Nem Gazivoda, nem Ujman. Kosovo e Sérvia deverão rebatizar lago disputado em honra de Trump

O Kosovo e a Sérvia podem vir a rebatizar o seu lago partilhado em honra de Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos, cuja administração tem facilitado o acordo de normalização económica entre os dois países.

De acordo com a Newsweek, o primeiro-ministro do Kosovo, Avdullah Hoti, aceitou a sugestão de rebatizar um lago partilhado entre o seu país e a Sérvia em homenagem ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O corpo de água é conhecido pelos sérvios como Lago Gazivoda e pelos habitantes do Kosovo como Lago Ujman.

O nome do lago é apenas uma das muitas divergências que a Sérvia e o Kosovo enfrentaram durante as negociações mediadas pelos Estados Unidos que terminaram com os dois lados a assinar um acordo para normalizar os laços económicos na Casa Branca em 4 de setembro.

Durante as negociações, Richard Grenell, enviado especial de Trump para as negociações de paz entre a Sérvia e o Kosovo, terá sugerido – aparentemente em tom de brincadeira – que o lago fosse rebatizado com o nome de Donald Trump para superar esse impasse.

Em 24 de setembro, Hoti anunciou que acolheu a ideia numa publicação no Facebook. Acolhi a proposta do Embaixador Grenell para que o Lago Ujman se chamasse Lago do Presidente Trump, em sinal de honra pelo seu extraordinário papel na obtenção de um acordo histórico sobre a normalização das relações económicas entre a República do Kosovo e a Sérvia, como um grande passo em direção ao acordo político final, que deve resultar em reconhecimento mútuo”, escreveu.

E kam mirëpritur propozimin e ambasadorit Grenell që Liqeni i Ujmanit të quhet Liqeni i Presidentit Trump, në shenjë…

Publicado por Avdullah Hoti em Quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Uma imagem de uma placa onde se lê “Lago Trump” numa barragem no lago – que fornece a maior parte da água potável do Kosovo – foi publicada nas redes sociais em 24 de setembro e partilhada por Grenell no Twitter.

No Facebook, Hoti observou que “Kosovo batizou várias praças em homenagem a personalidades americanas, incluindo os presidentes Clinton e Bush, o senador Bob Dole, a secretária de Estado Madeleine Albright, em homenagem ao seu papel na liberdade de Kosovo e na independência da Sérvia”.

A guerra de independência de Kosovo da Sérvia fez mais de 10 mil mortos, sendo a maioria albaneses étnicos de Kosovo. Mais de 1.600 pessoas permanecem desaparecidas.

A luta terminou após uma campanha aérea da NATO de 78 dias contra a Sérvia.

Kosovo, que tem uma população em grande parte albanesa, declarou a sua soberania em 2008, um movimento reconhecido por muitos países ocidentais – mas não pela Sérvia nem pelos seus aliados Rússia e China.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …