer)

As luzes azuis que pintam os mares chineses, muitas vezes chamadas de “lágrimas azuis”, podem ser vistas depois de escurecer em muitas praias da China e tornaram-se, recentemente, numa grande atração turística.

Nas noites de verão, as águas ao redor das ilhas Matsu de Taiwan lançam um misterioso brilho azul e quem as vê não fica indiferente. O fenómeno, conhecido como “lágrimas azuis”, é causado por uma floração de pequenas criaturas bioluminescentes chamadas dinoflagelados (Noctiluca scintillans).

A flor que vive no Mar da China Oriental, e que atrai turistas por causa do seu misterioso brilho azul, é tóxica. De acordo com um estudo recente, a planta está a crescer a um ritmo acelerado. “As pessoas acham que é romântico e bonito de se ver à noite”, disse Chanmin Hu, oceanógrafo da Universidade do Sul da Florida, nos Estados Unidos, e co-autor do estudo, ao Live Science. “Mas é tóxico.”

Hu e a sua equipa usaram dados de satélite para rastrear o tamanho da flor ao longo do tempo. Depois de terem analisado quase 1.000 imagens de satélite dos últimos 19 anos, os cientistas conseguiram uma assinatura exclusiva das lágrimas azuis – os comprimentos de onda refletidos pela planta.

É como uma impressão digital“, disse o líder da investigação. Através desta assinatura particular, os cientistas descobriram que a flor, normalmente vista perto da costa, está a estender o seu alcance para águas mais profundas.

Isto pode ser um problema para as criaturas marinhas, uma vez que o fenómeno pode envenenar a vida marinha e até adoecer os seres humanos. O artigo científico foi recentemente publicado na Geophysical Research Letters.

Na verdade, os dinoflagelados não são tóxicos – pelo menos, até começarem a mastigar. As algas tóxicas são a sua refeição favorita, e à medida que as comem, libertam amónia e outras substâncias químicas que contaminam a água ao seu redor.

Além disso, estas criaturas respiram oxigénio até não restar nada nas águas circundantes. “O oxigénio na água é tão baixo que muitos animais podem morrer”, explicou Hu.

A causa das lágrimas azuis não é certa, mas os cientistas acreditam que a poluição proveniente das atividades agrícolas que acaba no rio Yangtze desempenha um papel importante. O rio despeja fertilizantes no Mar da China Oriental, fornecendo às lágrimas azuis doses maciças de nutrientes de que necessitam para crescer.

Durante a construção da Barragem das Três Gargantas, entre 2000 e 2003, estas plantas não cresceram, uma vez que, durante estes anos, o fluxo do rio Yangtze diminuiu drasticamente. Em 2003, quando a construção da barragem foi concluída e o rio Yangtze começou a fluir, Hu viu a floração começar a aumentar novamente.

Hu e a equipa não esperam que o crescimento abrande tão cedo, o que significa que as “lágrimas azuis” continuarão a representar uma ameaça à vida marinha – apesar de continuarem a presentear os turistas com um espetáculo azul brilhante.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Multimilionários chineses são quase 800. Já superaram os norte-americanos

O número de novos multimilionários chineses cresceu a um nível recorde até 31 de janeiro, ultrapassando os Estados Unidos (EUA). Apesar do surto do novo coronavírus, que tem afetado a economia chinesa, há empresas que …

Ex-jogador dos Chicago Bulls assina pelo FC Porto

O FC Porto contratou até final da época o basquetebolista norte-americano Rawle Alkins, que já jogou na NBA ao serviço dos Chicago Bulls, para substituir o lesionado compatriota Will Sheehey, anunciou hoje o clube. “Sei que …

Sánchez e Torra iniciam diálogo. Mas mantêm braço de ferro sobre a Catalunha

Os governos de Espanha e da Catalunha iniciam esta quarta-feira o diálogo sobre a questão catalã. Mas se por parte do primeiro os membros da mesa são todos ministros, do lado catalão, alguns dos escolhidos …

Alcochete. Arguido iliba Mustafá de dar ordem para o ataque à academia

O arguido Valter Semedo disse hoje em tribunal que o objetivo da ida a Alcochete no dia da invasão à academia do Sporting consistia em mostrar aos jogadores "descontentamento de uma maneira não simpática". Além …

Arábia Saudita vai lançar campeonato de futebol feminino

A Arábia Saudita, que procura afastar a imagem de um reino ultraconservador, vai lançar um campeonato de futebol feminino, com o objetivo de reforçar a participação das mulheres no desporto. A primeira temporada da competição acontecerá …

"Ténis, digo-te adeus". Maria Sharapova anuncia final da carreira

A tenista russa Maria Sharapova, antiga líder do ranking mundial e detentora de cinco títulos do Grand Slam, anunciou hoje o final da sua carreira, através de um artigo publicado nas revistas Vogue e Vanity …

Amazon abre o primeiro supermercado sem caixas registadoras

A Amazon, do empresário Jeff Bezos, abriu 25 supermercados nos Estados Unidos (EUA), cujas instalações não têm caixas registadoras. Segundo avançou o TechCrunch, citado pelo Jornal Económico (JE), para fazerem comprar nestes supermercados, os consumidores têm …

Ricardo Salgado "perplexo" com condenação por violação de prevenção de branqueamento

O ex-presidente do BES declarou hoje, ao Tribunal da Concorrência, em Santarém, a sua “perplexidade” pela condenação, pelo Banco de Portugal (BdP), por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais e financiamento do …

Portugal continua na lista negra das economias com "desequilíbrios"

Bruxelas mantém Portugal na lista das 12 economias da União Europeia (UE) com "desequilíbrios" macroeconómicos, de acordo com um novo relatório divulgado esta quarta-feira pela Comissão Europeia. O documento, um relatório de análise no âmbito …

Câmara de Lisboa fez contratos de 12 milhões de euros com empresa que tem falso engenheiro

A Câmara de Lisboa assinou vários contratos públicos, alguns por ajuste directo, com uma empresa que está a ser investigada pelo Ministério Público por ter, alegadamente, um falso engenheiro. Em causa estão mais de 12 …