La Palma regista mais de 120 terramotos esta terça-feira

Miguel Calero / EPA

Pessoas a ver a erupção do Vulcão Cumbre Vieja, em La Palma

Pessoas a ver a erupção do Vulcão Cumbre Vieja, em La Palma

La Palma registou mais de 120 terramotos na madrugada desta terça-feira — sendo que o maior deles teve magnitude de 4,1.

O Instituto Geográfico Nacional (IGN) registou mais de 120 terremotos nesta terça-feira, cerca de trinta deles acima de magnitude 3, noticia o El País. O mais forte atingiu a magnitude de 4,1 e ocorreu a 40 quilómetros de profundidade.

Segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias, o cone principal do vulcão Cumbre Vieja voltou a expelir cinza depois de várias horas sem fazê-lo. A reativação do cone principal ocorre após uma noite de alta atividade sísmica.

Enquanto isso, o cone secundário do vulcão continuou a emitir piroclastos e lava e durante a madrugada. Há ainda o registo de deslizamentos de terra, segundo o jornal espanhol.

“Vamos ver o que isto significa para nós, se houver mais manifestações na superfície”, disse David Calvo, porta-voz do Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias, em declarações à agência EFE. “Cruzando os dedos porque isto nunca acaba”, acrescentou.

A lava do vulcão cobriu quase 1.150 hectares desde 19 de setembro, danificando ou destruindo 2.748 edifícios até agora.

A medição de dióxido de enxofre realizada nesta segunda-feira, a ser divulgada em breve, revelará um valor “alto”, embora não tanto quanto o dos dias anteriores.

Há pouco mais de uma semana, o Cumbre Vieja subiu de categoria no seu índice de explosividade, após ultrapassar a emissão de 10 milhões de metros cúbicos de material piroclástico desde que entrou em erupção.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.