Kim Jong-un anda “desaparecido”. Terá sido alvo de intervenção cirúrgica

(h) KCNA / YONHAP

O líder norte-coreano Kim Jong-un terá sido alvo de uma intervenção cirúrgica ao coração no início do mês de abril. Segundo fonte oficial do governo sul-coreano, estará a recuperar numa villa privada.

A emissora norte-americana CNN, que citava fontes próximas dos serviços secretos dos Estados Unidos, dava conta de que Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, estaria em estado grave após uma cirurgia.

Além disso, a CNN alegava que os Estados Unidos estariam a monitorizar a situação de perto e a tentar traçar os passos dados pelo líder norte-coreano nos últimos dias.

Kim Jong-un não aparece em público desde 12 de abril, de acordo com os meios de comunicação do regime. O líder norte-coreano presenciou, nesse dia, uma inspeção de aviões militares, um dia depois de ter estado presente numa reunião importante a nível político.

Além disso, Kim Jong-un faltou à cerimónia de 15 de abril, data do aniversário do seu avô e fundador do país, Kim Il-Sung – a celebração política mais importante do regime.

Normalmente, dados sobre a Coreia do Norte são difíceis de confirmar, uma vez que toda a informação sobre a figura máxima é controlada pelo regime.

Uma notícia do Daily NK, um jornal sul-coreano, citada pelo jornal britânico The Guardian, alegou que Kim terá sido alvo de um procedimento médico cardiovascular, relacionado com a obesidade e com fumar em excesso.

Até agora, ninguém negou que o líder da Coreia do Norte tenha sido sujeito a uma intervenção cirúrgica, mas não há confirmação de que esteja gravemente doente.

Além da agência sul-coreana YNA, a agência Reuters também escreve sobre o assunto, recorrendo a fontes na Coreia do Sul e do Partido Comunista Chinês para minimizar as suspeitas.

A irmã de Kim Jong-un, Kim Yo-jong, estará interinamente a servir de decisor político na ausência do líder máximo da Coreia do Norte.

O Observador recorda que esta especulação faz recordar o “desaparecimento” do líder norte-coreano em 2014. Durante 40 dias, não houve sinais de Kim Jong-un. As dúvidas terminaram quando surgiu de bengala na mão. Os meios estatais defenderem que sofria de uma “condição física desconfortável”.

ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Segundo consta foi visitar o interior de um dos seus satélites e por curiosidade carregou num dos botões e pôs-se em órbita sem querer, irá agora a caminho de novo planeta.

RESPONDER

As origens dos antigos Etruscos foram finalmente reveladas

Vestígios de ADN encerraram, finalmente, o debate sobre a origem dos Etruscos,  uma antiga civilização cujos restos mortais foram encontrados em Itália. De acordo com quase dois mil anos de dados genómicos, recolhidos de 12 locais …

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …