Nomeação de Christine Lagarde mantém a expetativa de continuação de juros mínimos no BCE

WEF / Wikimedia

Christine Lagarde

Uma política monetária semelhante à dos últimos anos, respondendo ao abrandamento económico recente com mais estímulos e descidas de taxas de juro, é o que se pode esperar de um Banco Central Europeu (BCE) liderado por Christine Lagarde.

Depois de ter sido a primeira mulher a ocupar o cargo de diretora geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), que suspendeu na terça-feira, Christine Lagarde prepara-se agora para quebrar a mesma barreira no BCE, uma instituição como um historial de falta de diversidade de género na sua liderança muito acentuado, noticiou o Público.

E, tendo em conta o que têm vindo a ser as posições assumidas pelo FMI e por si própria relativamente à condução da política monetária na zona euro, a expetativa neste momento é claramente de uma continuidade no BCE, com aqueles que defendem a necessidade de manutenção de políticas expansionistas a saírem vencedores.

Segundo o jornal diário, com formação em Direito, mas uma vasta experiência na condução da política económica, Christine Lagarde é aquilo a que, ao nível da política monetária, se denomina como uma “pomba”: alguém que defende em dado momento medidas mais expansionistas – como descida das taxas de juro – em contraponto com os chamados “falcões”, que defendem medidas mais restritivas.

Como líder do FMI, tem apoiado frequentemente ao longo dos últimos anos as medidas extraordinárias de estímulo aplicadas pelo BCE de Mario Draghi, incluindo a redução das taxas de juro para níveis mínimos históricos ou a compra de dívida pública em larga escala para aumentar a liquidez na economia.

europeancentralbank / Flickr

Mario Draghi

Em relação ao atual momento – em que um abrandamento da economia europeia está a fazer o BCE repensar a sua tentativa de regresso à normalidade da política monetária – Christine Lagarde deixou claro que prefere que o banco central seja bem mais lento na retirada dos estímulos que tem em vigor.

Num texto publicado a 05 de junho, a diretora executiva do FMI defendia que “a atividade económica global beneficiaria de um ritmo mais paciente de normalização monetária da Reserva Federal norte-americana e do BCE”.

Este tipo de declarações públicas criam a expetativa de que esta deverá, a partir de outubro, prolongar a política expansionista do BCE, mantendo as taxas a mínimos e não iniciando a redução do balanço do banco central, e estará preparada, tal como Mario Draghi, para “fazer o que for preciso” para preservar o euro em caso de nova crise grave.

Uma caraterística de Christine Lagarde que será também relevante para o seu mandato de oito anos no BCE é o facto de até aqui ter sido essencialmente uma política, indicou o Público. O papel que deve ser desempenhado pelo BCE é causa de divergências entre as capitais europeias, com Berlim, por exemplo, a preferir que o banco central contribuísse menos para aliviar os problemas orçamentais dos Estados.

Na eventualidade de uma nova crise financeira, essas divergências certamente acentuar-se-iam, e Chritine Lagarde teria de encontrar um equilíbrio entre a sua experiência de negociações políticas adquirida como ministra e no FMI durante a última crise e o seu novo papel de líder uma instituição supostamente independente dos governos e apenas preocupada com o seu mandato de estabilidade de preços.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Depois do que fez como Ministra das Finanças em França e no FMI, só faltava a esta vigarista passar pelo BCE!!
    É bom comprovar que o mérito continua a ser tido em conta…

RESPONDER

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …

ARS Norte conta avançar com recuperação de consultas em atraso ainda este mês

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte conta avançar durante este mês com o programa especial de incentivos financeiros para recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários (CSP), propondo-se recuperar metade da …

Cristiano Ronaldo no Euro 2020

"Rei do Euro". Ronaldo fez história na Hungria (e ainda vai durar "mais uns 3 aninhos")

Cristiano Ronaldo marcou dois dos golos de Portugal na vitória frente à Hungria por 3-0, na estreia da Selecção no Euro 2020, e tornou-se no melhor marcador de sempre dos Campeonatos Europeus de futebol. Aos …

"Insultos são a arma dos fracos". Ministro defende lei das minas e lança farpas a Catarina Martins

Matos Fernandes defende acerrimamente o novo decreto lei da exploração mineira e lança farpas a Catarina Martins, que o criticou: "Insultos são a arma dos fracos". No domingo, o Bloco de Esquerda anunciou que ia pedir …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Ronaldo e agitadores derrubaram a muralha

Rajada final garantiu vitória lusa na estreia. Ronaldo a bisar e a quebrar três recordes. Todos os jogos da primeira jornada. Visto da Linha de Fundo. A paciência tem limites Hungria 0 – 3 Portugal (Raphaël …

O ex-líder do PAN, André Silva.

"Ficaram a usufruir de uma renda". André Silva arrasa deputados dissidentes do PAN

Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro, deputados eleitos pelo PAN, "sempre estiveram concertados" e deixaram o partido por "ambições pessoais", ficando a "usufruir de uma renda" à custa desses lugares políticos. A acusação é de André …

Certificados digitais são gratuitos (e podem ser enviados por email)

Os certificados digitais covid-19, que devem começar a ser emitidos em Portugal esta semana, são gratuitos, emitidos em formato digital e podem ser consultados no portal do SNS 24, na aplicação móvel do SNS ou …